A ascensão de Rhamondre Stevenson

Um dos nomes mais certos do draft dos Pats era do RB Rhamondre Stevenson. O projeto dos Sooners foi escolhido no quarto round, na pick 120, e já tinha mostrado talento no College Football. Após um início conturbado a ascensão de Rhamondre Stevenson é maior a cada jogo.

Instagram Fã Clube Patriotas

O rookie esteve na “casinha do cachorro”

De fato não é fácil ser um novato em New England, ainda mais se você comete erros quando Belichick lhe oferece oportunidades para jogar.

Isso certamente se comprovou com Stevenson logo de cara. Na semana 1 o jovem tocou na bola apenas duas vezes, mas sofreu um fumble.

Após a falha o camisa 38 ficou de fora das 3 partidas que sucederam o turnover, sendo colocado pelo treinador na “casinha do cachorro”.

A situação decerto enlouqueceu a torcida, que sempre vislumbrou em Stevenson um potencial muito grande devido ao seu talento.

No entanto – gostemos ou não – a prática é comum com Belichick, que manteve o hoje titular Damien Harris longe da bola em sua primeira temporada.

Em 2019 o camisa 37 só apareceu em duas partidas, carregando a bola apenas 4 vezes naquela season, mesmo num ataque pouco efetivo correndo.

Com toda a certeza podemos questionar as manias de Belichick, no entanto uma coisa é certa: as peculiaridades do treinador surtem efeito.

Stevenson cresceu muito após voltar ao time

Rhamondre Stevenson appreciates support he's received from Patriots of  present and past

“O tempo é o melhor remédio”, já aconselha o dito popular. Para Stevenson decerto isso se comprovou ao longo da atual temporada.

Após receber seu “castigo” o camisa 38 passou a ter mais volume na semana 9, quando New England encarou o forte front 7 dos Panthers.

Com Harris sofrendo para correr naquele dia, Stevenson deu o tom do jogo terrestre na segunda etapa, além de brilhar também com as mãos.

Naquela tarde o rookie conseguiu 62 jardas corridas (com 6,2 jardas por carregada) e também recebeu 2 passes para 44 jardas.

As 106 jardas totais do novato auxiliaram o ataque a andar contra Carolina, numa tarde em que Mac Jones acabou não conseguindo ser tão efetivo.

Dessa forma deu-se início a ascensão de Stevenson, que na semana seguinte foi titular contra os Browns, aproveitando-se de uma lesão de Harris.

Esse duelo marcou decerto mais uma batalha contra um bom front 7 e novamente Stevenson brilhou, com 100 jardas corridas e 2 TDs.

Se solidificando no backfield de New England, o camisa 38 acumulou 277 jardas nas últimas 4 partidas, com uma média absurda de 5,4 jardas por carregada.

Ao todo Stevenson soma 351 jardas corridas na temporada. Com média de 4,6 jardas por carrega, número superior ao do titular que apresenta 4,2 a cada corrida.

Decerto o rookie ainda será muito útil na temporada, dividindo snaps com Harris e dando muito trabalho as defesas rivais, que lutarão a fim de parar dois ótimos RBs.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.