Free agency pode ter efeito drástico em New England

Cordarrelle Patterson wide receiver New England Patriots Free Agency

Free agency é momento de mudanças nas equipes. Sempre fica aquela ansiedade para saber quem vai chegar e quem vai sair do elenco anterior. E em 2019, os Pats podem sofrer mudanças drásticas.

Free agency pode ter efeito drástico em New England

Sempre a lista é grande. Isso já não é novidade. Mas desta vez, temos vários jogadores que pertencem ao mesmo núcleo do time e isso pode ter um efeito forte.

Entre os wide receivers, são 5 jogadores sem contrato nessa free agency, sendo que 4 deles vimos de forma recorrente na rotação do ataque de New England.

Patterson, Hogan, Dorsett e Gordon. Jogadores de estilos diferentes que foram importantes em vários ou em algum momento.

Hogan e Dorsett são os que vejo com menos impacto se saírem. Chris, apesar de ter um entrosamento grande com Tom, não conseguiu fazer nada no ano passado. Já Phillip, mostrou potencial, mas pelo segundo ano seguido foi praticamente ignorado pela comissão técnica.

Já entre os linhas ofensivas, são 4 nomes, sendo a maioria deles reservas.
Trent Brown é a grande questão aqui. Já teve nome na liga, foi esquecido e reviveu num ano muito bom nos Pats. Agora com um anel na mão, pode ganhar importância novamente e conseguir um contrato que talvez New England não tenha para dar.

Do outro lado da bola, na linha defensiva, temos também 4 nomes e todos que participaram da rotação.
Shelton teve altos e baixos mas fez uma reta final de temporada e playoffs muito bons contra o jogo corrido. Flowers não preciso nem falar. O principal jogador deste setor.
Simon é um nome que poucos falaram, até mesmo nós do Patriotas, mas foi importante para essa defesa. Entrou em momentos-chave e conseguiu entregar o que foi pedido.
Para mim, o nome que mais tem chances de sair é o de Malcom Brown. O DT nitidamente perdeu espaço em 2018 e pode ser que não façam muito esforço para mantê-lo.

Ainda no setor defensivo, temos 3 cornerbacks sem contrato. Jason McCourty, Jonathan Jones e Erik Rowe.
Antes de se machucar, Rowe era praticamente um titular mas sua lesão abriu espaço para outros jogadores que deram conta. Jason, por exemplo.

Com uma das, senão a, jogada mais importante do Super Bowl 53, Jason foi outro jogador que cresceu de produtividade na reta final e parece ter se adaptado bem ao estilo de New England.

Por fim, mas não menos importante, principalmente nos Patriots, temos os special teams.

São 4 nomes super importantes nesta lista: Gostkowski, Ryan Allen, Ramon Humber e Albert McClellan.

Vou começar pelos dois últimos, que apesar de não serem super conhecidos, foram responsáveis por trazer a unidade no patamar que ela sempre esteve (não se esqueçam que no meio da temporada, estávamos péssimos na cobertura de chutes).
Vejo os dois jogadores tendo contrato renovado para 2019.

E temos o kicker e o punter do time sem contrato. Gostkowski está num caso de amor e ódio com a torcida já faz um tempo mas vejo ele ainda ter credibilidade com a comissão técnica. Por um valor certo, imagino ele no elenco mais um ano.
Já Ryan Allen é um caso interessante. Eu o considero como um dos melhores punters da liga e acho que terá propostas boas.
Belichick trouxe Bojorquez no training camp do ano passado, mas não deu em nada. Será que abrirá a carteira para renovar com Ryan ou vai atrás de mais um talento perdido no draft como fez nas últimas vezes?


Nós queremos a sua opinião. Se fosse o general manager dos Pats, quem você renovaria ou não nessa free agency? Responda em nossas enquetes no Instagram.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.