Nick Caserio

A entrevista pré-draft de Nick Caserio

Nesta terça, o Diretor de Pessoal (Director of Player Personnel) dos Patriots, Nick Caserio, concedeu sua tradicional entrevista coletiva às vésperas de mais um Draft da NFL.

Apesar de ser um praticante da escola Bill Belichick de conceder entrevistas, geralmente não entregando muita coisa, Caserio tocou em pontos interessantes.

A entrevista pré-draft de Nick Caserio

Quem ouvir ou ler as transcrições das entrevistas de Nick Caserio pode facilmente se enganar e achar que está ouvindo ou lendo Bill Belichick.

São muitas respostas do tipo “estamos fazendo o que é melhor para a montagem do time”. Nada de muito surpreendente é revelado.

Mesmo assim, alguns pontos da entrevista de Caserio foram interessantes, como por exemplo, o fato de os Patriots escolherem poucos jogadores “draftáveis” pelo time.

Enquanto algumas equipes chegam para o draft com aproximadamente 200 jogadores em sua lista de selecionáveis, os Patriots elegem menos de 80.

Sobre o assunto, Caserio disse:

“Nosso trabalho é achar jogadores que se encaixem aqui, e a realidade é que há alguns jogadores que se encaixam; há alguns jogadores que não se encaixam. No final, terminamos com 50 a 75 jogadores que selecionaríamos. É um número pequeno, mas é o que nós alcançamos.”

Caserio também tocou em um assunto delicado (apesar de não ter sido muito explicativo), sobre a postura dos Patriots em relação a jogadores problemáticos, como o running back Joe Mixon, que viu seu valor no draft cair devido a uma agressão a uma mulher.

“Você olha toda a composição do jogador. Nosso trabalho é juntar o máximo de informações possível sobre o jogador em uma variedade de níveis, pegar toda a informação e tomar a decisão sobre draftar ou não. “

Outro assunto polêmico diz respeito ao fato de que alguns jogadores se negaram a comparecer à visita à Casa Branca por motivo de oposição ao Presidente Donald Trupo. Caserio afirmou:

“Eu diria que estamos honrados de receber o convite para a Casa Branca. É uma grande oportunidade para o time ser reconhecido pelas conquistas da última temporada. Eu acho que nós respeitamos os jogadores e seus posicionamentos individuais.  Todos têm suas crenças e sentimentos pessoais sobre isso, mas eu acho que (o evento) é importante.”

Apesar de ter tocado em vários assuntos importantes, Nick Caserio não se aprofundou muito, mostrando que aprendeu muito bem a conceder entrevistas coletivas como Bill Belichick.

Deixe uma resposta