Draft 2021: Alvos para os Patriots entre os WRs (parte 2)

No dia 29 de abril se iniciará um dos momentos mais esperados do calendário da NFL, o Draft 2021. Dessa forma, iremos separar por posição os prospectos que podem desembarcar em New England. Hoje falaremos sobre mais alvos para os Patriots entre os wide receivers, focando em nomes para o segundo e terceiro dias.

Para saber de nomes da primeira rodada, bem como a situação do elenco na posição, clique aqui.

Alvo para a segunda rodada do Draft 2021

Terrace Marshall Jr (LSU)

2021 NFL Draft: Terrace Marshall Jr. is not just the other receiver from LSU

Coadjuvante em seus primeiros anos de college, devido às presenças de Justin Jefferson e Ja’Marr Chase, Marshall assumiu a função de principal recebedor de LSU em 2020 e não deixou a desejar, tendo uma média superior a 100 jardas aéreas e 1 touchdown por partida.

Com quase 1,90m, Terrace tem o diferencial de conseguir unir altura com velocidade, o que é capaz de causar diversos mismatches e dores de cabeça para os coordenadores defensivos.

Explosivo, Marshall tem experiência atuando tanto no slot, quanto no outside, e se destaca pelo seu catch radius, tendo recebido 25 de 41 passes contestados lançados em sua direção, mostrando-se não se intimidar com o contato alheio. Por isso, ele é também um excelente alvo na redzone, tendo anotado 23 touchdowns na carreira universitária.

Em contrapartida, Terrace precisa ganhar massa corporal, não tendo ainda o corpo necessário para enfrentar os corners mais físicos da NFL. Outrossim, seu desempenho bloqueando para corrida foi abaixo da média, bem como teve problemas com drops, cometendo 7 em 2020, sendo a maioria por falta de atenção.

Para finalizar, vale ressaltar que ele tem histórico de lesão, tendo passado por uma cirurgia no pé esquerdo em 2019, além de uma na fíbula em 2017.

No geral, Terrace Marshall é um wide receiver que contempla atributos físicos extremamente desejáveis para a posição, além de combiná-los com uma ótima produção por LSU. Caso essa classe de wide receivers não fosse tão talentosa, ele possivelmente estaria garantido como uma escolha de final de primeira rodada.

Alvo para a terceira rodada do Draft 2021

Amon-Ra St. Brown (USC)

As NFL hopefuls opt out, Amon-Ra St. Brown's father says his mind is made  up – The Athletic

Irmão de Equinameous St. Brown, dos Packers, Amon é, sem sombra de dúvidas, um prospecto muito melhor do que seu irmão foi.

Titular por três anos como o wide receiver X de USC, St. Brown foi desde o início da sua trajetória universitária um jogador produtivo e super competitivo, bem como se destacou pelo espetacular controle corporal.

Belo corredor de rotas, possuindo um ótimo e extenso leque de rotas executadas, ele também joga de forma muito física e dura após a recepção, atrelado à sua sólida velocidade.

Todavia, St. Brown não é aquele receiver que chama muita atenção, que aparece nos melhores momentos com recepções milagrosas, além de não possuir tanta explosão, tampouco ser uma ameaça em profundidade. Ele também pouco atuou contra a press man coverage, embora tenha experiência no outside e no inside.

Em suma, Amon-Ra é um wide receiver consistente e produtivo, mas que não chegará incialmente na NFL com projeção para ser um WR #1, devendo começar atuando no slot e, com o tempo, desenvolver seu jogo para virar uma arma também no outside.

Alvo para o terceiro dia do Draft 2021

D’Wayne Eskridge (Western Michigan)

WMU speed burner D'Wayne Eskridge reminds me of Deebo Samuel

Quando se pensa em Eskridge, se pensa em rapidez, sendo uma ameaça para pontuar em qualquer lugar que esteja do campo, característica essa que definitivamente falta no elenco dos Pats.

“Baixinho” de 1,75m, D’Wayne é um slot receiver bastante explosivo na linha de scrimmage, tendo uma ótima agilidade e mudança de direção e que causa estrago toda vez que toca na bola. Pelos Broncos, ele teve uma média surreal de 23,1 jardas por recepção em 2020, sendo que 76,5% de suas recepções resultaram em touchdown ou first down.

Apesar da altura, Eskridge é um sólido bloqueador, não tendo medo de encarar os jogadores maiores, bem como contribui também nos special teams como retornador de kickoff e gunner nos punts.

Entre os pontos negativos, além do tamanho, cujo o limita a funções no slot e dificulta o jogo com muito contato, D’Wayne é um corredor de rotas bastante cru, além de ter enfrentado oponentes de nível inferior que certamente inflacionaram seus números. Outrossim, ele é um prospecto mais velho, já tendo 24 anos, além de ter passado por cirurgia em 2019 que o fez perder a maior parte da temporada. Vale ressaltar também que ele teve problemas com drops na sua carreira.

Portanto, D’Wayne Eskridge é um prospecto com uma função aparentemente bem delimitada na NFL: a de slot receiver. Como New England tem necessidade no setor após a aposentadoria de Edelman, Eskridge seria uma tentativa de reposição interessante na quarta rodada.


Acompanhe tudo sobre o Draft 2021 no twitter!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.