Tom Brady New England Patriots

Patriots perdem para os Texans, mas backfield é o grande destaque

O New England Patriots enfrentou o Houston Texans no segundo jogo da pré-temporada 2017. A partida acabou com vitória dos Texans por 27 x 23.

Como costumamos apontar, o resultado é o que menos importa nos amistosos que antecedem a temporada. O que conta é o desempenho individual dos atletas.

Nesse tema, podemos dizer que o grande destaque dos Patriots nessa derrota foi o backfield.

Patriots perdem para os Texans, mas backfield é o grande destaque

Pela primeira vez na pré-temporada pudemos acompanhar titulares em campo.

Poupados no confronto contra os Jaguars, Brady, Gronk, Gilmore foram alguns dos jogadores titulares utilizados no início da partida contra os Texans.

Ataque

Tom Brady conduziu com competência um drive de mais de 70 jardas que culminou com um touchdown dos Patriots, posteriormente sendo poupado do resto da partida.

A grande sensação dessa segunda partida, do ponto de vista dos  Patriots, foi o backfield.

Rex Burkhead e Dion Lewis participaram de muitos snaps ofensivos e mostraram que serão armas muito interessantes na temporada 2017.

Dion Lewis já havia tido grande carga de trabalho no jogo e estreia. Na partida contra os Texans, mostrou mais uma vez que está mais próximo do Lewis explosivo de 2015.

Já Burkhead fez sua estreia em 2017, deixando uma ótima impressão.

Apelidado de “Rex Woodhead”, em referência a Danny Woodhead, justificou a comparação por se mostrar uma ameaça tanto no jogo terrestre quanto recebendo passes.

Aliás, essa é uma característica do backfield 2017 dos Pats: atletas que são efetivos tanto no jogo terrestre quanto no jogo aéreo.

Considerando que temos um grupo de recebedores extremamente talentoso, o fato de os running backs mostrarem competência recebendo passes torna esse ataque ainda mais difícil de ser marcado.

Por falar em recebedores, Gronk entrou em campo pela primeira vez nesta temporada.

Muitos torcedores se assustaram com sua presença em campo, considerando o histórico de lesões do tight end.

No entanto, Gronkowski foi preservado, disputando apenas um número reduzido de snaps e sem correr rotas que o colocassem em perigo.

Após a participação de Brady, Jimmy Garropolo assumiu o ataque.

O quarterback não conseguiu ter a atuação livre de erros que demonstrou no jogo contra os Jaguars. Mesmo assim, apesar de alguns erros, Garoppolo mostrou equilíbrio e boas leituras, conduzindo um drive belo drive para touchown.

Texans
Brady e Garoppolo tiveram a maioria dos snaps contra os Texans

Defesa

A exemplo do ataque, a defesa contou com a participação de alguns titulares pela primeira vez.

Os cornerbacks Malcolm Butler e Stephon Gilmore fizeram suas estreias, e tiveram atuações contrastantes.

Gilmore não foi muito explorado, mas apresentou coberturas perfeitas nas jogadas em que foi exigido.

Já Butler cedeu duas recepções importantes, uma delas para touchdown. A impressão é de que Butler estava bem na cobertura, mas não demonstrou a ferocidade costumeira ao brigar pela bola.

Essa atuação, entretanto, não é ainda motivo para preocupação, já que se trata de um jogo de pré-temporada, onde a dedicação dos jogadores mais veteranos nem sempre é a ideal.

Ainda tratando da secundária, Cyrus Jones teve uma atuação positiva, e necessária considerando a péssima estreia contra os Jaguars.

Se como cornerback ele não foi perfeito, como retornador Cyrus mostrou flashes da explosão que era frequente quando jogava na Universidade de Alabama.

Foram dois retornos explosivos, que deram ótimas posições de campo aos Patriots. Tomara que essa trajetória de ascensão continue.

A defesa teve ainda mais duas boas notícias: Kony Ealy e Lawrence Guy.

Ealy teve uma offseason complicada, com especulações de que teria se desentendido com Bill Belichick sobre seu papel na defesa.

Após um jogo discreto contra os Jaguars, o defensive end se mostrou voluntarioso contra os Texans, se livrando com competência dos bloqueios e ajudando a defesa.

Já Guy, com um sack e um tackle atrás da linha de scrimmage, mostrou que pode contribuir no front seven dos Patriots.

Com a lesão de Derek Rivers, as boas atuações de Ealy e Guy dão um certo conforto aos torcedores dos Patriots com relação ao pass rush.

Texans
Malcolm Butler não estreou bem em 2017.

Times especiais

Mantendo as boas impressões da partida contra os Texans, os special teams dos Patriots produziram um dos destaques: o kicker Stephen Gostkowski.

Como temos dito no Patriotas, desde o erro na final da AFC de 2015, Gostkowski não tem sido o mesmo. Erros se acumularam, inclusive no último Super Bowl, levantando dúvidas dobre o kicker.

Contra os Texans, Gost acertou os 3 field goals que tentou, um deles de 51 jardas, mostrando a precisão com a qual nos acostumamos por tantos anos.

Destaques

Rex Burkhead (running back):: 7 corridas para 20 jardas; 3 recepções para 50 jardas e 1 TD.

Lawrence Guy (defensive lineman): 1 sack, 1 tackle atrás da linha de scrimmage.

Stephen Gostlowski (kicker): 3-3 field goals.

Texans
Rex Burkhead mostrou que o backfield dos Pats possui vários jogadores capazes de contribuir.

Os Patriots voltam a campo na próxima sexta-feira, quando visitam o Detroit Lions.

Tradicionalmente o terceiro jogo da pré-temoprada é o que conta com o maior número de snaps pelos titulares, então provavelmente veremos Brady e companhia em campo.

Traremos mais informações sobre essa partida durante a semana. Não deixe de acompanhar o Patriotas!

5 thoughts on “Patriots perdem para os Texans, mas backfield é o grande destaque

  1. Pergunta:
    O Felipe Von Zuben está mais depois da produção do RB Rex Burkhead conra o Houston Texans? pois eu me tranquilizei com o jogo do Dion Lewis.

  2. Pergunta:
    O Felipe Von Zuben está mais depois da produção do RB Rex Burkhead conra o Houston Texans? pois eu me tranquilizei com o jogo do Dion Lewis.

Deixe uma resposta