Análise: Patriots 33 x 16 Titans

Pela semana 15 da temporada regular da NFL, o New England Patriots recebeu o Tennessee Titans no Gillette Stadium e, como todos esperavam, conseguiu uma vitória tranquila por 33 x 16.

Mesmo com vitória dos Patriots e tropeços adversários, a tarde só não foi ideal porque a bruxa voltou a atacar, e três importantes jogadores saíram de campo lesionados.

Análise: Patriots 33 x 16 Titans

Ataque

O ataque dos Patriots teve um primeiro tempo dominante. Foram 27 pontos marcados antes do intervalo, o que praticamente sacramentou a vitória.

Tom Brady fez uma boa partida, terminando com 23/35, 267 jardas e 2 touchdowns. Dessa vez, seus recebedores não lhe deixaram na mão como vinha acontecendo, e não tivemos a chuva de drops das últimas semanas.

A principal redenção foi a de Brandon LaFell.

Muito criticado nas últimas partidas por soltar bolas fáceis, LaFell foi um alvo confiável contra os Titans, segurando 4 passes para 88 jardas.

Rob Gronkowski não teve números espetaculares, mas, como de costume, apareceu em conversões importantes e foi a força que dele se espera na redzone. Gronk finalizou a partida com 5 recepções para 54 jardas e 1 touchdown.

O ataque terrestre não brilhou, totalizando 93 jardas na partida (o que, para os padrões dos Patriots nesta temporada, não é ruim).

O destaque foi o fullback Joey Iosefa.

Recém-chegado, Iosefa não só foi ativado para o jogo como a ele foram dados vários snaps na posição de running back. Iosefa conseguiu 51 jardas em 14 corridas, com destaque para o atropelamento que cometeu sobre o cornerback Coty Sensabaugh, dos Titans.

James White também brilhou, mas não correndo com a bola. Com as corridas divididas entre Brandon Bolden e Iosefa, White foi utilizado principalmente em situações de passe e não decepcionou, anotando 7 recepções para 71 jardas e 1 touchdown.

Patriots 33 x 16 Titans
Rob Gronkowski dedicou seu TD ao amigo que faleceu na última semana.

Defesa

A defesa dos Patriots fez mais uma excelente partida. Não tão perfeita quanto na última semana, já que alguns problemas puderam ser detectados.

O front 7 continua voando. Foram 5 sacks e muita pressão sobre os quarterbacks dos Titans (Marcus Mariota sentiu uma lesão no joelho ainda no 1º tempo e deu lugar a Zach Mettenberger).

Chandler Jones acordou do sono da semana 14 e conseguiu dois sacks, sendo um deles um strip sack que resultou no touchdown de Akiem Hicks. Hicks conseguiu, além do touchdown, um sack na partida.

Por boa parte do jogo tivemos a tão sonhada contribuição do nosso trio de linebackers: Hightower, Collins e Mayo.

Os três jogadores revezaram-se nas funções de linebacker, com Hightower claramente tendo seu número de snaps limitado. Mesmo assim, Hightower saiu contundido no segundo tempo após aparentemente lesionar o mesmo joelho que lhe tirou de algumas partidas. Tomara que não seja nada grave.

Nossos cornerbacks tiveram tardes opostas.

Malcom Butler foi uma força, cedendo apenas 2 decepções de 4 bolas lançadas em sua direção para 12 jardas e 1 interceptação. A performance lhe rendeu a melhor nota entre todos os cornerbacks avaliados pelo Pro Football Focus na semana 15.

Já Logan Ryan não conseguiu repetir o altíssimo nível das suas atuações nas últimas semanas. Ryan sofreu contra o calouro Dorial Green-Beckham. No total, o #26 dos Patriots cedeu 5 recepções em 8 bolas lançadas sob sua marcação para 101 jardas.

A infeliz tarde de Ryan, no entanto, não chegou a ameaçar a vitória dos Patriots, que tiveram uma performance defensiva muito sólida no geral, e, como virou rotina nessa temporada, cederam muitas jardas depois que o jogo já estava decidido.

A secundária não saiu ilesa da onda de lesões, e o safety Patrick Chung deixou o campo contundido. Se a lesão for séria, será um duro golpe nos Patriots, já que Chung está fazendo uma temporada sensacional este ano.

