Cam Newton abre o jogo sobre sua temporada pelos Patriots

cam newton

Primeiro sucessor de Tom Brady nos Patriots, o MVP da temporada 2015, Cam Newton, participou do podcast “I Am Athlete”, ao lado de ex-jogadores da NFL, Brandon Marshall, Chad Johnson e Fred Taylor (os dois últimos também passaram pelos Pats).

No podcast, de mais de 1h30 de duração, Cam abriu o jogo sobre sua temporada pelos Pats, que teve um desempenho desapontante e terminou com uma campanha de 7-9, a pior da história do time desde 2000.

Abaixo, filtramos os principais trechos da sincera entrevista do QB, confira-os agora.

Newton revela que gostaria de continuar nos Pats

Embora não tenha tido sucesso em 2020, Cam revelou que é do seu interesse continuar em New England:

“Sim, com certeza, sim! Estou ficando cansado de me mudar. Estou em um estágio da minha carreira de que sei muito mais do que sabia ano passado. Agora me dê uma offseason completa. Eles me conhecem: Doughboy [N’Keal Harry] me conhece, Jakobi me conhece, Byrd me conhece, os jovens tight ends me conhecem”.

Entretanto, Cam Newton não confirmou nem negou se há alguma negociação aberta com os Pats, mas observou que “sempre há chance de acontecer tudo”.

Cam Newton admite que o covid-19 o atrapalhou

Às vésperas da partida contra o Kansas City Chiefs, na semana 4, e quando vivia o seu melhor momento na temporada, Newton testou positivo para o coronavírus, sendo o primeiro grande caso de covid-19 na temporada, culminando no adiamento da partida contra Kansas.

Infectado com o vírus, Cam ficou isolado por 10 dias, bem como não pôde atuar contra os Chiefs. No podcast, ele comentou como a doença o prejudicou:

“No momento em que voltei, eu me senti desconfortável, e muito desse desconforto vinha antes do snap […] por todo esse tempo tinham vezes que eu sentia: ‘espera um pouco, estou perdido, estou pensando demais’.

O ataque continuou andando e eu estagnei por uma, duas semanas. Quando voltei era uma terminologia nova. Eu estava aprendendo um sistema de 20 anos em 2 meses”.

Newton elogia Bill Belichick

Apesar de Belichick ser visto pelo senso comum como um “general” e bastante sério, Newton deu sua opinião sobre a personalidade de Bill, o defendendo:

“Eu acho que Bill Belichick é a pessoa mais incompreendida em todos os esportes. Ele é uma pessoa muito legal. Ele entende o jogo, ele é como um historiador do jogo.

Ele não é frio, tampouco Josh [McDaniels] é.”

Newton ainda confia nos recebedores dos Pats

Alvos de inúmeras críticas ao longo do último ano, o grupo de recebedores de New England também foi assunto no podcast, mas Cam Newton saiu em defesa dos companheiros:

“Não é dizer que eles não eram ou não podem ser bons. Já que estamos sendo sinceros, eu acho que N’Keal Harry estava ‘danificado’ [ao dizer isso, Newton apontou para sua cabeça]. Entende o que quero dizer?”

Cam Newton reconhece o peso de substituir Tom Brady

Na reta final do podcast, Fred Taylor comentou que Newton teve o trabalho mais difícil do país, o de suceder Tom Brady, e Cam reconheceu isso:

“Eu tive [o trabalho mais difícil], mas quais outras opções eu possuía? […]

Todos sabiam quem eu estava sucedendo, então eu quis garantir que daria confiança a todo mundo de que estava fazendo a coisa certa. […]

No momento em que fui dispensado, o único lugar que fazia sentido para mim, para minha carreira, era New England”.


Acompanhe o Patriotas no twitter!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.