Edelman se consolida como o maior WR da história dos Pats

edelman

Parece até ironia uma pessoa de 1,78m ser maior em algo. Contudo, Julian Edelman, após sua atuação no Super Bowl LIII, conseguiu esse feito: ele é o maior WR da história dos Patriots.

Edelman se consolida como o maior WR da história dos Pats

Primeiramente, vale ressaltar: maior não significa melhor. Jules não foi o wide receiver mais talentoso que já vestiu o uniforme de New England. Esse posto pertence ao Hall of Famer Randy Moss, que em 2007 anotou incríveis 23 touchdowns e foi um dos principais, se não o principal, expoentes de uma campanha 16-0.

Entretanto, Moss deixou os Patriots sem nenhum anel, sendo parte da mais dolorosa derrota da história da franquia, no Super Bowl XLII, para o New York Giants. E assim, apesar de não ter a habilidade de Randy, Edelman faz suas conquistas falarem mais alto, afinal, três Super Bowls são para poucos.

Somado aos títulos, a trajetória da carreira do Minitron o impulsiona ainda mais para esse posto de maior WR da história. Para quem não sabe, ele foi quarterback durante o high school, não recebeu bolsa de estudos para a universidade, foi selecionado pelos Patriots na sétima rodada e depois virou recebedor, tendo jogado até de cornerback!

Draftado em 2009, o início da carreira de Edelman nos Pats não foi dos mais fáceis. Apesar de se destacar nos retornos de punt e kickoff desde o princípio, ele não obteve espaço no jogo aéreo, pouco aparecendo em seus quatro primeiros anos de NFL, e ainda acumulando lesões.

Porém, foi em 2013 que a chave virou para o camisa 11. Com a saída de Wes Welker, Julian assumiu a função de slot titular da equipe, e rapidamente ganhou a confiança de Tom Brady, tornando-se o principal WR daquele time.

Desde então, a carreira de Edelman deu um salto, e ele começou a virar o ídolo que é hoje. No Super Bowl XLIX, o esquilo foi o responsável pelo touchdown do título, além de receber 9 passes para 104 jardas.

Na final contra o Atlanta Falcons, na temporada 2017, mais um capítulo de sua belíssima história foi escrito, ao fazer uma das recepções mais miraculosas de todos os tempos.

Por fim, depois de ficar de fora do Super Bowl LII, lesionado, Julian voltou com sangue nos olhos para enfrentar os Rams, e com 10 recepções para 141 jardas se tornou o MVP da partida.

Atualmente, o camisa 11 detém números bastante expressivos nos playoffs, como o segundo jogador com mais jardas aéreas e o segundo com mais jogos para 100 jardas recebidas ou mais, ficando apenas atrás de Jerry Rice em ambas estatísticas.

Portanto, aos 32 anos e com um ano de contrato ainda remanescente, Julian Edelman já é o maior WR da história dos Pats, e ainda pode aumentar o seu legado com, quem sabe, um Hall da Fama.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem 8 comentários

  1. Belo post.
    Alguma chance dele sair dos Patriots esse ano?
    Pois BB costuma trocar jogadores em final de contrato por Pick1 acho.
    Obg

    1. Olá, Márcio, obrigado! Chances são muito baixas, tendo em vista que o valor de mercado de Edelman é baixo, devido à idade, e ele tem um bom custo-benefício para o time!

      1. Certo. Mto obrigado

  2. Maior que o Branch?

  3. No texto tem um pequeno erro de digitação: ” conta o Atlanta” o correto seria: “contra Atlanta…”

    1. Corrigido, obrigado por avisar!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.