Maldição do Madden

O que é a “Maldição do Madden”?

Durante anos, o jogo de videogame Madden se notabilizou por dar ‘má sorte’ aos jogadores de futebol americano que estrelam a sua capa. Não é incomum encontrar torcedores que torcem o nariz quando a estrela do seu time é selecionado para ser o garoto propaganda da franquia de jogos, com receio de que algo aconteça na próxima temporada.

O que é a “Maldição do Madden”?

A Maldição do Madden é uma especie de lenda urbana entre os torcedores, onde os fãs argumentam que quem aparece na capa do jogo de futebol americano está fadado a ter um rendimento muito abaixo dos anos anteriores, até mesmo de graves lesões.

Vejamos o que a história nos diz sobre os jogadores escolhidos. Maldição do Madden

Madden 99

Jogador: Garrison Hearst

Clube: San Francisco 49ers

Posição: Running back

Hearst foi o primeiro jogador a estrelar a capa do Madden. Nos anos anteriores, o próprio John Madden quem aparecia nas capas. Em 98, Garrison foi terceiro melhor corredor da liga, com 1570 jardas terrestres. Em 1999 os niners se classificaram para os playoffs e no duelo divisional, contra os Falcons, Garrison Hearst quebrou o tornozelo em sua primeira corrida. Perdeu duas temporadas se recuperando desta lesão.

Maldição 01 x 00 Jogadores

 

 

Maldição do Madden

Madden 2000

Jogador: Dorsey Levens

Clube: Green Bay Packers

Posição: Running back

Originalmente, o destaque da capa era para ser do RB Barry Sanders, Detroit Lions. Porém, semanas antes da temporada de 2000 começar, Sanders anunciou sua aposentadoria alegando ‘divergências’ com a diretoria. Dorsey Levens foi colocado em seu lugar e vinha de um ano com mais de 1400 jardas, e disputou o Super Bowl XXXII. Porém, obteve em 2000 o seu pior número de jardas desde que Brett Favre se tornou o QB dos Packers, em 1992.

Maldição 02 x 00 Jogadores

 

 

 

Maldição do Madden

Madden 2001

Jogador: Eddie George

Clube: Tennessee Titans

Posição: Running back

George veio para quebrar a escrita da maldição. Antes de 2001, sua pior temporada era de 1294 jardas, ótimo número, e em 2000 chegou ao Super Bowl XXXIV. Em seu ano como “capa do Madden”, Eddie correu para 1.509 jardas totais e não sofreu com nenhuma lesão. Porém, nos duelos divisionais dos playoffs de 2001, contra os Ravens, George sofreu a interceptação que sacramentou a eliminação dos Titans.

Maldição 02 x 01 Jogadores

 

 

 

 

Maldição do Madden

Madden 2002

Jogador: Daunte Culpepper

Clube: Minnesota Vikings

Posição: Quarterback

Daunte foi o primeiro quarterback a figurar entre as capas do Madden e vinha de uma temporada incrível. Em 2001 lançou 297 passes para 3937 jardas, sendo líder da liga com 33 touchdowns. Tinha tudo para dar certo, mas não deu. No ano de sua aparição no jogo, Culpepper sofreu uma lesão no joelho na semana 11, contra os Steelers. Perdeu todos os 5 jogos restantes da temporada. Em 2003, lançou para mais interceptações que touchdowns.

Maldição 03 x 01 Jogadores

 

 

 

 

Madden 2003Maldição do Madden

Jogador: Marshall Faulk

Clube: St. Louis Rams

Posição: Running Back

Faulk foi vice-campeão na temporada passada perdendo para um jovem estreante chamado Tom Brady. Veio de quatro temporadas tendo no mínimo 1.300 jardas recebidas e 2.000 no total. Em 2003, Marshall Faulk alcançou  a marca de 953 jardas corridas e foi titular de somente 10 jogos. As temporadas seguintes foram de contínuo declínio. Se considerarmos que essa havia sido o seu nono ano na NFL, essas estatísticas até que não foram ruins. A maldição não o pegou.

Maldição 03 x 02 Jogadores

 

 

 

 

 

Madden 2004Maldição do Madden

Jogador: Michael Vick

Clube: Atlanta Falcons

Posição: Quarterback

Antes de se tornar capa do maior jogo de seu esporte, Michael Vick teve 2936 jardas e 16 touchdowns, sem contar as 777 jardas corridas e mais 8 TD’s anotados com os pés. Vick estava pegando fogo! Porém, pouco tempo depois de ser anunciado como capa do Madden, ainda na pré-temporada, Vick sofreu uma fratura na fíbula direita e perdeu 11 jogos. Os Falcons tiveram um recorde de 11-5 e não foram aos palyoffs.

