Denver Broncos: duas equipes em um mesmo campeonato

Denver Broncos Brock Osweiler Trevor Siemien

Nosso próximo jogo é contra um adversário bem conhecido, num lugar bem conhecido. Denver Broncos no Mile High Stadium.

Mas esta temporada de 2017, mostra dois Broncos distintos em campo. Um nas primeiras quatro partidas e outro bem diferente nas quatro últimas.

Denver Broncos: duas equipes em um mesmo campeonato

O início da temporada

Nas quatro primeiras partidas, Denver conseguiu 3 vitórias e 1 derrota. Sendo um dos triunfos importantes, contra o Raiders na semana 4.

No final desta jornada, antes da semana de bye, os Broncos anotaram 98 pontos com o seu ataque, sendo uma média de 24.5 por jogo.

A defesa atuou bem, como já se esperava e sofreu 74 pontos, ficando com uma média de 18.5 pontos por partida.

Mas daí veio a semana de folga e o time voltou outro.

Os quatro últimos jogos

De lá para cá, o Denver Broncos não conseguiu vencer mais nenhum jogo. Foram derrotas para os Giants (S6), Chargers (S7), Chiefs (S8) e Eagles no último domingo.

Este último jogo que escancarou os problemas, já que a defesa cedeu 51 pontos somente nesta partida, fazendo com que os números dessa “segunda-fase” de jogos, se tornassem preocupantes.

Na defesa, os 74 pontos cedidos no início da temporada, se transformaram em 124 nos quatro últimos jogos. Fazendo com que a média por jogo quase duplicasse, saindo dos 18.5 para 31 por confronto.

No ataque, os 98 pontos anotados caíram para 52. Fazendo com que a média de 24.5 pontos despencasse praticamente pela metade (13 pontos por partida).

Isso fez com que a equipe fizesse uma mudança importante no seu comandante do ataque.

Sai Siemian, entra Osweiler

Nos sete primeiros confrontos, Trevor Siemian foi o quarterback dos Broncos. O jogador foi o responsável por todas as vitórias até aqui e terminou sua jornada com 9 touchdowns anotados e 10 interceptações sofridas. O que colocou o QB como o segundo pior da liga neste quesito.

Portanto a comissão técnica decidiu que era hora de Brock Osweiler. O jogador que já foi o futuro de Denver e que está de volta nesta temporada.

No seu único jogo até aqui, a derrota de domingo para o Eagles, Brock não foi o fator que se esperava para o ataque.

Sua porcentagem de passes completos ficou em 50% (contra 61.5% de Siemian nos 7 jogos) e as interceptações não diminuiram. Foram 3 só no jogo de estreia de Brock (as 10 de Trevor o colocam com 1.4 de média por jogo).

Mas mesmo assim, os treinadores acreditam que Osweiler precisa de tempo e já informaram que ele será o titular domingo contra New England.

Com isso, Demaryius Thomas, que vem numa crescente, repetirá o passador que lançou seu único touchdown na temporada.

Thomas cresce mas não é decisivo

O wide receiver Demaryius Thomas, principal alvo nas partidas, tem uma melhora sutil em sua média de jardas dos primeiros jogos para os últimos.

Thomas conquistou 247 jardas no início da temporada e aumentou para 278. Porém Demaryius não é um fator decisivo nas pontuações da sua equipe.

Até aqui, o receiver anotou somente 1 touchdown, que aconteceu no garbage time da última partida.

Outro fato interessante, é que no pior jogo de Thomas no ano, quando obteve somente 11 jardas aéreas, sua equipe conseguiu vencer Oakland mesmo com a sua performance ruim.

Já no seu melhor jogo, com 133 jardas conquistadas contra os Giants, Denver perdeu a partida.


Sem dúvidas, já vimos dois Denver Broncos em campo e o pior deles foi o do último domingo. Resta saber se nossos jogadores entrarão em campo com a disposição necessária para agravar esses números ruins e a importante vitória contra Denver fora de casa, acontecer no Sunday Night Football.

Nós estaremos ao vivo, 45 minutos antes da partida, para falar sobre este jogo! Acompanhe com a gente com sua pergunta e comentário no nosso canal do facebook.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.