atlanta

A proteção contra o forte pass-rush de Atlanta

O Super Bowl está cada vez mais perto, desta vez, falaremos sobre um dos confrontos mais importantes da partida, a OL dos Pats contra o pass-rush de Atlanta. Confira:

A proteção de Brady contra o forte pass-rush de Atlanta

Finalmente, chegou a partida que nós torcedores mais esperamos em toda temporada, o Super Bowl.

No confronto contra os Falcons, é importantíssimo proteger Tom Brady. A OL dos Patriots teve um crescimento muito grande nesta temporada, já o pass-rush dos Falcons também foi muito forte, com destaque para Vic Beasley.

Esta disputa entre a forte OL Patriota e o pass-rush dos Falcons deve ser determinante na pontuação do ataque dos Pats.

Uma das esperanças de que nossa OL consegue segurar os Falcons aconteceu ainda nesta temporada.

Contra os Broncos

Quando se olhava o calendário, o jogo contra a forte defesa dos Broncos era um dos mais temidos, porém em campo não se viu tanta pressão em Brady quanto se previa. Von Miller, algoz de todos no AFCCG de 2015, foi anulado por Marcus Cannon e os Pats venceram com facilidade por 16 x 3.

O matchup

O pass-rush dos Falcons é o 12° de toda liga, já o pass-blocking dos Pats é o 8°, segundo o Pro Football Focus.

Os Falcons mandam muitas blitzes, porém não são bons as disfarçando. Isso pode facilitar a identificação de Brady para abusar de passes curtos, ainda mais com o fato da maioria dessas blitzes serem utilizando coberturas homem a homem no resto do campo.

A boa atuação de Brady contra a blitz deve diminuir bastante o uso dessas jogadas no playbook de Atlanta, além da atuação da defesa quando mandam apenas 4 jogadores na pressão também ser boa. Nestas situações, cedem apenas 6.4 jardas por tentativa, 3ª melhor marca da NFL.

A OL, deixando Brady confortável, pode conseguir uma grande vantagem para os Pats. Brady é um dos QBs com menor média de tempo do snap ao passe em toda NFL, o que faz com que a OL não precise ser perfeita e sim segurar a defesa por cerca de 2.5 segundos.

Algo que não pode acontecer é o que houve contra os Texans, quando a pressão pelo meio complicou a atuação de Brady. Nestes tipos de jogos, o pass-rush se torna diferencial até quando não há pressão em determinada jogada, acelerando a mecânica e causando escolhas ruins do QB. Um exemplo disso aconteceu no Super Bowl XLIX, em que Brady foi muito pressionado, esta pressão gerou a interceptação de Brady para Jeremy Lane na redzone, em uma má escolha do QB.

Dante Scarnecchia também é um dos motivos para acreditar na vantagem da OL neste confronto.

Confronto-Chave:

Vic Beasley vs Cannon/Mason

Por ser um LB pass rusher de strong side, Vic Beasley deve atacar os Pats pelo lado mais forte de nossa OL, o lado em que estão Mason e Cannon, ranqueados como melhores da posição desde a bye week. Os Patriots devem dobrar ele quando alinhar-se com Mason, porém deve confiar na individualidade de Cannon quando ele alinhar por ali.

Deixe uma resposta