Draft 2021: Alvos para os Patriots entre os QBs (parte 1)

Draft 2021 Justin Fields

No dia 29 de abril se iniciará um dos momentos mais esperados do calendário da NFL, o Draft 2021. Dessa forma, iremos separar por posição os prospectos que podem desembarcar em New England.

Hoje falaremos sobre os alvos para os Patriots entre os QBs no Draft 2021, com enfoque nos prospectos cotados para sair na primeira rodada, exceto Trevor Lawrence (já que deverá ser selecionado pelos Jaguars na escolha #1).

Situação do elenco entre os QBs

Cam Newton Only Started for the Patriots Because the Alternative Would Have  Been a "Debacle"

New England possui atualmente três quarterbacks no elenco: Cam Newton, Jarrett Stidham e Jake Dolegala.

Caso a temporada começasse hoje, muito provavelmente Cam seria o titular, e apesar dele, teoricamente, caminhar para obter um melhor desempenho em 2021, certamente seu nome não transmite confiança, bem como não traz garantia alguma pensando no longo prazo.

Por isso, os Patriots precisam ser agressivos no Draft 2021 atrás de um signal caller, e agora analisaremos os quatro principais nomes após Trevor Lawrence. Saliente-se que todos os jogadores que serão comentados abaixo é necessário efetuar um trade up para poder ter chance de selecioná-los, com talvez a única exceção sendo Mac Jones.

Zach Wilson – BYU

BYU football: Is Cougars QB Zach Wilson an NFL draft prospect? - Deseret  News

Favorito para ser draftado pelo New York Jets na segunda escolha geral, Wilson encantou os olheiros e fãs na temporada 2020 do college football, na qual teve números espetaculares e explodiu: em 12 jogos, ele lançou para 3.692 jardas, com 73,5% de aproveitamento, 33 touchdowns e apenas 3 interceptações, além de correr para mais 10 touchdowns.

Atrelado ao seu belíssimo desempenho, Wilson demonstrou, principalmente, uma incrível força no braço e ótima precisão, além de sólido processamento mental e rápido release. Ademais, tem um excelente poder de improviso e criatividade, usando sua mobilidade e agilidade para fugir da pressão adversária, o que neste aspecto lhe rendeu comparações à Patrick Mahomes.

Wilson não é um quarterback essencialmente dual-threat, mas tem a capacidade de “se virar com as pernas”, podendo castigar as defesas que lhe derem espaço e ser utilizado para ganhos de poucas jardas, bem como na redzone.

Entre os pontos negativos, é preciso ressaltar que Zach não enfrentou as principais faculdades na temporada 2020, e também se beneficiou de uma belíssima linha ofensiva que tinha à disposição, além de um forte jogo terrestre. Logo, não foi muito testado sob pressão. Outrossim, ele ainda precisa desenvolver sua presença no pocket, haja vista que às vezes acaba saindo dele mesmo quando não é necessário.

Por fim, seu físico não é considerado para os padrões ideais da NFL, o que levanta algumas dúvidas sobre sua durabilidade. Em 2019, por exemplo, ele passou por duas cirurgias, no ombro e no polegar.

Em suma, Zach Wilson é discutivelmente o segundo melhor QB do Draft 2021, e caso se confirme sua ida para os Jets a AFC East deverá ficar ainda mais concorrida no futuro.

PS: O tio materno de Wilson, David Neeleman, é brasileiro, nascido em São Paulo, e fundador da companhia aérea Azul. Sua fortuna é estimada em R$ 7,9 bilhões, segundo a Forbes.

Justin Fields – Ohio State

College Football InFormation Week 10 Awards - Os Prêmios da Semana 10 da  NCAAF - The InFormation

Avaliado como um prospecto cinco estrelas vindo do high school, Justin Fields é outro excelente quarterback disponível no Draft 2021, tendo sido um dos melhores jogadores do college football nas últimas duas temporadas.

Após deixar a Universidade de Georgia, que tinha Jake Fromm de signal caller, Fields deu um show em seu primeiro ano de titular, em 2019, quando lançou para surreais 41 touchdowns em 14 partidas, além de correr para mais 10 TDs.

Uma verdadeira dual-threat, com uma capacidade atlética maravilhosa, Fields tem fisicamente todos os atributos necessários para brilhar na NFL, com destaque para o fortíssimo braço e ótima velocidade, agregados também a uma exímia precisão.

