Brady fala sobre a estreia, seus críticos e saída de Solder

Brady fala comparação 2017 com 2007

Nesta terça feira (21/08) Tom Brady deu uma entrevista para o podcast Kirk & Callahan e falou um pouco sobre o seu desempenho no jogo 2 da pré-temporada e sobre a off-season, especialmente sobre a saída de Nate Solder.

Brady abre o jogo sobre seus críticos e como é perder colegas de equipe

Perguntado sobre como é voltar a campo e sobre a vitória sobre os Eagles ele disse:

Foi divertido estar lá, mas temos muito trabalho a fazer. Você precisa analisar os jogos da pré-temporada pelo que eles são. É um passo na preparação. Vai junto com muitas outras coisas que estamos fazendo. Nós não tivemos nenhuma prática conjunta neste ano, então essa foi a primeira situação competitiva. Se você fica muito tempo sem estar nessas situações, e eu estou desde o Super Bowl, você sempre se sente um pouco enferrujado.

Também perguntaram sobre as pessoas que o criticam, principalmente Max Kellerman e Rob Parker, esses dois previram que este será o último ano dele na liga. Mas Brady disse que os críticos não lhe incomodam.

Eu não assisto TV. Por ser um atleta profissional, você está lidando com muitas coisas diferentes, muitas críticas. Obviamente, existem muitas pessoas que te apoiam, mas também tem muitas pessoas que torcem por outras equipes. Se você olhar para os outros esportes ao redor do mundo, em algum momento, você pode representar seu país – como na Copa do Mundo. Eu vejo todos esses jogadores de futebol que jogam para esses clubes diferentes, mas se reúnem para jogar por seu país em algum momento. Na América [EUA], nunca temos a chance de fazer isso. Então, a maioria dos americanos que moram em outras partes do país não gostam dos Patriots. Eles não gostam de mim. Eu posso entender isso. Eu era um fã do 49ers. Eles querem ver seu time vencer, e quando isso não acontece, precisam direcionar essa frustração para outro lugar. Quando você tem sucesso como o nosso time, a frustração é direcionada para você.

brady e solder
Tom Brady e Nate Solder

Questionaram ele sobre como é perder colegas de time durante a offseason, especificamente sobre Nate Solder. Embora Brady reconheça a dificuldade em substituir os jogadores como Solder, ele diz que essa é a realidade da NFL.

Acho que as pessoas gostam dos jogadores dos Patriots. Tivemos sucesso, e acho que as pessoas querem imitar isso, por isso estão dispostas a fazer nossos caras jogarem pelo time deles. Não é mais um choque para mim. Quando eu era mais jovem, eu era bastante ingênuo para o lado comercial da NFL. Eu não conseguia entender por que os caras trocavam de equipe. Foi definitivamente mais emocional quando eu era mais jovem. Eu acho que agora é mais uma realidade. Você sente falta dos caras, e sente falta das personalidades deles, e do que eles trazem para a equipe. Sempre que você perde um grande jogador, não acho que isso ajuda a equipe. Espero que possamos substituir essa pessoa por alguém que possa fazer o trabalho e alguém que traga sua própria personalidade para a equipe. Perder um cara como o Nate é uma grande perda. Todos nós o amamos e sentimos a falta dele, e nós vamos vê-lo em 10 dias. Mas ele sempre será um grande amigo.

Brady fez uma excelente estreia na vitória dos Patriots sobre os Eagles, com um jogo de 172 jardas e dois touchdowns. Além de ter acertado 19 passes de 26 tentados.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.