Rex Burkhead running backs Patriots

Análise do Elenco: Running Backs

A unidade recém-abastecida pelos Patriots, e cheia de talentos e opções, é a que Adam Bodgan analisa hoje.

Análise do Elenco: Running Backs

Running Backs

Com a chegada de Gillislee este corpo de running backs é impressionante, e os Pats investiram nele por uma troca. O ano passado pode ter sido o último sinal para Belichick, quando o jogo corrido desapareceu, em boa parte, nos jogos grandes e difíceis, depois de um início de temporada de Blount dominante. Agora este é um dos backfields mais produtivos da NFL. Os 4 melhores RBs aqui citados, são capazes de contribuir pelo chão e pelo ar, algo que Blount nunca deu ao time. Pela primeira vez em um tempo, estou ansioso para ver este backfield em ação, que pode ser o melhor all around que já vimos nos Patriots.

Mike Gillislee*

Outro reserva que brilhou em função limitada com seu antigo time. Os Bills não sabiam o que fazer com sua tender e pagaram o preço por isto. Neste ataque, Gillislee será o power back. Ele receberá muitas chances em 1ªs e 2ªs descidas, com potencial de receber a bola na linha de gol também. Sua velocidade e força o tornam um perigo dinâmico. Espero mais corridas positivas em 1ª descida, que foram difíceis nos últimos anos, afetando o ataque. Como Burkhead, não o vimos em um papel de titular por uma temporada inteira e as expectativas devem baixar até vê-lo em campo.

Rex Burkhead*

Os Patriots estão pagando Burkhead como se fosse o grande jogador da unidade, e ele pode muito bem ser este jogador. Enquanto vimos uma amostra limitada dele na última temporada, ele mostrou que tem a habilidade de brilhar. Ser um fator no jogo corrido e de passes, é um aspecto muito importante para se tornar o power back nos Patriots. Devemos ser otimistas com o que ele pode fazer neste ataque.

James White*

White deveria ter sido co-MVP do Super Bowl com Tom Brady. Ele foi excelente no momento que mais importava. Ele aprendeu os mecanismos deste ataque e teve capacidade de produzir pelo chão e pelo ar. Espero que ele continue sua ascensão e nos dê algo a se impressionar.

Dion Lewis*

O 2016 de Lewis foi decepcionante. Não só para os fãs e o time, como para ele mesmo. Um  problema no joelho fez ele perder boa parte da temporada e contribuir com função limitada quando voltou. Espero que uma offseason completa de recuperação o faça voltar à forma de 2015.

Brandon Bolden*

Sua renovação foi uma surpresa no início, mas depois percebeu-se o quão inevitável era. O mercado dele era pequeno, e onde mais o davam valor era dentro dos Patriots, que possuíam cap space sobrando e espaços no elenco. O resultado disso, é seu retorno para competir em um espaço no elenco. Atualmente um jogador de special teams, depois de ser retirado do ataque ano passado, sua melhor chance no elenco é crescer neste setor, batendo os mais jovens.

DJ Foster

Foster ganhou muita atenção entrando na temporada passada, unicamente para ficar no practice squad e na sideline. Seu atletismo é inegável, mas seu papel ainda não foi definido claramente. Ele é um retornador? Wide receiver? Running back? Todos os três? Esperamos que uma offseason completa de treinos e aprendizados com o time, o coloquem em uma melhor posição para contribuir este ano. Imagino outro ano de practice squad como o mais provável.

Você pode me seguir no twitter no @patriotsinform e ver mais matérias minhas, em inglês aqui.

Deixe uma resposta