Deshaun Watson nos Patriots: sonho ou possibilidade real?

deshaun watson nos Patriots

A grande história da offseason 2021 será a definição do futuro de Deshaun Watson, um dos cinco melhores quarterbacks da NFL que está completamente insatisfeito em Houston e tem altas chances de ser trocado nos próximos meses.

Com o franchise quarterback possivelmente no trade block, as franquias que precisam de um signal caller certamente gostariam de adquirir o atleta de 25 anos. Entretanto, não são todas que têm as armas necessárias para fechar uma troca com os Texans.

Assim, analisamos nesse artigo se há ou não reais chances de Watson aterrissar em Foxborough.

Deshaun Watson nos Patriots: sonho ou possibilidade real?

A situação contratual da estrela

Inicialmente, é preciso ilustrar a situação de Watson em Houston. O astro, no ano passado, assinou uma extensão contratual de quatro anos por $160M com a franquia, tornando-se o segundo jogador mais bem pago da liga. Ressalta-se, ainda, que nesse contrato foi inserida uma cláusula chamada “no trade”, ou seja, que Deshaun não poderia ser trocado.

Como é o próprio jogador que está insatisfeito, presume-se que ele abrirá mão dessa cláusula para poder deixar os Texans. Todavia, essa “no trade” traz um ingrediente a mais para toda a novela, uma vez que, caso não queira ir pro time que Houston acerte uma troca, ele poderá ativar a cláusula e barrar sua saída, até que os Texans negociem com uma equipe que lhe agrade.

Logo, caso tenha em mente ir para um time para já brigar pelo Super Bowl, franquias que estão em rebuild e vão demorar para competir no pelotão da frente podem estar fora do radar de Watson.

Patriots x Concorrência

Independentemente dessa “no trade clause”, é certo que para firmar uma troca com os Texans custará bastante caro, pois trata-se de um dos melhores jogadores da NFL que possivelmente ainda nem chegou ao seu auge.

Desta forma, muito mais de estar disposto a “colocar a mão no bolso”, os interessados precisarão superar a concorrência no que deve ser um verdadeiro leilão. Para isso, é preciso ter bala na agulha, algo que os Patriots atualmente não possuem.

O maior atrativo de New England hoje é sua primeira escolha do Draft 2021, a de número 15, seguida da de segunda rodada, de número 47, juntamente com o CB Stephon Gilmore, que dentro do elenco é a moeda de troca mais valiosa. Todavia, um pacote com esses três “itens” passaria longe de ser suficiente para trazer Watson.

Isso porque há outras equipes com muito mais a oferecer pelo astro, como o New York Jets, que detém a segunda escolha geral do Draft, além da de número 23. O Miami Dolphins, também da AFC East, é outro que possui mais munição que os Pats, com a terceira escolha do Draft, bem como o jovem Tua Tagovailoa. Ademais, vale mencionar também os 49ers, que estão a um quarterback elite de chegar ao Super Bowl novamente, e podem envolver Jimmy G e sua escolha de número 12 por Deshaun.

Portanto, resta evidente que os Patriots não têm como competir com as demais franquias por Watson, a menos que o quarterback limite bastante suas opções, devido a no trade clause, e New England esteja entre seus favoritos, hipótese que abordaremos a seguir.

New England estaria no radar de Watson?

Partindo então do pressuposto que o principal trunfo dos Patriots para trazer Watson seria a vontade do jogador de pousar em Foxborough, precisamos nos apegar aos fatos para deduzir se o camisa 4 desejaria ser um Patriot.

Como foi amplamente divulgado pela imprensa, uma das maiores frustações de Watson com os Texans foi da franquia tê-lo deixado de lado no processo de escolhas importantes do time, como a recente contratação de Nick Caserio para General Manager. Deshaun queria que sua opinião fosse levada em conta nos processos decisórios, mas ele não teve voz.

Conhecendo Bill Belichick e a forma dele administrar os Patriots há 20 anos, é certo que Watson também não teria isso em New England. Se Tom Brady em toda sua gloriosa passagem praticamente não era consultado por Bill, imagine Watson.

Outrossim, é importante salientar que Deshaun vive rodeado de ex-funcionários dos Patriots lá nos Texans. Um dos homens fortes da direção de Houston, Jack Easterby, trabalhou com Belichick e cia, além de mais recentemente Bill O’Brien, ex-técnico dos Texans que foi anteriormente coordenador ofensivo em New England.

Assim sendo, o ambiente que Watson deseja trabalhar não seria encontrado nos Patriots. Certamente, New England é bem mais organizado que Houston, mas Deshaun teria que se enquadrar ao Patriot Way, e não ao contrário.

Por fim, os Pats, diferentemente dos 49ers, por exemplo, não estão a um QB de brigar pelo Super Bowl, pelo contrário. A equipe possui diversas lacunas em basicamente todo o elenco, especialmente entre os recebedores, que, sem sombra de dúvidas, não fazem os olhos de Deshaun brilharem.

Veredito

Destarte, conclui-se que os Patriots não têm armas suficientes para competir com a concorrência por Watson, bem como possivelmente não devem estar na lista tríplice de destinos da estrela, seja por não encontrar o que deseja em New England (um lugar na mesa, por assim dizer), seja pelo elenco ainda não estar pronto para lutar por um Super Bowl.

Logo, hoje, Deshaun Watson nos Patriots é definitivamente um sonho. A situação é bastante desfavorável para New England, ao ponto de que praticamente nos basta torcer para ele, pelo menos, não vir jogar em um rival da AFC East.


Acompanhe o Patriotas no Instagram!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.