5 jogadores que entrarão pressionados no training camp

training camp

Felizmente, a offseason da NFL está chegando em sua reta final. Em julho, o ápice dos treinos ocorrerá, com o training camp 2018 marcado para o fim do mês.

Saiba agora quais jogadores entrarão sob pressão na preparação final para a temporada.

5 jogadores que entrarão pressionados no training camp

CB Cyrus Jones

Resultado de imagem para cyrus jones patriots

Não é segredo para ninguém que a permanência de Cyrus Jones nos Patriots está com dias contados. A primeira escolha do time no Draft 2016 passa longe de ser um nome confiável para a torcida.

Em sua temporada de calouro, Jones viveu um pesadelo devido aos diversos erros em retornos de punt/kickoff. Ao todo, ele cometeu 5 fumbles. Na defesa, Cyrus também deixou a desejar, sendo queimado frequentemente para perda de inúmeras jardas.

No ano passado, o jogador não teve chance de “dar a volta por cima”. Jones foi posto na Injured Reserve ainda na pré-temporada, após romper os ligamentos do joelho.

Sendo assim, depois de dois anos improdutivos, somado à intensa disputa na posição de cornerback, o agora terceiroanista entrará com a corda no pescoço.

LB Elandon Roberts

Resultado de imagem para elandon roberts patriots

Mais um draftado em 2016 sob pressão no training camp. Escolhido na sexta rodada, Elandon Roberts finalizou a temporada 2017 sendo alvo de críticas por parte da torcida Patriota.

O camisa 52 sempre foi reconhecido pela solidez na defesa contra o jogo terrestre e deficiência na cobertura do passe, e isso foi o suficiente para cavar uma vaga no elenco. Contudo, com a liga se tornando – cada vez mais – voltada para o passe e a escassez na posição após a lesão de Dont’a Hightower, Roberts sofreu bastante em 2017.

No Draft 2018, New England reforçou duplamente o grupo de LBs, trazendo Ja’Whaun Bentley e Christian Sam. Com isso, Elandon precisará evoluir seu jogo caso tenha pretensão de ficar no time.

QB Brian Hoyer

Resultado de imagem para brian hoyer patriots

Mesmo com duas escolhas na primeira rodada no Draft 2018, os Patriots não as utilizaram em um quarterback, o que – teoricamente – faria Brian Hoyer ser dispensado ao fim da offseason. No entanto, na sétima rodada, Bill Belichick selecionou o QB Danny Etling, tirando a garantia de Hoyer de presença no elenco para a disputa da temporada.

Evidentemente, uma escolha de sétima rodada não tem o mesmo peso que uma de primeira, todavia, Etling tem quase 10 anos a menos que Brian, e a chance (mesmo que pequena) de ser o substituto de Tom Brady, fato que nem entra em cogitação para o veterano.

Portanto, é melhor Hoyer ficar esperto e não vacilar, caso contrário, o novato será o reserva de Brady.

RB Mike Gillislee

Resultado de imagem para mike gillislee patriots

Contratado e apontado para running back número 1 na temporada passada, Mike Gillislee teve um início estrelar pelos Patriots, computando três touchdowns na abertura da temporada contra o Kansas City Chiefs.

Entretanto, o jogador não conseguiu manter o nível e finalizou 2017 em baixa e inativo por opção técnica. O que pesou contra o camisa 35 foi sua falta de versatilidade, pois apesar de ir bem no jogo corrido, ele era praticamente nulo no ataque aéreo.

Nesta offseason, os Pats perderam Dion Lewis, principal RB da equipe. Em compensação, trouxeram Sony Michel – já garantido no elenco -, Ralph Webb e Jeremy Hill. Dessa forma, será uma disputa difícil para Gillislee.

Além do mais, se for dispensado, ele liberará pouco mais de $2M no salary cap, quantia muito superior a dos concorrentes.

S Jordan Richards

Resultado de imagem para jordan richards patriots

Possivelmente, Jordan Richards é o jogador mais cornetado pelos fãs dos Pats. A pífia atuação do jogador no Super Bowl LII ainda não foi digerida pela maioria.

Draftado na segunda rodada em 2015, sendo considerado um reach, Richards nunca demonstrou valer o preço pago por ele. Longe disso. Alvo dos quarterback adversários, a disparidade dele para seus companheiros de posição, Devin McCourty, Duron Harmon e Patrick Chung, é gritante.

Três chances já foram dadas ao aluno de Stanford, mas a quarta é uma incógnita. O que ainda “salva” Richards é a baixa competitividade do grupo quando comparado a outros no elenco.

Caso permaneça, esperamos que seja um atleta completamente diferente do que já vimos.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.