Afinal, o que os Patriots enxergam no QB Jarrett Stidham?

Jarrett Stidham

Para a surpresa da maioria dos torcedores e analistas dos Patriots, o time decidiu não selecionar nenhum quarterback no Draft 2020, um claro indicativo de que a equipe planeja ter Jarrett Stidham como titular nesta temporada. Mas, afinal, o que fez o camisa 4 ganhar o respaldo dos Patriots?

Afinal, o que os Patriots enxergam no QB Jarrett Stidham?

Para entender essa “confiança” depositada no jovem, é preciso voltar para o primórdio, lá no momento em que ele foi draftado. Selecionado na quarta rodada, Stidham era na verdade cotado para sair na primeira noite do Draft, se não fosse uma temporada bem abaixo da média no seu último ano do college, que o fez despencar no board.

Na entrevista pós-Draft 2019, o GM “de facto” dos Patriots, Nick Caserio, proferiu as primeiras palavras de New England sobre Stidham:

“Ele é um jogador inteligente que cuida bem da bola e tem uma boa força no braço.”

Primeiro quarterback escolhido pelos Patriots desde 2016, perdoe-me Danny Etling, Stidham foi um dos destaques do minicamp, um dos treinos iniciais da offseason, já claramente à frente de Etling como terceiro quarterback no depth chart. Entretanto, neste momento, para muitos esse era o “teto” do ainda camisa 58, já que destronar Brian Hoyer para o posto de reserva imediato de Tom Brady era uma tarefa muito mais difícil. Mas ele não se deu por vencido.

Evoluindo a cada dia, Stidham novamente chamou bastante atenção, agora no training camp, período de treinos mais esperado da offseason. Porém, foi na pré-temporada que Jarrett se consagrou, na qual foi considerada a melhor de um quarterback calouro na Era Belichick. No geral, ele acertou 61/90 passes para 731 jardas, 4 touchdowns e 1 interceptação.

Com um belo desempenho e flashes de talento natural, Stidham venceu a batalha contra Hoyer e garantiu o posto de backup de Brady, marcando assim o primeiro voto de confiança da comissão técnica nele.

Rise of Patriots rookie Jarrett Stidham makes Brian Hoyer expendable
Além de um ótimo braço e cuidar bem da bola, Jarrett Stidham tem a mobilidade como um atributo secundário do seu jogo. Caso precise, ele poderá “resolver com as pernas”.

A partir deste momento é preciso fazer uma pausa na trajetória de Stidham, já que com o início da temporada regular os treinos não são mais liberados para a imprensa e, com isso, não havia mais como serem divulgadas informações sobre seu desempenho. Portanto, tudo que vimos de Jarrett Stidham de setembro até hoje foi a pick-six lançada contra os Jets. E talvez por isso há tanto pé atrás da torcida com ele.

No entanto, embora os jornalistas não pudessem acompanhar os treinos, existiam outras testemunhas: os jogadores. E nada melhor para falar sobre ele do que os atletas da secundária que o enfrentavam todo dia, não é mesmo? Ao ser questionado sobre Stidham, o capitão e ídolo Devin McCourty respondeu o seguinte:

“Para mim, a melhor coisa para Stidham foi que ele tinha que enfrentar nossa defesa toda semana. Eu amo seu comportamento. Às vezes eu fingia uma blitz e a gente fazia contato visual e ele começava a sorrir e rir. Para mim, houve semanas que ele estava perfeito. E essas eram nossas melhores semanas como defesa, muito por causa que Stidham nos engolia nos treinos anteriores aos jogos, e eu acho que isso nos colocava mais pressão. Então eu realmente admiro o quanto duro ele trabalha, e eu também o conheci fora do campo. Ele realmente é um ótimo garoto. Jovem, mas maduro. Já é casado. Eu acho que os Stidhams vão ficar em New England por muito tempo.”

Além dos inúmeros elogios de D-Mac, Stidham também foi enaltecido por Stephon Gilmore, simplesmente o Jogador Defensivo do Ano:

“Ele veio, trabalhou duro e ficou melhor e melhor no decorrer do ano. Ele tem um braço forte. Ele lança alguns passes difíceis. Definitivamente me dificultou nos treinos em cada e toda semana, independente de quem eu estava marcando, fazendo ótimos passes. Isso me ajudou a melhorar nos treinos e ficar pronto para os jogos.”

Vale ressaltar que devido às lesões que Brady teve que lidar ano passado, o que o fez perder diversos treinos, Stidham em muitas ocasiões não serviu apenas como quarterback do scout team, mas como também do ataque principal. E pelo o que seus companheiros disseram, ele deu conta do recado, mesmo enfrentando a melhor defesa da NFL em 2019.

Todavia, como disse Didi: “treino é treino, jogo é jogo”. E a verdade é que apesar das ótimas referências que Stidham carrega, inclusive sendo internamente bastante elogiado pela comissão técnica, nós só saberemos do que ele é realmente capaz quando a bola oval voar em setembro.

Contudo, está mais do que evidente que Jarrett Stidham é atualmente a principal opção de New England para substituir o insubstituível Tom Brady, e o Draft foi a grande prova disso, além do fato do time não ter espaço no salary cap para trazer basicamente ninguém e da dificuldade que um hipotético contratado teria para se adaptar ao sistema da equipe devido às limitações impostas pelo coronavírus.

Destarte, é isso que os Patriots enxergam no camisa 4: diante das circunstâncias, a melhor aposta para ter sucesso na temporada 2020.


Acompanhe o Patriotas no Instagram!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 6 comentários

  1. Concordo, Stidham já está entrosado com a equipe, trazer um novo QB em meio à crise do corona vírus no qual não teria contato e entrosamento seria arriscado, melhor confiar no da casa.

  2. Go Pats!

  3. Vc está me fazendo sonhar rapaz!!!

  4. Claramente a melhor opção frente a situação que estamos passando. Já conhecemos e é conhecido, entrosamento vai contar muito em setembo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.