Revis

A volta de Darrelle Revis?

A passagem de Darrelle Revis pelos Patriots foi curta, mas bastante significativa. O cornerback foi um dos pilares da defesa na temporada 2014, ajudando a equipe de New England a conquistar o Super Bowl XLIX.

Dois anos depois de sua saída, fala-se que ele pode retornar aos Patriots. Mesmo sofrendo os efeitos do tempo, seria interessante para os Patriots uma reunião com o cornerback?

A volta de Darrelle Revis?

Darrelle Revis é um dos maiores cornerbacks da história da NFL. No auge de sua carreira, o jogador ficou famoso por fazer os quarterbacks adversários olharem para o lado oposto, já que qualquer recebedor que estivesse na “Revis island” estaria inutilizado.

Em 2014, Revis chegou aos Patriots. O cornerback não era mais a força da natureza que fora de 2008 a 2010, mas ainda assim jogou como um dos melhores corners da liga e ajudou os Patriots na conquista do seu quarto Super Bowl.

Após dois anos decadentes no New York Jets, Revis foi dispensado e encontra-se novamente no mercado, e muitos analistas apostam que uma segunda passagem pelos Patriots está engatilhada.

Seria vantajoso para os Patriots trazer Revis? Nas condições certas, a resposta é positiva.

Primeiramente, dinheiro não deve ser um problema no novo contrato do cornerback.

O jogador, que ficou famoso por ser implacável na busca pelos melhores contratos, receberá dos Jets em 2017, mesmo dispensado, U$ 6 milhões.

Com esse “piso” garantido, o time que o contratar terá apenas, em tese, que negociar um valor satisfatório acima disso.

Caso os valores sejam acordados, seria prudente apostar em Revis do ponto de vista técnico?

É evidente que Darrelle está longe do seu auge. Mesmo o nível demonstrado em 2014 em New England provavelmente não será alcançado.

No caso dos atletas, um dos principais tributos cobrados pelo tempo é a velocidade, e Revis é hoje um jogador mais lento que no passado.

Isso não significa, entretanto, que o cornerback não possa ser efetivo.

Seria no mínimo imprudente designar Darrelle Revis para marcar os melhores recebedores adversários, os chamados wide receivers nº 1. Esse tempo já passou.

No entanto, em uma secundária que conta com Stephon Gilmore e Eric Rowe (considerando aqui para efeitos de argumentação que Malcom Butler não retorne aos Patriots) como outside corners, Revis poderia ser utilizado no slot, onde agilidade é geralmente mais importante que velocidade, e ali poderia ser efetivo.

Contando com a cobertura de safeties de alto nível com, por exemplo, Devin McCourty, Revis poderia ser designado para cobrir o meio do campo, não sendo necessário sua exposição contra os principais e mais velozes recebedores adversários.

Caso utilizado de forma inteligente, e pelo preço certo, Darrelle ainda pode ser bastante útil aos Patriots.

One thought on “A volta de Darrelle Revis?

  1. O Revis em 2014 foi Pro-Bowl e All-Pro, mas o peso do nome ajudou muito nessas nomeações, principalmente em relação ao All-Pro. Naquela temporada, ele teve grandes jogos, mas também teve jogos terríveis, principalmente na pós temporada. Se tivéssemos perdido para os Ravens no Divisional Round, a derrota poderia ser creditada na conta do Revis, foi o pior jogo dele com a camisa dos Patriots. O Steve Smith fez churrasco com ele naquele dia, queimou até não poder mais e por causa disso cometeu faltas que quase nos custaram o jogo. Ele também foi mal no Super Bowl, o Doug Baldwin deu umas boas queimadas nele, principalmente no TD. Entretanto, o que me faz ser contra a contratação dele, é que ele falou muita merda da equipe sobre o Deflategate após assinar com o Jets.

Deixe uma resposta