Brady descarta aposentadoria e reitera desejo de jogar por mais anos

brady

Nesta quarta-feira (31), os Patriots tiveram sua penúltima sessão com a imprensa antes do Super Bowl LII. Como de praxe, o QB Tom Brady foi o mais requisitado pelos jornalistas. Saiba os principais trechos da entrevista.

Brady descarta aposentadoria e reitera desejo de jogar por mais anos

Ao ser informado por Mike Reiss, da ESPN americana, que Robert Kraft disse que ele ganhou o direito de dizer a New England quando pretende se aposentar, Brady comentou:

“Por que todo mundo quer que eu me aposente? Estou me divertindo, a equipe está indo bem.”

E completou:

“Eu não estou pensando em aposentadoria. Estou pensando neste Super Bowl. Eu quero jogar até uns 40 e poucos/45. Mas a realidade é que cada jogo pode ser seu último.”

Ainda na pré-temporada, New England teve uma grande baixa em seu elenco: a lesão do WR Julian Edelman, que perdeu todo o ano. Quando indagado sobre jogar sem Edelman, Tom falou:

“Muito difícil. Ele é um dos meus melhores amigos.”

Em um tema mais distinto, Brady falou sobre a sua viagem à China. O quarterback disse que viajou ao país no ano passado e falou com Robert Kraft sobre as oportunidades por lá e o quanto o football está crescendo entre os chineses.

Por fim, o camisa 12 compartilhou uma história interessante. Brady disse há alguns anos, certo dia, Kraft permitiu que integrantes do exército americano treinassem nas instalações do Gillette Stadium. Nesse mesmo período, os Pats estavam em training camp, e após o término das atividades alguns tiveram chance de conhecer os militares e tirar uma foto.

Enquanto passava pelo meio do campo para se perfilar na fila da foto (onde todos já estavam), Brady viu a empolgação ao perceberem que ele estava chegando. Quando se aproximou das pessoas, ele levantou os braços, mas não notou que tinham cachorros de guerra ao lado. Com isso, um acabou pulando na direção de seu pescoço, mas foi contido por um militar. Contudo, o cão conseguiu morder a coxa de Tom.

Ao ser indagado pelos membros do exército se havia machucado, o quarterback disse que estava tudo bem, mas revelou aos jornalistas que havia doído muito e não quis transmitir isso aos militares, que eram durões. Para concluir, Brady falou que ficou uma hora sentido dor mas escondendo do pessoal, até poder ir falar com o preparador físico dos Pats. O quarterback disse que até hoje tem uma cicatriz da mordida.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.