Disputas no elenco: offensive lines

Com o training camp se aproximando (lembrando que o Patriotas cobrirá in loco), vamos dar continuidade a nossa coluna que projeta como será a disputa entre os jogadores de determinada posição no training camp. Saiba agora tudo sobre os Offensive Lines.

Disputas no elenco: offensive lines

Ano passado, os Patriots levaram nove jogadores de linha ofensiva para o elenco principal. Destes nove, tivemos a seguinte divisão:

– 2 centers (Stork e Andrews)
– 3 tackles (Solder, Vollmer e Cannon)
– 4 guards (Wendell, Kline, Jackson e Mason)

Desses jogadores, apenas Wendell não está mais nos Patriots. Para aumentar a disputa, Bill Belichick trouxe mais peças:

Guards: Cooper, Thuney, Karras e Barker (estava no practice squad)
Tackles: Fleming e Milton (estavam no practice squad) e Waddle (chegou no meio de 2015).

Como de costume, vamos manter o mesmo número de jogadores de cada posição.

OFFENSIVE LINES GARANTIDOS:

Os primeiros jogadores insubstituíveis da OL dos Patriots são Sebastian Vollmer e Nate Solder. Juntos, eles formam uma bela dupla de tackles e transmitem segurança para o resto da linha. Ano passado, com a lesão de Nate, o time passou por períodos turbulentos para encontrar seu substituto. Sebastian está entrando no seu último ano de contrato.

Mais dois jogadores já garantidos no elenco final são os centers David Andrews e Bryan Stork. Andrews chegou aos Pats em 2015 como UDFA, e foi uma das maiores surpresas positivas do time na temporada. Stork, que foi draftado em 2014, sofreu com uma lesão na parte do pescoço e só estreou na metade da temporada. Ele até chegou a ser improvisado como RT em algumas ocasiões.

Para fechar o tópico dos garantidos, temos os guards Shaq Mason e Jonathan Cooper. Mason foi o OG mais sólido dos Patriots em 2015, conseguindo se manter saudável e perdendo apenas dois jogos. Cooper chegou a New England na troca que mandou Chandler Jones para o Arizona Cardinals. Ele foi a sétima escolha geral do Draft de 2013, e mesmo ainda não fazendo jus a escolha, é inviável pensar na sua dispensa precoce.

Nate Solder foi a escolha de primeiro round dos Patriots em 2011.
Nate Solder foi a escolha de primeiro round dos Patriots em 2011.

OFFENSIVE LINES NA BRIGA:

Com a maioria das vagas já ocupadas, restam apenas três espaços para incríveis 10 jogadores.

“Liderando” o tópico de jogadores na briga, temos Joe Thuney, que foi a escolha de terceiro round dos Patriots neste ano. Thuney muito provavelmente irá ocupar uma vaga no elenco, pois Bill Belichick não iria jogar fora uma escolha alta. Também consta ao seu favor, que se preciso, ele pode se alinhar como OT.

Disputando, teoricamente, a última vaga dos guards, temos Tre’ Jackson e Josh Kline. Jackson larga na frente de Kline por ter mais anos de contrato (3 contra 1) e ser mais jovem (23 contra 26 anos). Ao pró de Josh, temos que ele jogou um pouco melhor que Tre’ em 2015, porém, é um jogador marcado pela torcida.

Para a última vaga dos tackles, veremos a disputa do jogador mais odiado pelos fãs, Marcus Cannon, e de um atleta que pouco vimos em campo, LaAdrian Waddle. Cannon recebe um salário muito maior do que merece, e por isso, caso não reestruture, pode pesar para sua saída. Waddle, apesar de vemos pouco ele jogar, aparenta ser um custo benefício melhor, além de não ter um nome manchado pela torcida.

Offensive line Tre' Jackson brigará por uma vaga no elenco final.
Tre’ Jackson brigará por uma vaga no elenco final.

OFFENSIVE LINES CORRENDO POR FORA:

Draftado no 6°round deste ano, o guard Ted Karras é o único do tópico “correndo por fora” que tem mais chance de surpreender, pelo fato de ser um jogador que a comissão técnica ainda não viu treinar e jogar de perto. Karras provavelmente já tem uma vaga certa no practice squad se não conseguir uma no elenco principal.

Caso o time leve três tackles, Cameron Fleming terá pouquíssima chance. Ele estava no practice squad em 2015 e subiu para o elenco principal após a grave lesão de Nate Solder, porém, sem passar segurança. Fleming deverá fazer parte do practice squad do time.

Fechando o tópico, temos dois jogadores que deverão servir apenas para aumentar a briga nos treinos, o OT Keavon Milton e o OG Chris Barker. Ambos jogadores estavam no practice squad dos Pats ano passado, porém não são mais elegíveis para este ano.

Cameron Fleming está nos Patriots desde 2014.
Cameron Fleming está nos Patriots desde 2014.

PROJEÇÃO:

  • OT Nate Solder
  • OT Sebastian Vollmer
  • OT LaAdrian Waddle
  • OG Shaq Mason
  • OG Jonathan Cooper
  • OG Joe Thuney
  • OG Tre’ Jackson
  • C Bryan Stork
  • C David Andrews

Acompanhe o Patriotas no facebook!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.