Free Agents dos Pats 2021: vale a pena renovar com JC Jackson?

Aproximando-se de Free Agency, chegou a hora de analisar a situação dos jogadores que poderão testar o mercado. Dessa forma a pergunta de hoje é: vale a pena renovar com JC Jackson?

Instagram Fã Clube Patriotas

A importância de JC Jackson no time

Jogador não draftado da classe de 2018, JC Jackson a cada ano vê sua produção aumentar sob o comando de Belichick.

Atuando ao lado de Stephon Gilmore, o camisa 27 teve um ano excepcional em 2020, jogando em 84% dos snaps defensivos do time em 16 jogos.

De fato o defensive back melhorou uma falha no seu jogo e cometeu menos faltas na última temporada, porém continuou mortal.

JC Jackson mostrou todos seus balls skills em 2020, acumulando 9 interceptações, 14 passes defendidos e 3 fumbles recuperados.

Mesmo com alguns momentos ruins, como na segunda partida contra os Bills, o CB concedeu rating de apenas 66,5 aos QBs adversários (59% de passes completos).

Com a secundária sendo o setor mais confiável de New England, JC Jackson certamente é uma das pedras fundamentais desse time.

Expectativa de mercado

Resultado de imagem para jc jackson

Vindo de ótimas temporadas e ainda jovem, fará 26 anos em novembro, JC Jackson deve atrair interesse no mercado de agentes livres.

Atuando em uma das posições mais valorizadas da NFL, o camisa 27 deve receber propostas acima de $10 milhões por temporada.

Com franquias desesperadas por um reforço de peso na secundária, o jogador certamente espera um contrato gordo, visto que acumulou “somente” $1,7 milhões na carreira.

E quanto seria o valor de uma extensão? Uma quantia aproximada de $42 mi em 4 anos seria um preço justo para manter o CB no elenco.

Dessa forma o camisa 27 seria um dos 10 jogadores mais bem pagos da posição, recebendo $10,5 milhões a cada temporada.

Veredito

Com toda a certeza JC Jackson jogou o suficiente para receber uma extensão. Dessa forma o valor acima citado seria justo para o camisa 27.

No entanto a NFL é feita de negócios e, como sabemos, Belichick joga duro ao gerenciar o cap space dos Patriots.

No caso de JC Jackson há ainda um grande porém para sua definição: o futuro do astro Stephon Gilmore com a franquia.

Caso o camisa 24 seja trocado é essencial acertar uma extensão contratual com o free agent, a fim de manter o bom nível na sencundária.

Já no caso de Gilmore permanecer, New England precisa colocar uma first-round tender em seu cornerback número 2.

Esse mesmo movimento já foi feito em 2017, quando Belichick se utilizou da artimanha para manter Malcolm Butler na franquia.

A estratégia seria benéfica para aumentar a janela de negociação com o atleta, visto que é muito raro algum time assinar com jogadores com essa tender.

O motivo disso é que a franquia que assina com um atleta nessa situação deve se desprender de uma escolha de primeiro round para tê-lo e, mesmo assim, o time original ainda tem o poder de igualar a oferta caso queira ficar com o jogador ao invés de receber a pick.

Assim sendo, com a first-round tender, a quantia paga a JC Jackson em 2021 seria de apenas $4,9 milhões (valor projetado) e Belichick poderia tentar mantê-lo em 2022, já sem Gilmore sob contrato.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.