Corrida pela AFC – Semana 2

Em um fim de semana recheado de confrontos divisionais, chegou a hora de conferirmos como estão os adversários dos Patriots pela seed #1 da AFC.

Corrida pela AFC – Semana 2

Denver Broncos:

Afc

Pela segunda semana seguida, o Denver Broncos atuou em sua casa e venceu a partida. Desta vez, a “vítima” foi o Indianápolis Colts, de Andrew Luck. A partida se manteve equilibrada e com vantagens mínimas no placar até o último quarto. Porém, mais uma vez, a defesa de Denver ganhou o jogo para equipe, catalisando a partida em duas jogadas chaves retornadas para touchdown.

A primeira, foi proporcionada por um ex-Patriot, o CB Aqib Talib, que no começo do último período interceptou Luck e correu para a endzone. Já no que tinha para ser o último drive do jogo, com o placar de 26 a 20 para Denver, e a bola com os Colts faltando pouco menos de dois minutos, Von Miller, sempre ele, resolveu a partida em um strip sack avassalador, que também foi retornado para TD. Os Broncos agora vão para 2-0, já o time de Indianápolis não soma nenhuma vitória.

Pittsburgh Steelers:

Afc

O Pittsburgh Steelers estreou em casa na temporada de 2016 da NFL, e do jeito que a torcida black yellow gosta, com vitória. O adversário, uma das potências da AFC, foi o Cincinnati Bengals. O time da casa não ficou atrás do placar nos 60 minutos, e mesmo com Big Ben cometendo turnovers, conseguiu ganhar com uma certa tranquilidade.

Andy Dalton duas vezes no primeiro tempo, conseguiu chegar perto da endzone de Pittsburgh, mas teve que se contentar com o field goal, em ambas ocasiões. É de destacar o poderio ofensivo dos Steelers, e a capacidade de seu quarterback em fornecer big plays, que são os “fatores x” da equipe. Os Bengals, no fim do jogo, perdendo por 8 pontos (24 a 16), tiveram a chance de empatar a partida, mas o calouro recebedor Tyler Boyd, cometeu um fumble crucial. Após o apito final, os Steelers se mantiveram invictos, já os Bengals, amargaram sua primeira derrota na temporada.

Houston Texans:

Afc

Como o Cincinnati Bengals perdeu para os Steelers, o Houston Texans é o novo time a ser analisado na nossa coluna. Nas últimas temporadas, o time de Houston sofreu com a falta de um quarterback. Nesta última free agency, eles investiram para trazer o ex-Bronco, Brock Osweiler.

Nos dois primeiros jogos da temporada, o resultado foi o melhor possível, 100% de aproveitamento. No último domingo, o adversário da vez foi o Kansas City Chiefs. A partida foi na casa dos Texans, palco do Super Bowl LI, e para os analistas, ambos times tinham chances similares de vencer.

Os Chiefs, sem seu running back principal, Jamaal Charles, não conseguiram produzir ofensivamente, e em todos os drives que invadiram com perigo a área de campo dos Texans, só se contentaram com o field goal, no caso, quatro. Já o time de Houston, além dos quatro FGs que também anotaram, marcaram um touchdown, vencendo o jogo por 19 a 12.

Espiando a AFC East:

Na semana dois, todos os jogos dos times da AFC East foram entre eles mesmos. Os Patriots receberam os Dolphins, enquanto os Jets foram até Buffalo encarar os Bills.

Os Patriots, com a vitória (veja a análise completa do jogo aqui), se mantiveram no topo de sua divisão, abrindo dois jogos de vantagem sobre Bills e Dolphins.

Os Jets, com a vitória que encerrou sua freguesia em Buffalo, deram a entender que eles serão os concorrentes dos Pats na divisão. O time verde dominou as ações no Thursday Night Football, mesmo o placar de 37 a 31 não mostrando isso.

AFC

Próximos confrontos:

22/09 Texans @ Patriots às 21:25 (EI e ESPN)
25/09 Cardinals @ Bills às 14:00
25/09 Browns @ Dolphins às 14:00
25/09 Broncos @ Bengals às 14:00
25/09 Jets @ Chiefs às 17:25
25/09 Steelers @ Eagles às 17:25

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.