Ataques explosivos não vencem o Super Bowl

No Super Bowl que se aproxima, veremos em campo dois dos melhores ataques da NFL. O adversário dos Patriots, o Atlanta Falcons, possui um ataque explosivo, liderando a NFL em pontos na temporada 2016.

Por mais que ataques incríveis sejam o grande chamativo da NFL, a história do Super Bowl tem mostrado que eles não vencem o principal jogo da temporada.

Ataques explosivos não vencem o Super Bowl

Uma estatística ilustra bem nossa introdução: dos 17 ataques que anotaram mais de 500 pontos na história da NFL, apenas 3 venceram o Super Bowl.

O ponto aqui, entretanto, não é falar de qualquer ataque que dominou a NFL mas não foi campeão. O objetivo é listar alguns ataques explosivos que chegaram ao Super Bowl, não repetiram o desempenho da temporada regular e foram derrotados.

Alguns deles não são lembranças tão boas para os torcedores dos Patriots.

1983 Redskins

Campeões na temporada anterior, os Redskins chegaram aos playoffs da NFL na temporada de 1983 com um retrospecto de 14-2, melhor da liga.

Seu ataque foi inacreditável, anotando 541 pontos (recorde da NFL até então) e um saldo de pontos de +209.

Ataque imparável, certo? Errado.

No Super Bowl XVIII, a explosão ofensiva de Washington desapareceu, e o time foi amassado pelo Oakland Raiders, perdendo por 38 x 9.

super bowl

1984 Dolphins

Dan Marino estava apenas em sua segunda temporada na NFL. O jovem lançou para 5.084 jardas e 48 touchdowns, recordes da NFL até então.

Os Dolphins anotaram 513 pontos e venceram 14 jogos na temporada regular, dominando as defesas com seu ataque aéreo.

No Super Bowl, o ataque de Miami não repetiu o sucesso da temporada regular, e os Dolphins perderam para os 49ers de Joe Montana por 38 x 16.

super bowl

2001 Rams

O time dos Rams era conhecido como “The greatest show on turf”, tamanha a forma como encantava os torcedores.

Comandados por Kurt Warner, o ataque dos Rams tinha ótimos jogadores como o running back Marshall Faulk e o wide receiver Torry Holt.

Foram 14 vitórias na temporada regular, invencibilidade fora de casa, e um ataque que se tornou o primeiro a anotar 500 pontos em três temporadas consecutivas.

Na maior zebra da história dos Super Bowls, os Rams foram derrotados no Super Bowl XXXVI para o New England Patriots do jovem Tom Brady por 20 x 17.

super bowl

2007 Patriots

O ataque dos Patriots foi remodelado para a temporada 2007. Tom Brady recebeu novas armas com os wide receivers Wes Welker e Randy Moss, e o ataque de New England explodiu.

Brady bateu o recorde da NFL passando para 50 touchdowns, 23 deles para Randy Moss.

No geral, o ataque de New England bateu o recorde de pontos em uma temporada com absurdos 589 pontos! Foram 12 vitórias marcando mais de 30 pontos.

O ataque dos Patriots desacelerou no final da temporada regular e não foi tão explosivo nos playoffs, chegando ao ponto mais baixo na derrota no Super Bowl XLII para os Giants por 17 x 14.

super bowl

2011 Patriots

Em 2011 os Patriots tomaram de assalto a NFL com seu ataque formado por 2 tight ends que era quase imparável. As defesas adversárias simplesmente não conseguiam marcar Rob Gronkowski e Aaron Hernandez.

Mais uma vez New England anotou mais de 500 pontos na temporada regular (513), chegando ao Super Bowl XLVI como favoritos, mais uma vez contra o New York Giants.

A história se repetiu, com a linha defensiva dos Giants castigando Brady e uma jogada milagrosa de New York no final.

O resultado? Vitória dos Giants por 21 x 17.

super bowl

2013 Broncos

Em 2013, Peyton Manning liderou o ataque dos Broncos e o transformou numa máquina de pontuar.

Naquele ano, Manning bateu o recorde da NFL de jardas aéreas e touchdowns passados, e os Broncos ultrapassaram os recordes de touchdowns e pontos em uma única temporada.

No Super Bowl XLVIII, o ataque de Denver simplesmente travou, sendo completamente dominado pela ascendente defesa do Seattle Seahawks.

Os Broncos foram humilhados, perdendo por 43 x 8.

super bowl

2015 Panthers

Mesmo sem seu principal wide receiver, Kelvin Benjamin, os Panthers montaram em 2015 um ataque espetacular.

Com Cam Newton jogando em nível de MVP, um jogo terrestre dominante e o tight end Greg Olsen quase imparável, os Panthers venceram 15 jogos na temporada regular, anotando 500 pontos.

Tantas opções ofensivas não foram páreo para a defesa do Denver Broncos no Super Bowl L, e os Panthers perderam por 24 x 10, em um final melancólico para uma grande temporada.

super bowl

Após essa visita ao passado, chegamos ao Super Bowl LI. Os Patriots enfrentarão um ataque dos Falcons que anotou 540 pontos na temporada regular, uma média de 33,8 pontos por partida, melhor marca da NFL.

Os Patriots, assim como seus torcedores, devem torcer para que a história se repita, já que o passado nos mostra que os ataques mais explosivos costumam travar no jogo mais importante de todos.

One thought on “Ataques explosivos não vencem o Super Bowl

Deixe uma resposta