Eu Sou Patriota: Arthur Cunha

A já tradicional coluna Eu Sou Patriota, (onde você pode escrever sobre tudo que quiser sobre os Patriots, seja sobre alguma noticia, opinião, jogadores, estatísticas, experiências, amor aos Pats, TUDO que você quiser, é o espaço do torcedor) está de volta nesta semana, desta vez o Arthur Cunha, um dos membros da Equipe Patriotas, resolveu falar de como seu pai, meio indiretamente, o influenciou a torcer para os Patriots e não para os Packers.

Eu Sou Patriota: Arthur Cunha

Tenho 15 anos, torço para os Patriots desde 2012, participo do maior fã clube oficial dos Patriots no mundo e sou integrante do melhor site destinado a só um time de futebol americano no Brasil. Porém, isso poderia ter sido bem diferente, senão fosse uma viagem que fiz a Orlando, Florida no final de 2011, numa época que nem sabia a diferença entre Futebol Americano e Rugby.

Minha viagem aos EUA não foi muito diferente das de todas as outras pessoas que já foram até a terra do Mickey, fui para parques e outlets. No hotel em que me hospedei, acho que tinha algum erro na TV do quarto, pois só passava Futebol Americano Universitário, e lá vi meus primeiros jogos. No último dia de viagem, aquele destinado especialmente as compras, na ida a um dos outlets de Orlando, daqueles que você fica embaixo de um sol quente por várias horas, segurando diversas compras, meu pai me chamou para irmos a última loja, junto a meu irmão, para sorte do destino, essa loja era a Reebok (antiga patrocinadora dos times da NFL).

Chegando na loja, obviamente com preços bem mais baratos do que os de hoje quando transferido para a moeda brasileira, pois na época o dólar nem tinha chegado a R$ 2,00 meu pai resolveu presentear eu e meu irmão com uma camisa da NFL. Ao chegarmos na parte que vende essas camisas, chegou a hora que na época nem eu sabia que mudaria minha vida – e não, não era exagero. Tinham várias do que hoje chamo de jersey de “Brady”, “Manning”, “Rodgers” e não sabia qual escolher, até que meu pai virou para mim e disse:

-Arthur, leva essa “12 branca escrita Brady”, ele é o marido da Gisele Bundchen e o melhor jogador do mundo.

Ainda não decido, perguntei:

– Esse camisa é de Rugby ou de Futebol Americano?

– Não sei – disse meu pai

Isso me deixou numa dúvida tremenda, pois tinha achado a jersey de A-Rod mais bonita, pois tinha as cores do Brasil e tive mais vontade de levá-la, mas, na época infelizmente e hoje felizmente, não tinha do meu tamanho e tive que “ficar” com a de Thomas.

Já no Brasil, no fim de janeiro de 2012, vi um outdoor da ESPN do Super Bowl entre Patriots X Giants e reconheci que tinha uma camisa daquele time. No dia do grande jogo, que para mim só era um jogo normal, vesti minha camisa de Tom Brady e mesmo não entendo quase nada, sofri até o último Hail Mary como se aquilo fosse minha vida, foi amor à primeira vista. Mesmo com a derrota, não podia jogar o valor da jersey fora e resolvi acompanhar as temporadas seguintes. Hoje, não tem um dia que fico sem ler um Injury Report, ou coletiva de imprensa de Bill Belichick. Hoje, sou viciado num tal de New England Patriots.

Ahh…e meu pai continua não entendendo nada do esporte e acha que Gronk é russo/polonês.


Se você igual ao Arthur Cunha, quer demonstrar o seu amor aos Patriots, ou qualquer outro assunto que tenha a ver com a nossa tão amada equipe, mande para nós no newenglandpatriotas@gmail.com com o assunto: Eu Sou Patriota!

Lembrando que para ser publicado, o texto não pode conter palavrões, insultos, apologia a qualquer atividade ilegal e claro, um bom português!

Obs: Este não é um artigo original do site Patriotas e é de responsabilidade do seu escritor.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

  1. Muito legal! Parabéns pelo texto! #goPatriots!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.