Maldição 04 x 02 jogadores

 

 

 

Madden 2005  Maldição do Madden

Jogador: Ray Lewis

Clube: Baltimore Ravens

Posição: Linebacker

Primeiro linebacker a ser selecionado como capa do Madden, Lewis já era considerado um dos melhores da história em 2005. Durante a temporada em que foi a estrela principal do jogo, Ray Lewis continuou com a marca de obter no mínimo 100 tackles, totalizando 145 tackles e apenas 1 sack. Os Ravens não foram aos playoffs naquela ocasião, mas individualmente não houve nenhum declínio repentino que pudesse ser creditado a maldição.

Maldição 04 x 03 Jogadores

 

 

 

 

 

 

Maldição do Madden

Madden 06

Jogador: Donovan McNabb

Clube: Philadelphia Eagles

Posição: Quarterback

Quarterback responsável por levar os Eagles ao Super Bowl XXXIX, perdendo para os Patriots de Tom Brady e Bill Belichick. Em sua temporada pré-Madden, Donovan completou 300 passes, obteve 3875 jardas aéreas e anotou 31 touchdowns. Ótimos números! E eis que a temporada 2006 chega. McNabb parou de jogar na semana 9 por conta de uma hérnia. Tentou voltar a campo, mas precisou realizar uma cirurgia e perdeu o resto da temporada. Os Eagles tiveram um recorde de 6-10. Na temporada seguinte, McNabb rompeu o ligamento cruzado anterior e nunca mais voltou a render em alto nível.

Maldição 05 x 03 Jogadores

 

 

 

 

 

Madden 07 Maldição do Madden

Jogador: Shaun Alexander

Clube: Seattle Seahawks

Posição: Running Back

A temporada de 2006 foi de muita alegria para o torcedor de Seattle. Shaun correu 370 vezes para 1880 jardas (líder da NFL), anotou 27 touchdowns, chegou ao Super Bowl XL e foi MVP da liga. Temporada dos sonhos. E no ano em que Alexander se tornou capa do Madden, quebrou o pé na semana 10 em 2007, anotando apenas 7 touchdowns. Foi dispensado dois anos depois.

Maldição 06 x 03 Jogadores

 

 

 

Madden 08 Maldição do Madden

Jogador: Vince Young

Clube: Tennessee Titans

Posição: Quarterback

Vince Young estrelou o Madden apenas no segundo ano de carreira na NFL. No final do que parecia ser uma temporada sem maiores problemas, Young sofreu um estiramento no quádriceps que o forçou a não terminar a temporada regular.

OBS IMPORTANTE: Em 2008 foi lançada uma versão em espanhol da franquia com o DE Luis Castillo, ex-San Diego Chargers, na capa. O resultado? Também não terminou a temporada. Após 10 jogos disputados, Castillo sofreu uma lesão no joelho que o obrigou a se afastar dos campos. Mas não vamos contabiliza-lo.

Maldição 07 x 03 Jogadores

 

 

 

 

 

 

Madden 09 Maldição do Madden

Jogador: Brett Favre

Clube: Green Bay Packers – New York Jets

Posição: Quarterback

Em celebração aos vinte anos da franquia, o jogo decidiu homenagear o então aposentado, não dando assim espaço para que nada referente a maldição possa acontecer. Dias após o lançamento do Madden 09, com Favre no uniforme dos Packers, o QB decide que ainda tem lenha na fogueira para queimar e assina com o New York Jets. Essa incoerência capa/realidade não afeta em nada o rendimento de Favre, que tem uma passagem considerada regular com os Jets.

Maldição 07 x 04 Jogadores

 

 

 

 

 

Madden 10 Maldição do Madden

Jogadores: Troy Polamalu e Larry Fitzgerald

Clubes: Pittsburgh Steelers e Arizona Cardinals

Posição: Safety e Wide Receiver

Após o épico Super Bowl XLIII, nada mais justo que homenagear os times na capa do principal jogo de futebol americano. Na temporada de 2010, Fitzgerald obteve números só um pouquinho abaixo das estatísticas do ano passado. O que pode ser justificável pela troca de quarterback em Arizona, já que Kurt Warner deixou o time. Já Polamalu não teve a mesma sorte. Logo na primeira semana estirou o ligamento colateral médio e perdeu 4 partidas. 3 jogos após voltar aos campos, torceu o ligamento cruzado posterior e ficou de fora de quase todo o resto da temporada. Foram 11 partidas fora por lesão. Os Steelers terminaram o ano com um 9-7 e não foram aos playoffs.

Uma pontuação para cada lado.

Maldição 08 x 05 Jogadores

 

 

Madden 11 Maldição do Madden

Jogador: Drew Brees

Clube: New Orleans Saints

Posição: Quarterback

Drew Brees chegava até o momento como MVP do Super Bowl XLIV, vencendo o imparável Indianápolis Colts, de Peyton Manning. Havia lançado para 4388 jardas e anotado 38 touchdowns. Excelentes números! Mas na temporada de 2010, Brees dobrou o seu número de interceptações, de 11 para 22, e foi eliminado na primeira fase dos playoffs contra o Seattle Seahawks que havia sido o primeiro time na história a ir para a pós-temporada com um recorde negativo de 7 vitórias e 9 derrotas. O gosto amargo na boca do torcedor de Nova Orleans é atribuído a capa do Madden. Justo ou não, ponto para a maldição.

