2016: o ano ao contrário dos Patriots

O ano de 2016 vem sendo, de uma certa forma, “ao contrário” para os Patriots, já que temos diversas surpresas negativas e positivas em relação aos jogadores e setores.

2016: o ano ao contrário nos Patriots

Antes do início de cada temporada, é comum diversos sites fazerem projeções de jogadores. E aqueles que se destacaram no ano anterior, costumam serem os mais bem avaliados.

Com isso, já chegamos no primeiro fato “ao contrário”, com os atletas e setores que estão fazendo o inverso do esperado, só que negativamente. Eles são:

DE Jabaal Sheard – Vindo de sua melhor temporada da carreira, Sheard era a maior esperança para o pass rush. Ainda pelo fato de estar jogando no seu último ano de contrato, era esperado que o defensive end fizesse uma temporada dos sonhos. Porém, na realidade, Sheard vem tendo um 2016 de se esquecer, com apenas 3.5 sacks (49°da liga). Jabaal agora amarga a reserva.

WR Danny Amendola – Mesmo tendo passado a pré-temporada na PUP List, esperávamos mais atuações convincentes de Dola. O recebedor pouco apareceu até agora. Não sabemos se é uma estratégia de preservá-lo para os playoffs, contudo, queremos vê-lo mais.

WR Malcolm Mitchell – Com uma ótima offseason, Mitchell chegou a ser cogitado para ser um dos principais receivers dos Patriots para 2016. Porém, na “hora do vamos ver”, Malcolm pouco apareceu, e ainda não recebeu nenhum passe para touchdown.

CB Cyrus Jones – Outro calouro que foi bem na offseason. Muitos previam que Jones seria o CB #3 de New England, todavia, o que se viu foi um rookie perdido em campo, que acabou sendo inativo três semanas seguidas por opção técnica. Hoje, a impressão é de uma escolha jogada fora.

SS Jordan Richards – Alguém já viu esse ser em campo em 2016? Richards está muito sumido. Entrando no segundo ano de NFL, esperávamos que ele já evolui-se, mas o que vimos foi um regresso. Outro sentimento de escolha jogada fora.

LB Shea McClellin – Contratado na free agency, o ex-Bears é outro pouco visto no gramado. Apenas na semana passada, contra os Seahawks, percebemos que “ele existe”, quando bloqueou um extra point.

Pass Rush – Ele é simplesmente inexistente. O Patriots de 2016 ainda não mostrou que tem um grupo para pressionar o quarterback adversário. Caso ele não melhore, adeus chances de Super Bowl.

Patriots

E as surpresas positivas?

Não são só decepções que estão ocorrendo em 2016, pelo contrário, temos vários jogadores e grupos calando os críticos. Veja quem são:

RB LeGarrette Blount – Matt Forte, Lamar Miller, Doug Martin, C.J. Anderson…essas são só algumas das opções que os Patriots tinham na free agency. Porém, Belichick resolveu dar um voto de confiança a Blount, e acertou em cheio. O búfalo está no seu melhor ano da carreira, e deverá bater o recorde da franquia de mais touchdowns em uma temporada. É o novo xodó da torcida.

OT Marcus Cannon – Admita, você está queimando sua boca com o Cannon. Não sei o que Dante Scarnecchia fez, mas esse Marcus não é o mesmo da final de conferência contra os Broncos. Cannon é nosso RT titular, e estou feliz com isso. O mundo dá voltas.

LB Elandon Roberts – Um “ninguém” escolha de sexto round até os últimos jogos da pré-temporada. Roberts foi mostrando seu valor ao time e a Bill Belichick, e agora já é titular do front seven de New England.

Linha Ofensiva – Nossa maior preocupação para a temporada, principalmente, por não ter reforçado o esperado. Como disse com Cannon, eu não sei o que Dante Scarnecchia fez, mas merece mil aplausos.

Running Backs – Temos jogo corrido em 2016! Blount, como já disse, está voando. James White vem muito bem recebendo passes vindos do backfield. E ainda tem Dion Lewis para voltar…

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 2 comentários

  1. Ótimo texto. Parabéns pelo trabalho de vocês.

    1. Muito obrigado!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.