Análise: Patriots x Steelers

Muitos torcedores dos Patriots acharam que, pelo fato de os Steelers estarem sem seu quarterback digno de hall da fama, teríamos uma vitória tranquila. Isso apesar de algumas advertências, inclusive nossas, de que o jogo não seria fácil, afinal, é Patriots x Steelers.

Talvez o sucesso sem precedentes da franquia nos últimos anos tenha acostumado mal os fãs. NENHUMA equipe da NFL espera um jogo fácil contra os Steelers em Pittsburgh, sejam quais forem os 11 jogadores em campo vestindo preto e amarelo.

Com algumas dificuldades, os Patriots venceram a partida por 27 x 16 e consolidaram sua posição na ponta da AFC Leste.

Análise: Patriots x Steelers

Ataque

O ataque dos Patriots começou arrasador, contrariando o início do jogo anterior, contra os Bengals. Sem dificuldades, Tom Brady e companhia marcharam rumo à endzone dos Steelers e anotaram 14×0 no placar.

O surpreendente é que esse sucesso inicial não contou com a utilização dos tight ends Rob Gronkowski e Martellus Bennett. Isso se explica pela opção de Josh McDaniels por abrir espaços para Julian Edelman, que obteve sucesso na partida.

Os tight ends dos Patriots foram muito utilizados, principalmente no início da partida, em rotas “seam”. Alinhados um de cada lado da linha ofensiva, Gronk e Bennett repetidamente corriam em linha reta. Com isso, linebackers e safeties focavam suas atenções na dupla e deixavam espaços para passes curtos em rotas “crossing” para Edelman.

Posteriormente os Steelers fizeram ajustes e conseguiram frear o ritmo do ataque Patriota, pelo menos até meados do terceiro quarto. Daí em diante Brady finalmente entrou em sintonia com Gronk, e conseguiu sustentar mais duas campanhas que culminaram com touchdowns.

Brady mais uma vez foi muito bem, com apenas 7 passes errados. Seu sucesso foi absoluto lançando para Gronk, que agarrou todas as bolas que foram em sua direção.

O jogo aéreo dos Patriots dessa vez foi auxiliado pelo jogo terrestre, mais precisamente por LeGarrette Blount. O running back dos Patriots conseguiu a reabilitação depois de duas partidas com números modestos, e anotou 127 jardas terrestres e 2 touchdowns contra os Steelers.

O sucesso do ataque poderia ter sido ainda maior caso Edelman e Bolden não tivessem cometido drops em terceiras descidas que facilmente seriam conversões.

Patriots x Steelers
Como de costume, Brady foi muito bem contra os Steelers.

Defesa

A defesa dos Patriots segue estranha em 2016. O que mais chama a atenção é como a sensação deixada pelo jogo não bate com a análise posterior dos números.

Durante a partida, a unidade deixou a impressão de que tinha dificuldades para parar um ataque comandado pelo quarterback Landry Jones. O principal problema? O pass rush.

Quem acompanhou o Patriotas na offseason lembra que a expectativa para a linha defensiva era altíssima. Com Jabaal Sheard vindo de uma ótima temporada, a adição de Chris Long e o eterno Rob Ninkovich, esperava-se que o pass rush fosse um terror para os adversários.

Começada a temporada, o que se vê são quarterbacks com bastante tempo no pocket. Contra os Steelers, o pass rush dos Patriots apenas encostou em Jones no terceiro quarto!

Especificamente no jogo de domingo, a baixa produção do front seven em termos de pressão pode ser explicada por uma aparente opção da comissão por dar preferência à cobertura em relação ao pass rush.

Em mais da metade das jogadas de passe dos Steelers, os Patriots mandaram apenas 3 defensores em direção a Landry Jones, recuando 8 atletas na cobertura. Talvez a intenção tenha sido dificultar as leituras e forçar o inexperiente quarterback a fazer lançamentos para jogadores bem cobertos.

Quando os Patriots mandaram 4 jogadores, Jones acertou 11 de 12 passes tentados para 106 jardas (8,8 jardas por jogada). Já quando tivemos apenas 3 rushers, o quarterback dos Steelers completou apenas 12 de 22 para 93 jardas e um TD (4,2 jardas por jogada).

O fato é que Jones esteve confortável e conseguiu boas campanhas, que só não complicaram ainda mais a vida Patriota porque o kicker dos Steelers errou dois field gols.

A má impressão da defesa é atenuada quando observamos os números do jogo. Foram apenas 16 pontos cedidos ao ataque dos Steelers, que se não contou com Big Ben, teve em campo jogadores de elite como Antonio Brown e Le’Veon Bell.

Ao todo, na temporada, a defesa dos Patriots é a 4ª melhor da NFL em pontos cedidos por jogo com 15,3. Trata-se de uma ótima marca, ainda mais quando levamos em conta que nosso ataque tem uma média de 25 pontos por jogo nesta temporada (isso contando que ficamos zerados contra os Bills).

A razão pela qual a defesa cede poucos pontos está no seu ótimo desempenho na redzone. Trata-se da famosa defesa “bend but don’t break” (enverga mas não quebra). Os Patriots cedem jardas mas conseguem os stops na redzone, forçando os adversários a se contentar com field gols.

Esperava-se que essa característica fosse realmente testada contra os Steelers comandados por Big Ben. O teste terá que ser adiado.

Patriots x Steelers
Defesa dos Patriots em 2016: cede jardas, não pontos.

Times especiais

Adivinha? Isso mesmo. Mais um erro de Stephen Gostkowski, desta vez em um extra point. Sinceramente não sei o que acontece com ele, se é psicológico ou físico.

O fato é que um dos melhores kickers da NFL de repente deixou de ser confiável, e isso preocupa para os momentos decisivos da temporada.

Destaques Patriots x Steelers

Tom Brady: 19/26, 222 jardas e 2 TDs.

Rob Gronkowski: 4 recepções para 93 jardas e 1 TD.

LeGarrette Blount: 24 corridas para 127 jardas e 2 TDs.

Patriots x Steelers
LeGarrette Blount voltou a correr bem: foram 127 jardas e 2 TDs.

First Downs: 21 (11 corridas / 9 passes / 1 faltas) | Terceira Descida: 7/12 (58%) | Total de Jardas de scrimmage: 362 (140 correndo / 222 passando) | Faltas: 4 (40 jardas) | Touchdowns: 4 (2 correndo / 2 passando / 0 retorno) | Field Goal: 0-0 (0%) | RedZone: 3/3 (100%) | Pontuação Final: 27 pontos | Tempo de Posse: 27:31 min.

Patriots x Steelers
Rob Gronkowski mais uma vez foi dominante contra os Steelers.

Na semana 8, última antes da nossa bye week, os Patriots visitarão o rival Buffalo Bills. Graças à derrota dos Bills para os Dolphins, os Pats agora possuem 2 jogos de vantagem na liderança da AFC Leste.

Essa liderança não pode acomodar o time, já que os Bills levam a melhor no critério do confronto direto, pois nos venceram na semana 4, e uma nova vitória da equipe de Buffalo poderia complicar a classificação da divisão.

Os jogadores já disseram que não esqueceram a derrota da semana 4 e que não gostam de perder para rivais de divisão, então podemos esperar um time focado e determinado. Se isso será suficiente, só o jogo dirá.

Tratemos mais informações sobre a Patriots x Steelers no Podcast Patriotas desta quarta, não deixe de conferir!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.