O excelente custo-benefício dos wide receivers dos Patriots

Patriots

Quem acompanha o New England Patriots há algum tempo já percebeu que a franquia é reconhecida por não gastar acima do mercado para contratar jogadores.

Bill Belichick ao longo dos anos se mostrou um mestre em entender o mercado e contratar jogadores no momento certo, pelo valor “justo”.

Essa filosofia atingiu um novo nível quando olhamos o atual grupo de wide receivers dos Patriots e sua relação custo-benefício.

O excelente custo-benefício dos wide receivers dos Patriots

Quando os Patriots perderam Danny Amendola, ficou claro que a equipe preferiu se despedir de um ídolo a pagar por ele algo que não achava interessante.

Danny Amendola não foi o primeiro nem será o último jogador a buscar novos ares à procura de uma remuneração merecida, e que dificilmente seria paga nos Patriots.

Dois wide receivers foram contratados após a partida de Amendola: Cordarrelle Patterson e Jordan Matthews.

Esses dois atletas chegam para integrar um grupo de recebedores que, se não é o melhor da liga, é bastante competente, com condições de tornar o ataque dos Pats bastante produtivo.

Ao analisar os WRs dos Patriots, salta aos olhos o valor dos contratos: possuem baixo impacto no salary cap da equipe.

Eis a lista de wide receivers de New England e seu cap hit em 2018:

Julian Edelman: U$ 4.166.666
Chris Hogan: U$ 3.281.250
Cordarrelle Patterson: U$ 3.250.000
Matthew Slater: U$ 2.025.000
Kenny Britt: U$ 1.968.750
Phillip Dorsett: U$ 1.544.373
Jordan Matthews: U$ 1.000.000
Malcolm Mitchell: U$ 774.498
*Cody Hollister e Riley McCarron integram o elenco mas seus contratos não contam para o salary cap.

No total, o atual grupo de wide receivers dos Patriots ocupará U$ 18.010.537 no salary cap da equipe.

Para termos uma ideia, só o contrato de Mike Evans, ótimo wide receiver dos Buccaneers, ocupará U$ 18.258.000 no cap de Tampa Bay.

Outros exemplos de wide receivers a ocupar grandes partes dos caps de seus times em 2018 são Larry Fitzgerald (U$ 16,850,000), Dez Bryant (U$16,500,000), Jarvis Landry (U$15,982,000) e DeAndre Hopkins (U$14,000,000).

Estamos falando, no caso de New England, de um custo-benefício incrível. São nada menos que 10 jogadores pelo preço de um, na comparação acima.

Embora nenhum recebedor dos Patriots individualmente tenha a qualidade de um Evans, Hopkins ou Fitzgerald, mas não podemos negar que se trata de um grupo com vários jogadores talentosos, alguns com experiência e histórico decisivo em campanhas de títulos, como Edelman, Hogan e Mitchell.

O baixo impacto dos wide receivers no salary cap dos Pats favorece a necessária renovação que já está sendo feita no grupo.

Com a saída de Amendola, apenas três wide receivers dos Patriots possuem mais de 30 anos: Edelman (31), Hogan (30) e Slater (32), e este último, em verdade, praticamente não atua na posição.

Assim, os Pats deram início ao processo de renovação sem, pelo menos até agora, gastar muito dinheiro.

Esse processo deve continuar no draft que se aproxima, quando se espera que pelo menos mais um jogaor da posição seja selecionado ou contratado entre os undrafted free agents.

Não sabemos como os wide receivers dos Patriots produzirão em 2018, mas já podemos garantir que o custo-benefício desse grupo é talvez o melhor da NFL.

Foto de capa de Mark J. Rebilas-USA TODAY Sportsq.


Clique aqui para mais notícias da offseason dos Patriots.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 6 comentários

  1. Gostaria de saber pq então os Pats não tem tanyo espaço assim no salary cap,ja que o melhor QB da liga nem tem um salário tão elevado e o resto do time tb não….os Pats deveriam ter muito espaço,pq não tem?

    1. Desculpa a demora. Os Patriots hoje estão com U$ 13 milhões de espaço, até que não é tão ruim. Se os WRs não ocupam tanto espaço, outras posições sim. Brady não é o QB mais caro da liga mas este ano ocupará U$ 22 milhões. Gilmore + McCourty ocupam U$ 33 milhões. Hightower U$ 12 milhões. Então, temos jogadores caros também.

      1. Tem uma coisa que me preocupa, imagino que Brady que deva jogar no máximo mais duas ou três temporadas, como os Patriots pensa em repor? O que Belichick tem em mente?

        1. Podemos ter uma resposta ainda neste draft Junior, falaremos mais daqui para frente mas essa classe de QBs é bem talentosa.

  2. Excelente matéria Sidney, você teria os números da produção do nosso corpo de WRs pra compararmos com a produção de um Mike Evans ou Larry Fitzgerald? Seria um comparativo legal pra saber se nosso “moneyball” está dando certo.

    1. Oi. Desculpa a demora pra responder. Preciso pesquisar, vou dar uma olhada. Obrigado pelo comentário!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.