De aspecto negativo do seu jogo, a maioria dos especialistas aponta um processamento mental rápido ainda não tão desenvolvido, às vezes se prendendo muito ao seu alvo primário e não conseguindo conectar as demais opções, além de segurar a bola mais que o necessário. Assim, essa rapidez no processamento mental necessita de melhoria, bem como a proteção à bola, haja vista que cometeu doze fumbles nas últimas duas temporadas.

Enfim, Fields, sem dúvidas, é um quarterback muito talentoso e que deve ter sucesso na NFL caso consiga evoluir no processamento mental e nas progressões. Com os 49ers, detentores da escolha #3, aparentemente inclinados a selecionarem Mac Jones, Justin tem grandes chances de cair para a escolha #4, dos Falcons, e deve virar o foco dos times interessados num trade up.

Trey Lance – North Dakota State

2021 NFL draft: Jets to attend North Dakota State QB Trey Lance's pro day

Cotado pela maioria dos analistas como o terceiro ou quarto melhor QB do Draft 2021, Trey Lance é um dos prospectos mais intrigantes do recrutamento deste ano.

Produto da modesta North Dakota State, que disputa uma espécie de segunda divisão do college, Lance basicamente só teve uma temporada como titular na carreira, em 2019, e apenas ela foi o suficiente para fazer brilhar os olhos dos scouts, com um desempenho espetacular: 2.786 jardas passadas para 28 touchdowns e nenhuma interceptação, com aproveitamento de 66,9% nos passes, além de 1.100 jardas corridas para 14 touchdowns.

Dotado de um canhão no braço e belos atributos físicos, Lance é uma verdadeira dupla ameaça, capaz de causar estrago tanto pelo ar, quanto pelo solo. Também chama atenção nele suas ótimas tomadas de decisões e presença no pocket.

Em contrapartida, é necessário ressaltar que Trey atuou em uma divisão bastante inferior no college football, bem como o sistema ofensivo de North Dakota era voltado para o jogo terrestre, com uma média de apenas 18 passes por partida. Outrossim, sua precisão necessita de melhoria, ainda mais quando lança correndo, bem como os passes longos, os quais sofreram diversos overthrows.

No geral, Trey Lance é um prospecto que tem todas as ferramentas físicas para virar um ótimo quarterback, mas por ter jogado apenas uma temporada (em 2020 só houve um jogo por causa da pandemia), bem como contra adversários que não vigoram entre os melhores da NCAA, ele pode ser considerado o famoso “boom-or-bust” e o mais cru entre os listados neste artigo. Saliente-se, inclusive, que tem apenas 20 anos, e é o signal caller mais novo desta classe.

Mac Jones – Alabama

DeVonta Smith e Mac Jones estão entre prospectos que comparecerão ao Draft  2021

Campeão da temporada 2020 do college pela poderosa e temida Universidade de Alabama, Mac Jones, entre os QBs comentados neste post, é o que mais divide opiniões, e embora esteja bastante cotado para ser a terceira escolha geral do Draft 2021, ele é apontado pela maioria dos scouts como um talento da segunda metade da primeira rodada, e apenas o quinto melhor QB da classe.

Titular em um ano inteiro apenas em 2020 por Alabama, sucedendo Tua Tagovailoa, Jones é um tradicional pocket passer que não oferece perigo pelo solo, apesar de não ser um “trator” correndo. No seu currículo, ele tem o recorde da NCAA em porcentagem de passes completos em uma temporada (77,4%), e foi o primeiro jogador da história do Crimson Tide a atingir 4.500 jardas aéreas em uma única temporada, bem como sagrou-se campeão da temporada 2020.

Além do mais, Mac tem como principais qualidades sua precisão, quick release, rápido processamento mental, tomada de decisão, tranquilidade no pocket e baixa taxa de erros cometidos. Outrossim, é considerado um líder nato e extremamente competitivo.

Por outro lado, Jones tem uma habilidade atlética bem limitada, possuindo uma força no braço apenas mediana, o que vai na contramão da “NFL moderna”, com QBs que oferecem perigo também pelo chão e possuem muita força no braço. Outrossim, é impossível não mencionar que Mac Jones contava com tudo do bom e do melhor em Alabama, possuindo uma OL, jogo corrido e recebedores espetaculares.

Para se ter uma noção, de acordo com o PFF, ele lançou 600 jardas a mais do que qualquer outro QB no college para jogadores livres. Por fim, assim como Trey Lance, atuou apenas um ano inteiro como titular.

Em suma, Mac Jones é um quarterback que não se destaca por ser um playmaker, mas que, caso arrodeado de boas armas, tem capacidade de comandar um ataque, por ser um pocket passer inteligente, com uma excepcional precisão e que pouco comete erros.


Acompanhe o Patriotas no twitter!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.