Apenas um free agent contratado em 2019 virou titular dos Pats

pats

O início da free agency é, sem sombra de dúvidas, o período de mais movimentações no calendário da NFL, quando diversos jogadores trocam de time. Entretanto, apesar da empolgação com os novos reforços, muito deles não acabam vingando, e os Pats vivenciaram isso ano passado.

Deixando de lado as renovações, New England assinou com 12 free agents na última offseason: LB Jamie Collins, WR Dontrelle Inman, TE Benjamin Watson, WR Demaryius Thomas, TE Austin Seferian-Jenkins, OT Cedrick Lang, TE Matt LaCosse, DL Mike Pennel, WR Maurice Harris, S Terrence Brooks, WR Bruce Ellington e RB Brandon Bolden.

Contudo, de todos esses nomes, apenas 5 fizeram parte do elenco final: LB Jamie Collins, TE Benjamin Watson, TE Matt LaCosse, S Terrence Brooks e RB Brandon Bolden.

Dentre eles, os TEs Watson e LaCosse combinaram para apenas 30 recepções, 304 jardas e 1 touchdown, sendo que eram as únicas opções dos Patriots na posição, ou seja, foram fatores quase nulos no ataque da equipe.

Contratados para os special teams, Brandon Bolden e Terrence Brooks, apesar de não serem os dois principais nomes do setor, conseguiram dar conta do recado, todavia, não produziram muito em suas posições de origem, RB e S, respectivamente.

Sendo assim, o LB Jamie Collins foi o único jogador que veio da free agency e fez uma diferença significativa no time, sendo até cotado para levar o prêmio de Defensive Player of the Year pela fortíssima primeira metade de temporada que fez. Collins também foi o único dos contratados a jogar 80% dos snaps em sua posição de ofício. O segundo com mais playtime foi Watson, com metade (40%).

pats
Contratado para duas temporadas, LaCosse deixou bastante a desejar no seu primeiro ano de Pats.

E que conclusão podemos tomar disso?

Apesar de todo o hype que rodeia a free agency 2020, o torcedor dos Patriots precisa entrar nela ciente de que Bill Belichick tem uma abordagem bastante conservadora quando o assunto é contratar jogadores. Por isso, é bem possível que a gente veja atletas titulares em suas posições, como Joe Thuney e Kyle Van Noy, assinando com outras franquias, e mesmo assim Belichick não trazendo reposições diretas.

Outrossim, New England costuma esperar o mercado se estabilizar, já que nos primeiros dias muitas franquias acabam dando overpay para assegurar os principais nomes disponíveis, o que faz elevar o valor de jogadores medianos.

Por fim, é necessário relembrar que nos últimos anos os Pats preferiram ir atrás de atletas renomados através de trocas, e não na agência livre, como aconteceu com o WR Brandin Cooks e os irmãos Bennett. Portanto, os olhos terão que ficar atentos para uma possível trade.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.