Bill Belichick fala sobre seu relacionamento com Tom Brady

Muito se falou ao longo dos anos sobre o relacionamento entre Bill Belichick e Tom Brady, técnico e quarterback do New England Patriots na última década.

Enquanto alguns dizem que técnico e jogador são bons amigos, outros alegam que seu relacionamento é unicamente profissional, que Belichick e Brady “se aturam”.

Recentemente Bill Belichick foi entrevistado por Mike Krzyzewski, técnico do time masculino de basquete da Universidade de Duke e apresentador do programa “Basketball and Beyond with Coach K” na Sirius XM College Sports Nation. Na conversa, o assunto principal foi o relacionamento com seu quarterback.

Trazemos a seguir o que de mais importante foi falado pelo técnico dos Patriots:

“Tom e eu temos um grande relacionamento que começou realmente em 2001 quando ele se tornou quarterback titular. Nosso treinador de quarterbacks (Dick Rehbein) faleceu antes do início da temporada, então eu acabei dividindo suas funções com Charlie Weis, nosso coordenador ofensivo na época. Então ao longo dos últimos 14 anos, Tom e eu, juntamente com os outros quarterbacks, nos reunimos duas vezes por semana. Uma vez para passar a limpo nosso oponente e falar sobre a implantação do plano de jogo, e então no fim da semana nós revisamos tudo e conversamos sobre como queremos começar o jogo, que coisas queremos fazer primeiro no jogo com base nos treinos e nos confrontos dentro de campo.”

“No nosso esporte, é muito importante que o técnico principal tenha um bom relacionamento dentro do jogo com o quarterback, o capitão da defesa e dos times especiais. Eu tenho tentado me envolver com todas as três fases do jogo.”

“Mas certamente o relacionamento com Tom é muito importante. Ele tem boas ideias baseadas na sua experiência e por ter enfrentado tantos times, sobre com o que ele se sente confortável ou não, os confrontos que podemos explorar. Ele tem um peso grande no que fazemos e também de acordo com o jogo, nos ajustes que precisamos fazer no plano original.”

Perguntado sobre se Tom Brady sempre demonstrou essa liderança em campo, Belichick respondeu:

“Tom sempre teve muitas habilidades de liderança. Mesmo no seu ano de calouro, quando ele nem havia jogado, ele reunia os calouros do ataque, bem como jogadores do ‘practice squad’, e trabalhava com eles depois dos treinos para exercitar jogadas e treinar a comunicação. Ele sempre teve uma boa presença na posição, mas não de um tipo arrogante. Certamente à medida que sua experiência cresceu, bem como seu nível de entendimento e seu relacionamento com os demais jogadores do time, ele se tornou capaz de falar sobre o que precisamos fazer.”

“Se as coisas estão indo bem e ele sente que errou, ele é o primeiro a chamar os demais e dizer ‘amigos, continuem fazendo o que vocês estão fazendo, eu vou melhorar’. Se outra coisa dá errado, ele diz aos jogadores o que é preciso fazer.”

“Uma coisa sobre Tom, ele tem uma excelente visão do jogo. Quando você o pergunta após uma jogada o que aconteceu, ele lhe dirá nove ou dez coisas que aconteceram – o pass rush, o modo como a defesa jogou, como as rotas foram corridas, o que ele viu. Aí você olha nos vídeos após a partida e foi exatamente o que aconteceu. Então ele é capaz de processar uma grande quantidade de informações em apenas alguns segundos no campo.”

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.