Avaliando o desempenho das contratações dos Patriots

patriots jogo corrido

A última offseason dos Patriots foi a mais movimentada da era Bill Belichick, efetuando diversas contratações. Após cinco semanas de temporada, avaliamos como estão os reforços.

Avaliando o desempenho das contratações dos Patriots

CB Stephon Gilmore

Resultado de imagem para stephon gilmore patriots

Logo no início da free agency, New England surpreendeu e trouxe o peixe grande disponível no mercado. Com contrato de 5 anos e $65 milhões, sendo $40 milhões garantidos, Gilmore se tornou o jogador defensivo mais caro da história da franquia.

Ao lado de Malcolm Butler, projetava-se uma secundária muito forte para a temporada. Contudo, não foi isso que vimos nestas primeiras semanas. A falta de comunicação e a adaptação ao estilo dos Patriots atrapalharam Gilmore, que ainda não provou o valor pago nele.

O camisa 24 mostrou evolução contra o Tampa Bay Buccaneers, assim, esperamos que continue na crescente, pois Belichick investiu muito dinheiro na sua contratação.

Avaliação do desempenho: Abaixo do esperado

WR Brandin Cooks

Resultado de imagem para brandin cooks patriots

Se Gilmore foi a principal contratação para defesa, Cooks foi a do ataque. Chegando após New England enviar uma escolha de primeira rodada para o New Orleans Saints, Brandin era cotado como o melhor wide receiver de Tom Brady desde Randy Moss.

O começo de temporada do jovem foi bom, conseguindo 18 recepções para 379 jardas e dois touchdowns. Como esperado, Cooks virou uma arma sensacional para rotas longas, tendo uma média surreal de 21 jardas por recepção.

Todavia, o recebedor ainda tem muito a melhorar. Às vezes, muito por conta da boa marcação adversária, Brandin desaparece no jogo. Falta regularidade para o jogador. Além disso, ele está aparecendo pouco em terceiras descidas e jogadas para poucas jardas. Precisa de um equilíbrio maior, para não virar apenas um gatilho de rotas longas.

Avaliação do desempenho: Pouco abaixo do esperado

TE Dwayne Allen

Resultado de imagem para dwayne allen patriots

Outro reforço que chegou via troca foi o tight end Dwayne Allen, que pousou em Foxborough para assumir a lacuna deixada por Martellus Bennett.

Vindo de uma temporada de seis touchdowns em Indianapolis, Allen foi caracterizado como um jogador bom em bloqueios e que não deixava a desejar nos passes.

Entretanto, em cinco semanas, só vimos o TE preencher uma de suas qualidades, a de bloqueador. Como recebedor, Allen teve efeito nulo no ataque Patriota, não conseguindo sequer um catch.

No jogo contra os Buccaneers, que Gronkowski ficou de fora, Dwayne não conseguiu se impor como principal tight end da equipe e deixou Brady sem opção na posição.

Avaliação do desempenho: Abaixo do esperado

RB Mike Gillislee

Resultado de imagem para mike gillislee patriots

Free agent restrito, Gillislee chegou aos Patriots como reposição a LeGarrette Blount, que anotou 18 touchdowns terrestres em 2016.

Em um grupo de running backs talentoso e completo, Mike achou seu espaço e virou o principal corredor da equipe. Até então, são 69 carregadas para 246 jardas.

Apesar da baixa média de jardas por corrida (3.6), Gillislee foi eficiente na redzone, conquistando quatro touchdowns. O RB mostrou evolução nas últimas duas partidas, aumentando sua média por carregada para 4.2 jardas.

Avaliação do desempenho: Dentro do esperado

RB Rex Burkhead

Resultado de imagem para rex burkhead patriots

Além de Gillislee, Bill Belichick foi atrás de mais um running back na free agency, o ex-Bengals Rex Burkhead.

Analisado como um jogador para as quatro descidas, Burkhead trouxe uma característica diferente ao grupo de RBs dos Patriots. Enquanto Lewis e White são melhores recebendo passe e Gillislee se destaca na corrida, Rex é a mistura das duas qualidades.

Infelizmente, ele lesionou a costela logo no início da temporada, contra os Saints, e não joga desde a semana dois.

No pouco que pudemos ver de Burkhead em campo, enxergamos um jogador que poderá contribuir no ataque dos Patriots. Ele, inclusive, já conseguiu anotar seu primeiro touchdown com a camisa de New England.

Avaliação inicial: Dentro do esperado

DL Lawrence Guy

Resultado de imagem para lawrence guy patriots

 

Depois de duas sólidas temporadas pelo Baltimore Ravens, Guy assinou um contrato de quatro anos com o New England Patriots.

Com 27 anos, o jogador chegou com o intuito de ajudar na rotação da linha defensiva, e mesmo não aparecendo tanto, Lawrence cumpriu bem sua função.

Terceiro no depth chart, atrás de Adam Butler e Malcom Brown, Guy conseguiu forçar duas faltas e computou dois hits nas cinco primeiras semanas.
Apesar dos números modestos, ele foi responsável pelo “trabalho sujo” na linha defensiva.

Avaliação do desempenho: Dentro do esperado

LB David Harris

Imagem relacionada

Última contratação de peso dos Patriots para a temporada, o veterano Harris aterrissou para dar um upgrade no grupo de linebackers da equipe.

Contudo, como já falamos aqui, sua chegada ainda não foi justificada. David, simplesmente, não entra em campo, mesmo tendo construído toda uma carreira de sucesso nos Jets.

O que mais impressiona é que os Patriots têm um problema notório entre os linebackers e, mesmo assim, Harris não é testado.

Avaliação do desempenho: Muito abaixo do esperado

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.