Gostkowski e a má fase dos kickers

Stephen Gostkowski sempre foi sinônimo de precisão. Um dos melhores kickers da última década, cada vez que Gostkowski se aproximava da bola para um chute, não importava a distância, os torcedores dos Patriots não se abalavam.

Algo aconteceu naquela fatídica final da AFC de 2015 em Denver, e desde então o kicker dos Patriots passou a cometer erros que nunca foram comuns em sua carreira.

Engana-se, entretanto, quem pensa que o problema está apenas em Gostkowski: quase todos os kickers da NFL pioraram em 2016.

Gostkowski e a má fase dos kickers

A precisão dos kickers da NFL vinha em uma curva ascendente nos últimos anos. No entanto, 2016 tem se mostrado um ponto fora da curva. Na primeira metade da atual temporada, os kickers acertaram 83,8% dos chutes que tentaram, a pior marca desde a temporada 2011. Os dados são do Football Outsiders.

Quando analisamos os chutes mais longos, consequentemente mais difíceis, constatamos que nos 3 últimos anos os kickers da NFL acertaram 66% dos chutes de pelo menos 50 jardas. Este ano, a taxa de acerto caiu para 52%.

Outra queda de desempenho ocorreu nos chamado “clutch kicks”, ou seja, aqueles chutes geralmente no final das partidas, decisivos para o resultado.

Na primeira metade da temporada 2014, os kickers acertaram 81% dos clutch kicks. Em 2015, o número subiu para 86%. Já nas primeiras 8 semanas de 2016, os kickers da liga acertaram apenas 60% dos chutes decisivos.

O que teria causado essa mudança? Essa é uma boa pergunta, e de difícil resposta. Se estivéssemos falando apenas de extra points, a conclusão óbvia seria a mudança da distância dos PATs. No entanto, os kickers também estão errando mais field goals.

Uma sugestão interessante seria a de que a nova regra dos kickoffs estaria alterando a mecânica dos kickers.

Como sabemos, a mudança de regra implementada para 2016 fez com que, em caso de touchback, o time recebedor comece da linha de 25 jardas. Assim, para piorar a situação dos oponentes, os kickers passaram a não mais tentar chutar o mais forte possível, mas a chutar alto, fazendo a bola cair fora da endzone e forçando o adversário a retornar.

Com isso, a mecânica do movimento do chute teria sido alterada, o que estaria influenciando na hora das tentativas de field gols.

Não há como se comprovar essa teoria, mas o fato é que os números não mentem: Gostkowski, assim como os demais kickers da NFL, estão piores em 2016.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.