Brady fala sobre a vitória e os casos de violência doméstica na NFL

Na manhã desta segunda-feira, Tom Brady concedeu sua entrevista semanal, onde falou sobre a vitória contra os Steelers, violência doméstica e outros assuntos.

Brady fala sobre a vitória e os casos de violência doméstica na NFL

Um dos assuntos que dominou a imprensa semana passada foi o caso de violência do kicker dos Giants contra sua esposa, que já era conhecido tanto pelo time quanto pela NFL, que nada fizeram.

Brady foi questionado sobre este assunto:

“Eu cresci com três irmãs, tive a sorte de ter pais muito carinhosos que me ensinaram como tratar uma mulher. Tenho uma filha e violência contra a mulher é horrível. Tenho nenhum respeito por todo tipo de abuso contra pessoas que não conseguem se defender. A NFL afirma que toma medidas pesadas contra isso, então é um problema deles. Eles que lidem com isso agora. É uma tragédia isso.”

Obviamente ele foi questionado o que acha do kicker ter recebido somente um jogo de suspensão, enquanto ele recebeu quatro por possivelmente saber do deflategate.

“Esse é um problema da NFL. Claro que há muita controvérsia, estou tentando ficar fora disso tudo. Mas a liga precisa lidar com essas coisas. Obviamente eu tenho algumas opniões pessoais, mas não me interesso em compartilhar todas elas.”

Durante a partida de domingo, os Patriots usaram duas jogadas com nomes Trump e Clinton. O QB desconversou:

“Ah sim, temos duas jogadas. Trump e Clinton, temos jogadas com estes nomes.”

Brady falou sobre o desempenho de Edelman, que apareceu mais pela marcação pesada em Gronk e Bennett.

“Jules teve muitas oportunidades, os matchups pelo meio do campo favoreceram, foi um dia produtivo pra ele, e nós precisamos disso. Eles fizeram o jogo ficar difícil para o nosso ataque criar big plays, então tivemos estas oportunidades pelo meio. Com certeza o jogo corrido tem um impacto no desempenho do ataque como um todo, por colocar a defesa em xeque, abrindo caminho para outras jogadas.”

Gostkowski errou mais um extra point, mas Brady não está preocupado.

“Penso que temos que apoiá-lo e encorajá-lo. Ele é um grande kicker e achará seu ritmo. Acho que ninguém está preocupado com isso por enquanto. Tenho cem por cento de confiança que ele vai se encontrar.

Sobre se gostaria de jogar para Rex Ryan:

“Eu amo jogar para Bill Belichick, ele é o melhor coach da história, então não quero jogar pra mais ninguém. Respeito Rex, é sempre difícil jogar contra ele, sempre nos dá problemas e com certeza será uma batalha domingo que vem.”

 

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.