Sem Gronk, Edelman é a chave do ataque

Após a lesão de Gronk, muitos se perguntaram o que aconteceria com o ataque dos Patriots. Este agora pertence a Julian Edelman, o jogador é agora o foco do playcalling ofensivo.

Sem Gronk, Edelman é a chave do ataque

A maioria dos torcedores dos Patriots duvidou do futuro do ataque após a lesão de Gronk. Porém, a solução para manter o nível ofensivo e a preocupação das defesas com um único jogador está no roster, e se chama Julian Edelman.

A partir do momento em que Rob Gronkowski se machucou, o playcalling mudou. Olhando as partidas podemos perceber 2 tipos de chamadas envolvendo o wide receiver: jogadas chamadas para que as defesas escolham um cobertura especial por causa de sua presença e jogadas montadas especialmente para Julian mostrar seu talento e acabar com a defesa.

Estatisticamente falando:

Como prova de que Edelman cresce com Gronk fora, apenas precisamos ver o desempenho dele desde 2013 em jogos onde o tight end não jogou. Em 13 jogos que isto não aconteceu, Julian teve uma média de 11.4 targets. Já com Rob em campo, ele tem uma média de 9.5 targets, ou seja, sem Gronk ele “ganha” 2 targets e o papel de principal alvo do ataque. Nesta temporada não é diferente, nos três jogos sem o tight end: 49ers, Jets e Rams, Edelman teve 40 targets, 28% das suas 111 na temporada.

Edelman está tendo praticamente sua segunda melhor temporada da carreira, já que é muito difícil de ele bater 2013, quando ele recebeu 105 passes, 1056 jardas e 6 touchdowns. Após 12 jogos, ele está no ritmo para conseguir 96 recepções, 957 jardas e 3 TDs. Seria a segunda melhor temporada dele em recepções e a terceira em jardas. Com Gronk e Amendola fora, estes números podem aumentar. Edelman é o 7° em recepções em toda liga e o 3° dentro da AFC na temporada.

Brady costuma confiar em Edelman, principalmente, em 3ªs descidas e jogadas em que está sob pressão. Ele é o top receiver dos Pats em 3rd down, com 16 recpções para 205 jardas e 1 touchdown, além de ser o segundo jogador que mais conseguiu first downs no elenco, com 41, atrás de Blount que conquistou 54.

Os Patriots buscam ir a seu primeiro Super Bowl sem Gronk nos playoffs, no único ano que o tight end não se machucou os Pats conquistaram o campeonato, e Edelman é uma das grandes chaves para isto acontecer.

Deixe uma resposta