Após deflategate, NFL cria regras para verificação das bolas

A NFL anunciou novas regras para inspeção das bolas e procedimentos de custódia em virtude do caso deflategate. Como uma das ações, as bolas serão medidas aleatoriamente durante o intervalo e após os jogos, os juízes anotarão os valores e um funcionário da liga guardará as bolas até o kickoff.

De acordo com o árbitro aposentado Mike Pereira, estas novas regras são uma reação exacerbada da liga, que nunca se importou com isso até que os Colts fizeram uma reclamação à NFL sobre os Patriots esvaziarem as bolas propositalmente.

Primeira bola medida  durante a final da AFC, que apresentou pressão inferior a 13,5 PSi
Deflategate – Primeira bola medida durante a final da AFC, que apresentou pressão inferior a 13,5 PSi

Os Patriots tem mantido sua inocência desde o início do caso, alegando que condições atmosféricas alteraram a pressão das bolas, e Sidney fez um ótimos texto explicando como o Wells report é falho em suas alegações.

Ainda de acordo com os oficiais da NFL, uma vez que os valores serão guardados para posterior análise, será possível verificar a alegação dos Patriots sobre a influência da temperatura nas bolas (o que pode e foi feito em laboratório, completamente ignorado pela NFL no caso deflategate).

Os times continuarão fornecendo as bolas, mas alguns dos novos procedimentos:

– O responsável pelas bolas que serão chutadas antes cuidava somente de 6 bolas, agora cuidará de todas assim que elas forem liberadas pelos árbitros. Ele manterá esta custódia até 10 minutos antes do kickoff. Esta pessoa, um outro membro da arbitragem e um representante da segurança trarão as 24 bolas para a estação de replay, onde serão distribuídas a cada time. As 24 bolas reserva ficarão no vestiário dos árbitros.

– A NFL designará jogos aleatórios para medição da pressão no intervalo e no fim do jogo. Toda informação será gravada e enviada ao escritório da liga. Antes do Deflategate, nada disso acontecia.

– Antes de cada jogo, o árbitro designará dois membros da arbitragem para inspecionar as bolas antes do início das partidas. Todas serão numeradas de 1 a 12 e terão sua pressão medida. Antes, as bolas não eram numeradas e a pressão não era gravada em lugar algum.

Apesar a NFL completar 50 anos, nunca houve um procedimento para verificação das bolas, e nestas novas ações, nada se fala sobre a Lei do Gás Ideal, que considera influência das condições atmosféricas na pressão. Mais uma vez a liga desconsidera a ciência e talvez seja de propósito, pois dessa forma, abonariam o argumento dos Patriots.

A nós torcedores Patriotas, resta aguardar e torcer que os fatores que levaram ao Deflategate sejam defletidos por este protocolo da NFL e quem sabe, ajude os Patriots de alguma forma a recuperar seus picks e seu nome.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.