Análise: Patriots x Cardinals

Depois de longos 8 meses de vazio, finalmente a NFL está de volta! E para os torcedores de New England, nada melhor que começar a temporada com um grande jogo: Patriots x Cardinals!

Sem Tom Brady, o primeiro Sunday Night Football do ano era um jogo em grande parte dos torcedores contava com uma derrota. No entanto, os Patriots fizeram um grande jogo e conseguiram mostrar mais uma vez que não se deve duvidar dessa equipe.

Análise: Patriots x Cardinals

ATAQUE

Não se pode julgar um atleta, especialmente na posição de quarterback na NFL, por seu primeiro jogo como titular. No entanto, o que Jimmy Garoppolo fez em sua estreia, fora de casa, contra um dos melhores times da NFL, foi elogiável.

O primeiro quarto do jogo foi suficiente para afastar todos os medos e preocupações nascidos em cada torcedor Patriota tão logo foi confirmada a suspensão de Tom Brady. Garoppolo comportou-se como um bom quarterback da NFL: presença no pocket, boas leituras, movimentação para escapar da pressão e passes precisos.

Jimmy mostrou calma até em situações de grande pressão, como em uma conversão de 3ª para 15 jardas em que teve paciência suficiente para dar tempo a Danny Amendola para se livrar da marcação e conseguir uma bela jogada.

Nem tudo foi perfeito, já que Jimmy G. sofreu um fumble ao tentar se livrar da pressão. No entanto, a partida foi suficiente para praticamente garantir que Garoppolo não será o fator que levará os Patriots a derrotas nesses primeiros jogos.

O ataque dos Patriots funcionou tão dentro da normalidade que imediatamente houve um entrosamento entre o quarterback e Julian Edelman. Muito se falou que Edelman poderia não estar 100%, mas o wide receiver mostrou sua agilidade de sempre e trouxe para Garoppolo boa parte da ligação que tem com Brady.

Chris Hogan estreou bem oficialmente com a camisa dos Patriots. Foi para ele o único passe para touchdown de Garoppolo na partida, em um lance em que Hogan deu um baile no seu marcador na linha de scrimmage.

Sem Gronk, a maioria dos snaps na posição de tight end coube a outro estreante: Martellus Bennett. Marty, como o próprio jogador se intitula, não foi a arma esperada no jogo aéreo, tendo apenas 3 recepções para 14 jardas. No entanto, no jogo terrestre, Bennett foi uma potência nos bloqueios, ajudando demais as corridas, principalmente de LeGarrette Blount.

Por falar em Blount, se o jogador não foi estelar, foi bastante competente, conseguindo 70 jardas terrestres e um touchdown, no qual arrastou vários jogadores dos Cardinals por 4 jardas até entrar na endzone.

A linha ofensiva dos Patriots deixou os torcedores roendo as unhas antes da partida, com a notícia da ausência do left tackle Nate Solder.

Para surpresa de todos, o que se viu foi uma linha segura em quase toda a partida, conseguindo bons bloqueios no jogo terrestre e quase sempre dando tempo suficiente a Jimmy Garoppolo.

Uma jogada foi emblemática. Em uma recepção de Malcom Mitchell, os Cardinals mandaram pelo menos 6 jogadores para a blitz, mas a linha ofensiva conseguiu segurar e dar tempo para que Garoppolo encontrasse o wide receiver.

Cameron Fleming merece elogios. Apesar de ser right tackle, foi bastante seguro substituindo Solder do lado esquerdo da linha.

Patriots x Cardinals
Jimmy Garoppolo comandou bem o ataque dos Patriots.

DEFESA

Segurar o ataque dos Cardinals não é tarefa fácil. Trata-se simplesmente do melhor ataque de toda a liga na temporada 2015.

A missão não era fácil, mas foi cumprida satisfatoriamente pela defesa Patriota. Os Cardinals, que tiveram uma média de 30,6 pontos por jogo em 2015, foram limitados a 21 pontos. E isso contando que 14 foram anotados após turnovers dos Patriots, deixando a defesa em má situação de campo.

