Eu Sou Patriota : Felipe Andrade

Continuamos com a coluna Eu Sou Patriota : Felipe Andrade esta semana o espaço aqui do site é todo seu! Ele vai contar um pouco de como é ser Patriota e como Gisele Bündchen influenciou sua escolha!

Eu Sou Patriota : Felipe Andrade

Sim, sim, sim, eu comecei a torcer para os Patriots por causa do marido da Gisele! Que me chamem de modinha e blá blá blá, mi mi mi, afinal, não sou obrigado a escolher um time perdedor para torcer só para não ser chamado de modinha. Se a modelo brasileira tivesse namorado um jogador do Jaguars, pode ter certeza que eu seria mais um “sofredor” dessa franquia, então, muito obrigado Gisele!

Já faz tanto tempo que gosto dos Pats (desde 2006) que essa frescura de outros torcedores aí nem me afeta mais, e às vezes que joguei Madden 2002 aos meus 10 anos de idade não foram suficientes para simpatizar com uma equipe, e olha que o Brady já estava lá.

A primeira partida que assisti foi aquela dramática derrota para o Giants no Super Bowl de 2007, talvez isso tenha reforçado a minha simpatia ao time. Às vezes acompanhava os resultados dos jogos, mas como não tinha TV a cabo para assistir, não ligava muito. Tornei a assistir outro Super Bowl, novamente contra o mesmo time, só que dessa vez na casa de um amigo torcedor do Giants, o resto vocês já conhecem. Depois desse jogo houve a virada para mim, a partir daí eu realmente comecei a amar os Patriots (depois de duas derrotas em Super Bowl? É, realmente eu sou muito modinha).

Os anos seguintes vieram com mais derrotas, 2014 foi triste perder a final de conferência para os Broncos e depois assistir ao “sapeco” que levaram e pensar que poderia ter sido meu time a esta ali disputando mais uma final. Então veio a glória do Super Bowl XLIX, em uma temporada que eu assisti todos os jogos, inclusive os que acabaram as 2:00h da manhã.

No começo do jogo estava tudo lindo, feliz de ver mais uma final, Patriots jogando bem… até o final do primeiro tempo, pois aquele drive do adversário nos últimos segundos me fez suar frio, igualmente no terceiro quarto. Então o “MITO Brady Boy” apareceu e nos colocou incrivelmente na frente do placar, sim, a vitória estava em nossas mãos, até que… bem, vocês lembram muito bem daquela jogada. Sorte? Alguns diriam isso daquela recepção com a bola “pererecando” em cima do recebedor adversário, eu digo “a mais pura cagada da face da terra”. Não conseguia acreditar que o raio estava caindo duas vezes no mesmo lugar, afinal, contra o Packers, eles também fizeram o inacreditável e conseguiram uma vitória improvável aquela altura.

Talvez eu não fosse o único a praticamente implorar para deixarem o TD sair, já pensando em receber a bola e tentar loucamente pontuar nos minutos finais, mas isso não aconteceu. Sim, eu já estava cabisbaixo, aceitando a derrota, quando a jogada mais fantástica que eu já vi saiu (é, exagerei mesmo). Aí não houve pernas que me segurassem, caí de joelhos ao chão, e como uma criança que ganha o presente que sempre sonhou eu chorei, chorei de emoção, nem aos títulos das minhas outras paixões (São Paulo, Spurs e seleção brasileira em 2002), chegaram aos pés, ou melhor, às lagrimas que esse jogo me proporcionou. A glória estava novamente voltando à Massachusetts. (obs: zoar o colega de trabalho, torcedor do Seahawks, quase todos os dias, não tem preço)

Caros Patriotas, vocês sabem como é difícil colocar o amor no “papel”, o sentimento por essa equipe ultrapassa o que o dicionário dispõe de palavras, o que eu sinto é exatamente o que vocês sentem, independente de como e quando começou essa relação de fascínio por esta franquia tão amada, e odiada, por nós brasileiros.

Entre vitórias e derrotas, glórias e fracassos, Patriota eu sou, Patriota sempre serei!

Felipe Andrade,
23 anos, publicitário de formação, trabalha com e-commerce esportivo e redator/revisor freelancer.


Se você também quer demonstrar o seu amor aos Patriots, ou qualquer outro assunto que tenha a ver com a nossa tão amada equipe, mande para nós no newenglandpatriotas@gmail.com com o assunto: Eu Sou Patriota!

Lembrando que para ser publicado, o texto não pode conter palavrões, insultos, apologia a qualquer atividade ilegal e claro, um bom português!

Obs: Este não é um artigo original do site Patriotas e é de responsabilidade do seu escritor.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.