Três CBs que podem ser escolhidos pelos Patriots no Draft

CBs

A secundária foi um dos setores que mais deram dor de cabeça aos torcedores Patriotas e certamente teremos o setor endereçado neste draft. Nesta offseason, tivemos a saída de Malcolm Butler para o Tennessee Titans – falamos desta saída aqui – e a chegada do irmão gêmeo do nosso capitão e safety Devin McCourty, Jason, numa troca com o Cleveland Browns. Vamos conhecer alguns nomes entre os CBs que podem atrair a atenção de Bill Belichik.

Três CBs que podem ser escolhidos pelos Patriots no Draft

Josh Jackson – Iowa

Joshua Jackson

Comparado por alguns analistas ao CB Josh Norman dos Redskins, o produto da Universidade de Iowa teve uma temporada sensacional em 2017: foram 48 tackles totais, 27 passes defletidos, 1 fumble forçado, 1 chute bloqueado e 8 interceptações permitindo que apenas 44% dos passes em sua direção fossem completados (40/91 para 432 jardas, a 2ª melhor marca em volume de passes tentados nesta classe)!

Números que fizeram do Hawkeye um All American e All-Big-Ten Honors (ambas no primeiro time) na sua temporada de junior. O lado não tão positivo é que Josh Jackson não fez muito mais além disto no college, já que chegou como wide receiver e migrou para corneback apenas em 2015 (apenas 14 jogos como titular). Desta forma, seu espaço amostral é bastante restrito apesar de demonstrar um imenso potencial na classe de CBs.

Com desempenho abaixo do esperado no combine, sua projeção é que saia na metade final da primeira rodada (podendo cair para o início da segunda).

Carlton Davis – Auburn

Carlton Davis

Com uma combinação rara de altura, força e boa envergadura, Davis é um dos CBs mais físicos da classe. Teve um desempenho consistente no combine refletindo sua boa carreira universitária em Auburn, onde anotou na última temporada 36 tackles, 11 passes desviados e 1 interceptação (números ainda abaixo da sua temporada de calouro). Jogou três temporadas como titular nos Tigers e demonstrou que consegue atuar em alto nível nas suas coberturas independente do lado que esteja marcando, pressionando o recebedor na linha de scrimmage e obteve bastante sucesso cobrindo ‘rotas Go’ onde foi alvo 17 vezes e cedeu apenas 5 recepções (29,4%) para 159 jardas SEM CEDER NENHUM TOUCHDOWN neste tipo de rota segundo o Pro Football Focus!

Analistas comparam seu estilo de jogo ao de Richard Sherman e sua projeção atual é que seja selecionado no 2º round.

Parry Nickerson – Tulane

Parry Nickerson

Um CB que permitiu apenas um touchdown em cada uma das últimas duas temporadas (e apenas uma recepção para mais de 40 jardas durante as mesmas), teve apenas um único jogo na temporada 2017 em que cedeu mais de 3 recepções – além de ceder um passer rating de apenas 39.0 para QBs adversários -, bastante efetivo na pressão e cobertura individual. São com essas credenciais que Parry Nickerson chega ao draft 2018 e ainda assim distante do radar de várias equipes por ser considerado baixo e sem o peso/força ideais, o que pode ser um grande problema ao enfrentar os recebedores maiores e mais físicos na NFL.

Ainda assim, ele tem um conjunto de habilidades que não pode ser descartado e deve atrair olhares mais atentos em busca de uns CBs durante a terceira dia do draft uma vez que pode ser uma joia escondida e se devidamente lapidada, pode render um retorno sólido.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.