Brady é o mesmo, mas joga de forma diferente em 2019

Patriots Tom Brady

Já vínhamos falando sobre isso desde a offseason. Com as aquisições da free agency e jogadores trazidos pelo draft, Brady provavelmente mudaria sua forma de jogar sem Gronk, e é o que vem acontecendo nestas quatro primeiras semanas.

Brady no primeiro mês

Para entendermos e analisarmos melhor, fui buscar os números produzidos por Tom nas 4 primeiras semanas da temporada regular neste ano e nos dois anos passados.

Em 2017, TB lançou 155 passes. Em 2018 foram 135. O que dá uma média de 145 passes lançados na semana 1 até a 4.

Nesta temporada, foram exatos 145 passes tentados por Brady. Exatamente o número da média anterior. Ou seja, já temos um primeiro e forte parâmetro. Tom não lançou nem mais, nem menos passes para alterar sua forma de jogar.

Antes de mudar para os recebedores, os números de aproveitamento são bem parecidos também: 65,5% na média dos últimos anos e 62% de passes acertados em 2019.

Já sabemos então que aproveitamento e quantidade são iguais. Vamos agora entender para onde esses passes estão indo, e é aí que as coisas mudam.

Tight Ends no primeiro mês

Foram 40 passes em 2017 e 29 em 2018, dando uma média de 34,5 passes para Tight Ends nas 4 primeiras semanas.

Nesta temporada o número despenca para 5 passes em 4 jogos! Uma queda de 85.6%!

Running Backs no primeiro mês

Outra posição em que os números caíram. Tom tentou 41 passes em 2017 e 80 passes em 2018, dando uma media de 60,5 passes em cada primeiro mês.

Até aqui, foram 43 passes, uma queda de 29% na procura de running backs no jogo aéreo do GOAT.

Se pensarmos que de 2018 para 2019 o grupo de recebedores praticamente é o mesmo, vemos uma queda de quase 50%.

Brady e os Wide Receivers no primeiro mês

Se os RBs e TEs passaram a ser menos usados, obviamente os receivers tiveram um aumento no fluxo de jogo.

E o aumento não é pequeno. São 44% de passes a mais para wide receivers em 2019 comparando com a média dos dois últimos anos.


Nós sempre falamos sobre como o ataque dos Patriots não é óbvio e como isso pode prejudicar as ações em campo. Vamos torcer para que Tom e McDaniels não se tornem óbvios demais e passem a jogar somente com os recebedores, afinal, somos fortes fazendo da forma contrária!

Acompanhe o Patriotas também no Instagram!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

  1. Vale ressaltar que nos 4 primeiros jogos de 2018 (salvo engano) os Pats estavam com o corpo de WR limitado por lesões e muitas vezes o Rex alinha de WR, o que, acredito eu, fez o número de passes para RB ser tão alto (80).

    Também devemos lembrar que o Dorsset que vemos hoje é bem diferente do Dorsset dos anos anteriores.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.