Patriots 33 x 16 Titans
Chandler Jones foi um monstro. O DE conseguiu 2 sacks.

Special Teams

A seção das análises dedicadas aos times especiais era esporádica, só aparecia quando havia alguma jogada excelente ou um erro grave que justificasse sua presença.

Bom, parece que agora será uma seção definitiva, e infelizmente por conta de erros.

Pelo quarto jogo consecutivo, os Patriots cometeram um fumble em um retorno. Dessa vez, o responsável foi Danny Amendola.

Como falamos no último podcast, os retornadores precisam ter a noção de quando podem retornar e, se assim escolherem, a obrigação de em primeiro lugar manter a posse da bola.

Do jeito que estamos, já há quem peça que não haja mais retornos, que os jogadores peçam a partir de agora fair catch em todo punt. A medida é um pouco drástica, de fato, mas depois de quatro jogos consecutivos com erros desse calibre, é até compreensível.

Os playoffs estão logo ali na esquina, e falhas assim podem significar uma eliminação precoce.

Patriots 33 x 16 Titans
O fumble, dessa vez, foi de Danny Amendola.

DESTAQUES

James White (running back): 7 recepções para 71 jardas e 1 TD.

Joey Iosefa (fullback): 14 corridas para 51 jardas.

Malcom Butler (cornerback): cedeu apenas 2 recepções para 12 jardas e conseguiu 1 INT.

Chandler Jones (defensive end): 2 sacks, sendo um deles strip sack que resultou em TD.

Patriots 33 x 16 Titans
James White ajudou na função que era de Dion Lewis e teve sucesso.

First Downs: 17 (4 corridas / 12 passes / 1 faltas) | Terceira Descida: 7/16 (43%) | Total de Jardas: 346 (93 correndo / 253 passando) | Faltas: 5 (35 jardas) | Touchdowns: 3 (0 correndo / 2 passando / 1 retorno) | Field Goal: 4-5 (80%) | RedZone: 1/3 (33%) | Pontuação Final: 33 pontos | Tempo de Posse: 29:37 min.

Patriots 33 x 16 Titans
Malcolm Butler em sua interceptação na partida.

Além da importante vitória, tivemos mais uma ajuda na rodada. Os Steelers venceram os Broncos de virada, e com isso os Patriots já garantiram pelo menos a seed #2 da AFC e consequentemente a folga na primeira rodada dos playoffs.

Essa bye week é importantíssima, principalmente para recuperar o grande número de jogadores lesionados no elenco.

No próximo domingo, os Patriots viajarão até New Jersey para enfrentar os rivais do New York Jets. Será um jogo duríssimo, já que, além da rivalidade, os Jets estão firmes na briga por uma vaga de wild card e farão de tudo para vencer a partida.

Dependemos de mais uma vitória nos dois últimos jogos para garantir a seed #1 e o mando de campo nos playoffs. Além disso, uma vitória complicaria a vida dos Jets, e, em se tratando de talvez o maior rival dos Patriots, isso seria ótimo.

Na quarta voltaremos com todos os detalhes da vitória sobre os Titans, além de notícias sobre os jogadores lesionados.

Que venham os Jets!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 2 comentários

  1. Sempre que posto aqui faço questão de parabenizar vocês! Acompanho o site no mínimo de 30 em 30 minutos para saber de novos posts e novas noticias, Parabéns vocês são incríveis! Mas o meu comentário é sobre o Lafell, senti que nesse jogo ele foi utilizado de uma forma diferente, percorrendo rotas curtas pelo meio e passes curtos pela lateral, explorando a sua força física ao quebrar tackles e ganhar jardas apos a recepção. Acredito que essa seja a melhor forma de utilizá-lo, o que vocês acham? Abraços

    1. Primeiro muito obrigado Geraldo! Aproveito para lembrar que em nosso twitter as notícias são frenéticas! Vale a pena seguir!

      Sobre o LaFell, você tem razão. Semanas atrás falamos sobre isso no podcast. Vi um Patriots jogando com uma estratégia diferente. Os screen pass voltaram, rotas curtas. E realmente LaFell se deu melhor nestas condições. Vamos torcer para que continuem neste ritmo e forma de jogar!

      Abraços

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.