Maldição 09 x 05 Jogadores

 

 

 

 

Madden 12 Maldição do Madden

Jogador: Peyton Hillis

Clube: Cleveland Browns

Posição: Running Back

Na temporada anterior a capa, Hills correu 270 vezes para 1177 jardas e 11 touchdowns. Números muito bons para um running back. Mas nesse ano começou a ser usada a votação popular para definir o modelo do Madden. Curiosamente, Peyton Hillis desbancou Ray Rice, Matt Ryan, Michael Vick e Aaron Rodgers para ser a estrela do jogo. Durante a temporada de 2012, Hillis sofreu com pequenas lesões como garganta inflamada e estiramentos na coxa. Correu pouco mais de 500 jardas.

Maldição 10 x 05 Jogadores

 

 

Madden 13 Maldição do Madden

Jogador: Calvin Johnson (Megatron)

Clube: Detroit Lions

Posição: Wide Receiver

Calvin Johnson honrou o apelido de Megatron e deixou a maldição na saudade. Em 2012, superou o recorde de Jerry Rice em jardas recebidas com 1964. Calvin anotou 5 touchdowns e igualou a marca de 11 jogos com mais de 100 jardas aéreas recebidas em uma única temporada regular.

Merecia até uma pontuação dupla.

Maldição 10 x 06 Jogadores

 

 

 

 

 

Madden 25 Maldição do Madden

Jogador: Adrian Peterson

Clube: Minnesota Vikings

Posição: Running Back

Peterson obteve ótimos números na temporada prévia a capa do Madden, com mais de 2.000 jardas e sendo coroado como MVP da NFL. Porém, nem tudo são flores. Durante a temporada em que esteve na capa do jogo, Peterson sofreu várias lesões no pé que prejudicaram muito seu rendimento. Os Vikings tiveram 5 vitórias, 10 derrotas e 1 empate nessa temporada.

Maldição 11 x 06 Jogadores

 

 

 

 

Madden 15 Maldição do Madden

Jogador: Richard Sherman

Clube: Seattle Seahawks

Posição: Cornerback

Richard Sherman sambou na cara da maldição. Na temporada anterior, Sherman foi líder da liga com 8 interceptações e conquistou o Super Bowl XLVIII de forma contundente ao anular por completo e vencer o Denver Broncos por 43 a 8. Ao ser capa do Madden, Sherman afirmou que não acreditava em maldições, mas sim em Deus. E parece que deu certo. O cornerback continuou doutrinando na secundária e chegou ao Super Bowl XLIX, perdendo para os Patriots de Brady.

Maldição 11 x 07 Jogadores

 

 

 

 

Madden 16 Maldição do Madden

Jogador: Odell Beckham Jr

Clube: New York Giants

Posição: Wide Receiver

Logo em sua primeira temporada, OBJ anotou 1.305 jardas e marcou 12 touchdowns. Sem falar naquela recepção milagrosa de uma mão contra os Cowboys. Na temporada como capa do Madden, Beckham melhorou seus números. Foram 1.450 jardas e 13 touchdowns. Não houve maldição para o número 13.

Maldição 11 x 08 Jogadores

 

 

 

 

 

 

Madden 17 Maldição do Madden

Jogador: Rob Gronkowski

Clube: New England Patriots

Posição: Tight End

Melhor tight end da atualidade e discutivelmente da história, Rob Gronkowski sempre teve dificuldades em se manter saudável na NFL. No ano em que estrelou a capa do jogo, perdeu os dois primeiros jogos devido uma lesão na parte posterior da coxa. Voltou durante a temporada e produziu bem, até que na semana 10 contra os Seahawks, sofreu uma lesão no peito que o tirou do restante da temporada. Foi campeão do Super Bowl, mas ficou mais partidas fora dos gramados do que dentro.

Maldição 12 x 08 Jogadores

 

 

 

 

Madden 18 – GOAT EDITION Maldição do Madden

Jogador: Tom Brady

Clube: New England Patriots

Posição: Quarterback

Para os supersticiosos de plantão, Brady se lesionou gravemente apenas uma vez na carreira, numa num jogo de abertura contra os Chiefs. Coincidentemente, eles serão os nossos adversários na abertura desta temporada. Em tempos de capa do Madden, toda ligação é suspeita.

 

Somente o tempo dirá se a maldição pegará o quarterback. Mas se há alguém capaz de exorcizar essa lenda de uma vez por todas, esse alguém responde pelo nome de Thomas Edward Patrick Brady Jr. O nosso eterno camisa 12.

 

 


Acompanhe o Patriotas no twitter e receba notícias no momento em que elas acontecem.

One thought on “O que é a “Maldição do Madden”?

Deixe uma resposta