Antonio Brown é acusado de estupro; entenda o caso

antonio brown

Três dias após ser anunciado como novo reforço do New England Patriots, o WR Antonio Brown já foi envolvido em mais uma confusão.

O jogador foi acusado por sua ex-preparadora física, Britney Taylor, de ter agredido sexualmente e a estuprado em três ocasiões diferentes, entre 2017 e 2018.

No processo, o primeiro incidente alegado ocorreu em junho de 2017, em Pittsburgh, quando Brown teria exposto e beijado Taylor sem seu consentimento. Um mês depois, em Miami – terra natal do jogador – ela argumenta que o wide receiver se masturbou próximo dela sem seu conhecimento e depois ejaculou em suas costas. Já em maio de 2018, também em Miami, a preparadora diz que, após passar a noite em um clube, voltou para casa de Antonio para usar o banheiro e pegar alguma comida, e o recebedor a “forçou a se deitar na cama, empurrou sua cabeça para dentro do colchão e a estuprou forçadamente”.

Por fim, há também e-mails que a acusadora diz terem sido enviados por Antonio Brown para ela, nos quais o jogador se vangloria pelos acontecimentos.

Logo após a divulgação da denúncia, o advogado de Antonio Brown soltou uma declaração oficial, na qual o jogador nega todas as acusações. O comunicado também diz que eles tiveram relações de sexo consensuais, e que Taylor só fez essa denúncia pois o atleta se negou a investir $1,6M num projeto comercial dela em 2017.

Além disso, Brown deverá processar Britney Taylor por extorsão, segundo a ESPN americana. Vale salientar que ambos se conheceram ainda na época de faculdade, mas ficaram muito tempo afastados até formarem o vínculo profissional.

Como fica a situação de Antonio Brown perante à NFL?

Como as acusações de agressão sexual e estupro são da esfera cível, e não da penal, o atleta ainda está atualmente apto para entrar em campo.

No entanto, uma possibilidade é que o jogador seja colocado na chamada “commissioner’s exempt list”, o que proibiria Brown de jogar enquanto a liga investiga paralelamente o caso.

Segundo o jornalista Adam Schefter, a notícia pegou os Patriots de surpresa. Na virada do dia, a franquia divulgou um comunicado oficial sobre o ocorrido, confirmando que a NFL investigará o caso e que o time não fará nenhum comentário a respeito do assunto durante a apuração dos fatos:


Acompanhe o Patriotas no twitter para mais informações.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.