As coincidências do reencontro entre Patriots e Rams no Super Bowl

Patriots

“Snap, ball down… Kick is on the way, and… IT’S GOOD, IT’S GOOD”. Foi com essas palavras que Gil Santos anunciou a primeira vitória de Super Bowl e o início da dinastia dos Patriots.

Com um chute de Adam Vinatieri nos segundos finais, New England derrotou o “Greatest Show On Turf” dos Rams. Agora, 17 anos depois, os times se enfrentam novamente na grande final da NFL.

Com uma temporada bastante semelhante, em alguns aspectos, com aquela de 2001, esse reencontro parece até um roteiro de filme.

As coincidências do reencontro entre Patriots e Rams no Super Bowl

Assim como em 2018, os Patriots de 2001 também terminaram a temporada com um record de 11-5. Com derrotas para Bengals, Dolphins, Jets, Broncos e para o próprio Rams, New England terminou o ano com a Seed #2 da AFC.

O time ficou a duas vitórias de ser a equipe mais bem qualificada da AFC em 2001. O Pittsburgh Steelers terminou o ano com 13-3 e garantiu o mando de campo nos playoffs.

A final da conferência americana não foi muito diferente, Seed #1 vs Seed #2 disputando a vaga para o Super Bowl. New England teve que viajar para Pittsburgh e bater os Steelers para garantir a passagem para New Orleans (Sede do Super Bowl XXXVI) assim como fez contra os Chiefs no domingo passado.

Na semana do Super Bowl, os Rams eram amplos favoritos, afinal, o até então St. Louis Rams tinha Kurt Warner como seu QB e havia conquistado seu primeiro e único título duas temporadas atrás, em 1999.

Do outro lado, Bill Belichick estava indo para o seu primeiro Super Bowl como head coach. O QB do time? Um cara chamado Tom Brady, o reserva que teve que assumir a responsabilidade de liderar a equipe depois da lesão de Drew Bledsoe.

Por esses motivos o Super Bowl XXXVI é considerado como uma das maiores zebras da história da NFL. Bom, essa coisa de underdog já gerou bastante polemica nesses playoffs de 2018. Falamos mais sobre esse assunto aqui.

Por fim, no dia 3 de fevereiro, Bill Belichick e Tom Brady começaram sua caminhada para se tornar o maior técnico e o maior quarterback da história da NFL, respectivamente.

E pode ser nessa mesma data, exatos 17 anos depois, que ambos podem finalizar esse longo caminho de vitórias e campeonatos (vamos torcer para que não). Mas temos que admitir, seria um final digno para a maior dinastia da NFL.


Acompanhe a melhor cobertura dos Patriots rumo ao Super Bowl no nosso Twitter, Instagram e Facebook.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.