Os dois primeiros quartos foram quase perfeitos, limitando corridas e pressionando Carson Palmer, que foi sacado 3 vezes. No segundo tempo, com a defesa visivelmente cansada, Palmer teve tempo para achar seus recebedores.

Dois estreantes conseguiram sacks: Chris Long e Vincent Valentine.

David Johnson, um dos melhores running backs da liga, conseguiu 89 jardas, cabendo a ressalva de a maioria delas veio em duas corridas em que a defesa dos Patriots tinha o running back nas mãos mas não foi capaz de completar os tackles.

A secundária dos Patriots jogou bem principalmente enquanto o pass rush conseguiu ser produtivo, com Malcom Butler e Justin Coleman desviando passes em jogadas importantes.

O safety Devin McCourty fez uma ótima partida. D-Mac esteve por todo o campo e liderou o time em tackles com 8. Um deles, feito sobre o running back David Johnson, literalmente evitou um touchdown dos Cardinals.

Logan Ryan foi o destaque negativo. No segundo tempo, os Cardinals conseguiram marchar em direção à endzone Patriota principalmente com passes para o excelente Larry Fitzgerald, marcado por Ryan.

Apesar de o cornerback dos Patriots está sempre por perto, Fitz quase sempre conseguiu agarrar as bolas, e isso poderia ter custado a vitória caso o time de Arizona não tivesse errado o field gol nos instantes finais.

Um jogador que não teve o destaque esperado foi o linebacker Dont’a Hightower. Com apenas 1 tackle na partida, Hightower foi utilizado várias vezes no pass rush pelas extremidades da linha, sem sucesso.

Patriots x Cardinals
Devin McCourty foi um dos destaques da defesa.

TIMES ESPECIAIS

Após alguns erros nos amistosos, torcedores dos Patriots começaram a ficar com receios em relação ao kicker Stephen Gostkowski.

Ontem, o kicker mostrou porque é um dos melhores na posição em toda a liga. Foram 3 field gols certos, com destaque para um de 47 e um de 53 jardas.

Patriots x Cardinals
Stephen Gostkowski acertou todos os field gols que tentou.

DESTAQUES

Jimmy Garoppolo: 24/33, 264 jardas e 1 TD.

Julian Edelman: 7 recepções para 66 jardas.

Stephen Gostkowski: 3/3 field gols.

Devin McCourty: 8 tackles.

Patriots x Cardinals
Julian Edelman foi o alvo favorito de Garoppolo.

First Downs: 19 (7 corridas / 11 passes / 1 faltas) | Terceira Descida: 10/16 (62%) | Total de Jardas: 363 (106 correndo / 257 passando) | Faltas: 8 (69 jardas) | Touchdowns: 2 (1 correndo / 1 passando / 0 retorno) | Field Goal: 3-3 (100%) | RedZone: 1/2 (50%) | Pontuação Final: 23 pontos | Tempo de Posse: 33:59 min.

Patriots x Cardinals
A linha ofensiva, mesmo desfalcada, fez um bom trabalho sob o comando de Dante Scarnecchia.

No próximo domingo os Patriots receberão o Miami Dolphins no Gillette Stadium, no primeiro de três jogos consecutivos em casa.

Os Dolphins fizeram um jogo duro contra os Seahawks em Seattle e por pouco não saíram de campo vencedores. Portanto, certamente Bill Belichick fará com que seus jogadores levem muito a sério o confronto.

A vitória no jogo mais difícil dos quatro em que Brady estará ausentes não garante que os demais serão fáceis, mas a equipe mostrou que tem força suficiente para se impor em casa e derrotar os Dolphins.

Amanhã traremos mais detalhes da vitória na estreia no Podcast Patriotas, não deixe de conferir.

https://www.youtube.com/watch?v=OtoCwaeKb8o

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.