O caminho do Atlanta Falcons até o Super Bowl LI

Chegamos na semana mais importante do Projeto Patriotas, quando pela primeira vez vamos acompanhar e trazer para você todas as informações possíveis sobre o Super Bowl e o Atlanta Falcons.

Para começar, nada melhor de que lembrar como foi a campanha do nosso adversário até a grande final.

O caminho do Atlanta Falcons até o Super Bowl LI

Início que gerou dúvidas: pelo quê os Falcons vão brigar em 2016?

Ao começar uma temporada, já é praticamente sabido os times que brigarão nos playoffs. Na NFC, equipes fortes como Cowboys, Seahawks, Packers, Panthers e Cardinals foram listados como “contenders”.

O Atlanta Falcons, com um Matt Ryan que não gerava muita empolgação, não deixava claro para sua torcida até onde a equipe poderia chegar.

Na semana de estreia, essa dúvida ficou maior ainda, após o time perder pro Tampa Bay Buccaneers. O ataque, que viria a ser o melhor da NFL, teve dificuldade para estender os drives, já a defesa não conseguiu parar Jameis Winston.

A derrota com o setor ofensivo jogando mal foi um ponto fora da curva. Desde então, o ataque dos Falcons entrou no modo “on fire”, com atuações de gala em cima dos Raiders, Saints e Panthers. Na semana 5, apenas 23 pontos foram suficientes para bater o atual campeão do Super Bowl, Denver Broncos.

Vindo de 4 vitórias seguidas, os Falcons encontraram os Seahawks, time que viria a derrotar nos playoffs. Após estar perdendo por 17 a 3 no intervalo, Atlanta conseguiu uma grande virada, mas no fim, Matt Ryan foi interceptado, matando as esperanças da equipe.

Estando 4-2 na temporada, os Falcons, mais uma vez, colocaram um ponto de interrogação na cabeça do torcedor. O time perdeu na prorrogação, em casa, para o San Diego Chargers.

Com duas derrotas seguidas, não se sabia o que poderia se esperar de Packers @ Falcons. A surpresa foi boa para torcida, com o ataque de Atlanta voltando a ser dominante, o time saiu com uma vitória para encher a confiança.

Em seguida, enfrentando os algozes da semana 1, os Falcons deram um show ofensivo, não chutando nenhum punt o jogo todo. Vitória tranquila por 43-28 em cima dos Bucs.

Triunfos importantes sobre boas equipes e os Falcons, enfim, iam deslanchar na temporada, certo? Errado. Mesmo com 10 dias de preparação, Atlanta fez sua pior atuação do ano e perdeu para os Eagles. Chegava ao fim a primeira “fase” da temporada do Atlanta Falcons, com o recorde de 6-4.

Depois da bye week, os Falcons encontraram o caminho da vitória

Entrando na semana 12, Atlanta precisava definir pelo quê ia brigar. A vitória dominante sobre os Cardinals mostrou que o time “tinha bola” para ir longe.

Na semana seguinte, uma derrota dolorida para os Chiefs, fora de casa, sofrendo um retorno de extra-point no fim, mas que seria a última até hoje.

Os Falcons amassaram os Rams, dando início a sua sequência de vitórias. O time conseguiu comandar toda a partida nos três setores.

Depois de outro blowout, dessa vez sobre os 49ers, Matt Ryan consagrou sua temporada de MVP, virando um dos grandes candidatos ao prêmio que será revelado neste sábado (4).

Na semana seguinte, outra vitória sobre os Panthers, garantindo a varrida no rival. Os Falcons finalizaram a semana 16 com o recorde 10-5.

Chegando no último jogo da temporada regular, Atlanta conseguiu o improvável até a semana de bye: a seed 2 da conferência nacional. Desfecho maravilhoso para o time que teve o melhor ataque e deverá ter o MVP da temporada.

Playoffs: o fim perfeito pro Georgia Dome

Quem ainda tinha uma pulga atrás da orelha com os Falcons, deixou de ter com as atuações do time nos playoffs. Pegando duas equipes fortíssimas, Atlanta deu um verdadeiro show.

A primeira vítima foi o Seattle Seahawks. Na estreia dos Falcons nos playoffs, Matt Ryan jogou demais. O quarterback teve um rating incrível de 125.7. Foram 338 jardas e 3 touchdowns.

Na final da NFC, Atlanta recebeu o Green Bay Packers, do milagreiro Aaron Rodgers, e foi um dos maiores massacres já vistos nos últimos anos. 44 a 21!

Pela segunda vez na história, o Atlanta Falcons avançou ao Super Bowl, dando adeus de forma histórica ao seu estádio Georgia Dome!

atlanta falcons

Deixe uma resposta