Datas das OTAs e Minicamp 2017 elenco dos Patriots

As disputas por vagas no elenco dos Patriots

Passado dois jogos da pré-temporada de 2017, temos já uma melhor visão de quem ainda possui chances de conseguir uma vaga no elenco dos Patriots e quais grupos já parecem estar definidos.

As disputas por vagas no elenco dos Patriots

Running Backs

Um grupo que vem a cada semana se tornando um problema para Belichick, porém um problema bom de se ter. Temos muitos talentos para poucas vagas, com DJ Foster conseguindo 2 TDs em dois jogos e Brandon Bolden conseguindo produzir fora dos special teams. Foster, que foi parte do practice squad no ano passado, não tende a sobrar novamente esse ano. Se continuar com boas apresentações, deve ser chamado por alguma equipe no waivers.

Wide Receivers

Austin Carr despontou no primeiro jogo contra o Jaguars e abriu uma dúvida sobre o que fazer para mantê-lo no elenco. Porém no jogo dois, sua participação não foi nada de muito especial e isso já deixou as coisas mornas entre a vaga dos recebedores. Devin Lucien é outro jogador que mostra lances interessantes, mas ainda não conseguiu uma sequência sólida para se fazer presente.

Tight Ends

Sem dúvidas essa é a posição onde a disputa está mais aberta em todo o elenco dos Patriots. O´Shaughnessy e Jacob Hollister brigam treino a treino pela vaga.

Lengel, que tem a vantagem de ter participado do grupo ano passado, não consegue ficar saudável para mostrar em campo o que pode fazer. Do lado de O´Shaughnessy, a capacidade de bloquear e a forte atuação no special teams são as vantagens. Do lado de Jacob, as boas recepções e as jardas conquistadas após os catches jogam ao seu favor.

Linha Ofensiva

Com os titulares mais do que definidos, sobram poucas vagas entre os bloqueadores e essas vagas estão complicadas de se preencher, devido a falta de performance mostrada nos dois jogos até aqui.

Ted Karras terá presença, Garcia também, Fleming ganhou uma boa ajuda com a concussão de Waddle. Não parece que teremos muitas surpresas entre os OLs.

Linha Defensiva

O meio da linha parece acertado, mas são as pontas que a cada dia se tornam uma incógnita maior. Com apenas Flowers como unanimidade, o resto luta entre si para mostrar o talento necessário. Porém, ficar saudável já está sendo um atributo e tanto para esses jogadores.

Kony Ealy, que teve um início estranho, parece ter se acertado no esquema e fica. Não seria surpresa ver alguém chegando de fora para compor esse grupo que ao meu ver, é raso para a rotação.

Linebackers

Harvey Langi soube se adaptar facilmente ao que Belichick e Patricia querem e vem se aproveitando das lesões para jogar de tudo quanto é forma nesse front 7. No fim, Langi deve ficar no elenco dos Patriots e a maior disputa parece ser entre Elandon Roberts, que até aqui teve dois jogos ruins e não conseguiu terminar nenhum deles, e Jonathan Freeny.

Cornerbacks

Os 3 titulares estão definidos e Jonathan Jones parece ser o número quatro deste grupo. Cyrus, que muitos querem a cabeça, teve um segundo jogo sem cometer erros absurdos e teve bons momentos retornando punts. Isso é de extrema importância para ele e se não fizer mais besteira, deve ficar nos 53 finais.

Safeties

Com um primeiro jogo péssimo e um segundo bem café com leite, Jordan Richards é o único nome a ser falado aqui. Após duas temporadas sem render o que se esperava, este é um setor que enxergo Belichick levando menos jogadores do que em 2016 (cortando Richards) para abrir uma vaga a mais no elenco. Esta vaga poderia ser, para não contar com a sorte no waivers (mantendo Carr ou Foster) ou para trazer um DE a mais.


Ficou faltando apenas quarterbacks e special teams, que na minha opinião estão fechados. Alguns falam em corte de Brissett, mas sinceramente não vejo isso acontecer neste ano.

O Patriotas está também no facebook com mais de 13 mil torcedores Brasileiros. Vem com a gente!

Deixe uma resposta