Avaliação inicial das escolhas do draft 2016

Metade da temporada já se foi, com isso, temos um parâmetro para podermos avaliar cada escolha utilizada dos Patriots para determinado jogador no draft 2016.

Avaliação inicial das escolhas do draft 2016

CB Cyrus Jones – Pick 60

Draft 2016

A seleção de um cornerback na primeira escolha assustou boa parte da torcida dos Pats, pois o time tinha mais necessidade em outras posições. Contudo, Cyrus Jones foi uma grata felicidade nos treinos, com sua característica maior sendo os retornos de kickoff e punt.

Jones teve um início de temporada bem regular, fato normal para calouros, mas ao decorrer do ano suas atuações foram piorando, forçando retornos e mal na cobertura. Porém, foi no jogo contra os Browns que sua “casa caiu”. O corner deu um soco no recebedor adversário, sendo expulso da partida. Belichick não deixou barato, listando Jones como inativo por três jogos seguidos.

Avaliação inicial da escolha: Ruim

LG Joe Thuney – Pick 78

Draft 2016

Melhorar a linha ofensiva era a maior necessidade dos Patriots para o draft, principalmente, na posição de tackle. A escolha de Joe Thuney foi de agrado para os fãs, mesmo ele sendo um guard. Thuney logo no primeiro treino se alinhou como titular, já gerando expectativas.

E não foi por menos, o calouro vem jogando muito bem, sendo o melhor guard dos Patriots no ano. Com metade da temporada passada, o offensive lineman só cedeu um sack, possuindo as melhores estatísticas dentre todos OLs de New England. Sob a batuta do grande Dante Scarnnechia, Thuney promete virar um jogador duradouro e produtivo pros Pats.

Avaliação inicial da escolha: Ótima

QB Jacoby Brissett – Pick 91

Draft 2016

A escolha de um quarterback no terceiro round foi a que deu mais raiva para os torcedores. Além do fato de que Brissett, produto da N.C. State, estava projetado para ser selecionado apenas nos late rounds.

Com Tom Brady suspenso, e Jimmy Garoppolo machucado, Jacoby teve uma oportunidade única de aparecer para o mundo. E foi bem. O calouro fez o “feijão com arroz” e os Pats venceram os Texans por 27 a 0. Brissett, infelizmente, lesionou o dedão, tendo que jogar machucado contra os Bills. Sua garra e luta o fizeram ganhar elogios da comissão técnica, principalmente de Josh McDaniels e Belichick. Ao fim da semana 4, o QB foi posto no Injured Reserve.

Avaliação inicial da escolha: Boa

DT Vincent Valentine – Pick 96

Draft 2016

Assim como Jacoby Brissett, Vincent Valentine foi outro reach dos Patriots no draft. Com apenas três DTs no elenco, a escolha de um da posição já era prevista, e ficou nítida a intenção dos Pats em montarem uma linha pesada.

Valentine foi notado nos treinos pela sua força física, mas teve atuações discretas na pré-temporada. Quando foi pra valer, o calouro se portou discretamente, apenas atuando como reserva de Brown e Branch. O jogador ainda perdeu dois jogos por conta de uma lesão.

Avaliação inicial da escolha: Regular

WR Malcolm Mitchell – Pick 113

Draft 2016

No anúncio da escolha de Mitchell, ela foi comemorada pelo reforço no corpo de recebedores. Nos treinos, o jogador mostrou que viraria parte do elenco principal, apesar da disputa intensa.

Mitchell brilhou na pré-temporada, gerando empolgação por parte da torcida e jornalistas. Contudo, o WR acabou sofrendo uma lesão no cotovelo, que atrapalhou-o no processo de adaptação. Com passada metade da temporada, Mitchell não vem aparecendo como se esperava.

Avaliação inicial da escolha: Sólida

LB Kamu Grugier-Hill – Pick 208

Draft 2016

A seleção do linebacker Grugier-Hill foi uma estilo Patriots, que usou-a para dar versatilidade ao elenco e ajudar nos special teams. Kamu se mostrou um jogador interessante de analisar, ainda mais pelo fato de também jogar como strong safety.

As comparações com Brandon King e Patrick Chung logo foram surgindo, e correspondendo a medida que Hill jogava. Contudo, o LB se lesionou no fim da pré-temporada, e não aguentou os cortes finais, sendo dispensado pelo time.

Avaliação final da escolha: Ruim

LB Elandon Roberts – Pick 214

Draft 2016

Pouco conhecido e quase não falado durante os scouts, Elandon Roberts chegou aos Patriots com conhecimento praticamente nulo por parte dos fãs. Nos treinos, Roberts também não apareceu, e sua permanência no elenco final era difícil de acontecer.

Contudo, o linebacker conquistou a comissão técnica e principalmente o coach Brian Flores. Com confiança, Roberts começou a aparecer mais no fim da pré-temporada, conquistando uma vaga no elenco. Durante a temporada, Elandon vem sendo uma ótima surpresa, e agora com a troca de Collins, deverá aparecer mais ainda, já virando titular.

Avaliação inicial da escolha: Ótima

RG Ted Karras – Pick 221

Draft 2016

A escolha de mais um guard no draft 2016 mostrou a preocupação dos Pats com esse setor. A princípio, Karras entrava como um dos últimos no depht chart para ganhar uma vaga nos 53 finais.

Com as lesões de Jonathan Cooper e Tre’ Jackson e as dispensas inusitadas de Josh Kline e Bryan Stork, Karras teve chance de mostrar seu football, que agradou Scarnnechia, mantendo-o no elenco. Até agora, o guard entrou mais no garbage time, sendo reserva direto de Shaq Mason e David Andrews.

Avaliação inicial da escolha: Boa

WR Devin Lucien – Pick 225

Draft 2016

Última escolha dos Patriots no draft 2016, Devin Lucien chegou ao time com poucas chances de bater seus concorrentes por uma vaga na equipe.

Nos treinos e pré-temporada, o recebedor quase não apareceu, e quando teve chance, acabou dropando um passe que selou sua dispensa.

Avaliação final da escolha: Ruim

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.