Free Agency: Movimentações dos Patriots nos últimos anos

bill belichick

A Free Agency de 2019 chegou, ótimo momento para Bill Belichick reforçar o roster dos Patriots com jogadores de talento e que se encaixem da filosofia de New England.

Free Agency: Movimentações dos Patriots nos últimos anos

Para esquentar mais esse clima de expectativa, trazemos uma lista com as maiores movimentações dos Pats feitas via Free Agency nas últimas temporadas.

2014: Darrelle Revis

Resultado de imagem para darrelle revis patriots
Revis brilhou na temporada 2014.

Para a temporada de 2014 a Free Agency trouxe um nome estrelado para nossa defesa. Com toda a certeza melhor cornerback da liga na época, Darrelle Revis fechou por um ano com os Patriots.

O veterano assinou contrato no valor de 12 milhões e rendeu bons frutos dentro de campo. Com 41 tackles, 2 interceptações, 14 passes defendidos e 1 fumble forçado o camisa 24 foi peça fundamental na conquista do Super Bowl 49, sem dúvida.

Após o fim de seu contrato, o time de New England não acionou a cláusula de renovação por 20 milhões. Então o futuro Hall da Fama partiu de volta para os Jets.

2015: Dion Lewis

Resultado de imagem para dion lewis patriots
Dion Lewis na final da AFC, temporada 2017.

Se não é um nome tão imponente quanto Revis, o running back Dion Lewis é uma típica movimentação de Free Agency dos Patriots.

Cortado pelos Colts em 2014 após somente 7 dias no roster, Lewis acabou assinando com o time de New England em dezembro para fazer parte do time na offseason.

Surpreendentemente, o corredor iniciou a temporada no lugar do suspenso Blount. Somou 234 jardas corridas, em 49 tentativas, e 388 jardas recebidas em 36 recepções e ainda conseguiu anotar 4 touchdowns.

Todavia, teve sua temporada abreviada após sofrer uma lesão de ligamentos na semana 7, contra os Redskins.

Mesmo não sendo sempre o principal corredor, Lewis terminou sua passagem pelos Patriots como um jogador importante ao longo de suas 3 temporadas e, assim, partiu rumo a Tennessee com um bom contrato.

2016: Chris Hogan e Martellus Bennett

Resultado de imagem para chris hogan
Hogan foi peça importante na rotação em suas três temporadas.

Mais um nome sem badalação, via Fre Agency, Hogan vinha de seu melhor ano pelos Bills, mas com números ainda modestos. Porém, ao chegar nos Pats o wide receiver se mostrou muito eficiente.

Logo em sua primeira temporada o camisa 15 conseguiu 680 jardas e 4 touchdowns. Melhor que isso, Hogan ainda brilhou na pós-temporada.

Na partida de Divisional Round, Hogan recebeu 4 passes para 95 jardas, contra os Texans. Mas foi na final da AFC que o show veio: 9 recepções, 180 jardas e 2 touchdowns na vitória sobre os Steelers.

No Super Bowl Hogan computou 57 jardas em 4 passes recebidos, assim ajudando na conquista contra os Falcons e, desde então, vem sendo um jogador bem útil em nosso esquema. Ele é um dos atuais free agents de New England.

Resultado de imagem para martellus bennett patriots
Em 2016 Bennett foi fundamental para os Pats.

No caso de Martellus Bennett, os Patriots enviaram uma escolha de quarta rodada do draft de 2016 para os Bears e receberam o tight end e mais uma escolha de sexta rodada do mesmo ano.

A princípio, o acréscimo de Bennett era a esperança de reviver uma grandiosa dupla de tight ends – como fora Gronk e Hernandez no passado – no ataque de New England. Mas as coisas não andaram como esperado.

Após lesão de nosso camisa 87 coube a Bennett segurar o piano na posição e sem decepcionar. Ao todo foram 55 recepções, 701 jardas e 7 touchdowns para o número 88 durante a temporada regular.

Nos playoffs Bennett sofreu com lesões, mas ajudou na conquista do Super Bowl 51 com 62 jardas em 5 passes recebidos.

O tight end, inclusive, sofreu interferência no passe, na prorrogação, na linha de 2 jardas. Lance que culminaria com o touchdown de White que nos deu o título.

Após essa boa temporada o camisa 88 assinou contrato com os Packers.

2017: Stephon Gilmore e Brandin Cooks

Resultado de imagem para stephon gilmore rams
A bela interceptação de Gilmore no Super Bowl 53.

Mais uma vez Belichick resolveu botar a mão no bolso por um cornerback na Free Agency.

Vindo de grande temporada pelos Bills, Gilmore estava no mercado após não ter recebido a franchise tag em Buffalo e acabou desembarcando em New England.

Com contrato de 65 milhões em 5 anos, Gilmore começou de maneira irregular sua carreira pelos Pats. Ainda assim, na primeira temporada anotou 50 tackles totais, 9 passes defendidos e 2 interceptações em 13 jogos.

Mas sua jogada de assinatura veio nos playoffs, quando defendeu o passe de Blake Bortles que, praticamente, garantiu a ida dos Patriots para o Super Bowl 52.

Após sair derrotado desta final, Gilmore voltou com tudo e se tornou o melhor cornerback da liga em 2018.

Eleito para o Pro Bowl e First Team All Pro, Gilmore computou 45 tackles totais, 1 sack, 20 passes defendidos, 2 interceptações e 2 fumbles forçados.

O camisa 24 ainda interceptou Jared Goff no Super Bowl 53, lance que encaminhou nosso sexto troféu Lombardi.

Resultado de imagem para brandin cooks patriots
Cooks deixou saudades em New England.

Outro jogador de renome que apareceu em 2017 foi Brandin Cooks. Vindo de 3 temporadas com mais de mil jardas recebidas, o wide receiver era a ameaça em profundidade que Brady precisava.

Pelo recebedor, os Pats enviaram para New Orleans uma escolha de primeira e uma de terceira rodada do draft de 2017.

Em contrapartida, receberam dos Saints, além de Cooks, uma escolha de quarta rodada daquele mesmo ano.

Os Pats ainda ativaram o quinto ano de contrato do jogador, que recebeu 8,5 milhões naquela temporada.

Por New England o recebedor foi a flecha que todos esperavam. Anotou 7 touchdowns e coletou 65 passes para 1,082 jardas na temporada regular, além de alargar o campo e sofrer diversas interferências no passe que resultaram em pontos para os Pats.

Nos playoffs conseguiu 100 jardas na final da AFC, entretanto, no Super Bowl, acabou sofrendo uma concussão e deixou a partida no segundo período.

Posteriormente, após um ano em New England, Cooks foi trocado junto aos Rams.

Pelo receiver os Patriots receberam uma escolha de primeira rodada (gasta em Wynn) e uma de sexto round e enviou, além do recebedor, uma escolha de quarta rodada para Los Angeles.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Este post tem um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.