Adeus, e obrigado, Vince Wilfork

O New England Patriots, assim como os demais times da NFL, deve se adequar ao teto salarial para a temporada 2015 até o próximo dia 10 de março. Até ontem, o time estava aproximadamente U$ 12 milhões acima do cap, e invariavelmente mudanças deveriam ser feitas no elenco para que a equipe estivesse de acordo com o teto salarial.

Muito se falou nos últimos dias na possibilidade de os Patriots dispensarem o defensive tackle Vince Wilfork, já que, se o time realizasse a opção de estender seu contrato para a temporada 2015, “Big Vince” contaria U$ 8.9 milhões contra o cap.

Por mais que essa escolha fosse previsível, agora que ela ocorreu a sensação entre muitos torcedores dos Patriots (incluindo esse que vos escreve) é de profunda tristeza.

Vince Wilfork foi draftado pelos Patriots na primeira rodada do draft de 2004, e logo em seu primeiro ano na liga ajudou o time a conquistar seu terceiro troféu de Super Bowl.

Durante os quase 12 anos que esteve em New England, Wilfork foi um dos jogadores mais talentosos da NFL em sua posição. Quase sempre as linhas ofensivas dedicavam dois jogadores a parar Wilfork, tamanha sua força e explosão, e mesmo assim muitas vezes Vince causava estragos no jogo terrestre adversário.

Além disso, Wilfork sempre foi um dos jogadores mais respeitados no vestiário. Exemplo de dedicação e profissionalismo, “Big Vince” era constantemente referido por seus colegas mais jovens como um pai, um tutor que aconselhava e ajudava no desenvolvimento.

Infelizmente a NFL é antes de tudo um negócio, e as equipes devem tomar decisões baseadas na razão, não na emoção. Assim, do ponto de vista gerencial, a escolha faz sentido, já que Wilfork já está com 33 anos de idade e teria um enorme impacto no teto salarial da equipe.

No entanto, o que nos cativa na NFL não é o lado racional, econômico, mas a emoção de ver nossos ídolos em ação. Por isso, por mais que se compreenda a decisão, a sensação será de tristeza.

Quis o destino, felizmente, que Vince Wilfork terminasse sua vida em New England da mesma forma que começou: com um título de Super Bowl. Despedida em grande estilo, sem dúvida merecida.

Como torcedores, podemos nos agarrar à remota possibilidade de que Wilfork não receba nenhuma proposta tentadora de outro time da NFL e aceite voltar aos Patriots por um ano ou dois com um salário reduzido.

Além disso, torçamos ainda para que o alívio no teto salarial seja utilizado para manter Darrelle Revis e Devin McCourty na equipe para as próximas temporadas.

Enquanto isso, nada resta a dizer a não ser muito obrigado, Vince Wilfork, por ter defendido as cores do New England Patriots de forma exemplar por tanto tempo. Você jamais será esquecido!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 3 comentários

  1. Caraca, essa notícia me pegou de surpresa, sempre gostei do Wilfork ( o nosso querido vontade de garfo kkkk) vai deixar saudades. Espero que possamos ajeitar a nossa defesa com alguém do nível dele, e apenas para comentar que acho muito difícil Revis ficar. Mas fica aqui o meu agradecimento pela dedicação do Vince e tudo de bom pra ele.

  2. Infelizmente já esperava algo como isso, vou sentir saudades de Big Vince! Será que o Mayo sai também?

    1. Estamos todos tristes com a notícia Paulo… sobre o Mayo, não se assuste caso acontecer! Tomara que não 🙂

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.