Stephen Gostkowski precisa se reencontrar

Desde o jogo na final da AFC no ano passado, em que errou o extra point, Stephen Gostkowski vem tendo problemas para acertar seus chutes que sempre foram automáticos.

O trabalho do kicker é um dos mais cruéis na NFL, daqueles que poucos se lembram quando está jogando bem, mas que todos condenam quando um erro acontece.

Stephen Gostkowski precisa se reencontrar

Após um início de temporada complicado, Gostkowski vem vivendo este momento nos Patriots, onde muita gente percebeu que ele é um humano e também erra.

Os números em 2016

Na temporada regular, foram 8 field golas tentados e 6 acertados. Se olharmos a pré-temporada, temos mais 2 erros de field goal na partida contra o Panthers.

Pré-temporada que normalmente deixamos de fora quando falamos de estatísticas, pelos jogos serem “mornos”, mas que neste caso não muda. Um chute é um chute não importa a situação.

Portanto em 2016 são 14 acertos em 18 chutes, 42 pontos de 52 que poderia ter anotado. 77.7% de aproveitamento, pior marca da sua carreira até agora.

Temos que lembrar que dois desses erros foram por problemas na trajetória da bola até o pé de Gostkowski, coisa que não podemos culpar o kicker.

Nos extra points, Stephen está perfeito tendo acertado todos os 12 chutes que precisou fazer.

O psicológico

Esse é um fator muito complicado de se analisar mas que é o mais importante na função do kicker.

Que Gostkowski tem força e técnica, isso todos já sabemos de cor. Até por isso a necessidade de se fazer uma matéria como essa. Gost sempre foi incrível em seus chutes.

Portanto, a grande questão é na cabeça do jogador. Se ele está tranquilo e confiante no chute. Isso pode fazer muita diferença sobre como o corpo do atleta vai reagir no momento de chutar a bola e colocá-la dentro do Y.

Falamos aqui já sobre como Stephen gosta de cantar uma música mentalmente para se acalmar e entrar em total concentração.

Como disse acima, é muito complicado analisar este quesito, mas algo está afetando a cabeça do nosso mister perfeição. Seria o erro na final da AFC? Estaria Stephen sem confiança em suas habilidades? Estaria ele sem confiança nos snaps de Cardona, ou até mesmo na função de posicionar a bola que Allen faz?

O que fazer

No podcast desta semana, falamos sobre a opção de trazer um kicker para fazer um teste e demonstrar para Gost que ele está com o cargo em risco.

Porém, se o grande problema for o psicológico, um ato como esse pode deixá-lo ainda mais inseguro e piorar ainda mais suas performances.

O que é preciso fazer, e imaginamos que já está sendo feito, é uma boa conversa com o atleta, tentar entender o que se passa, o que está afetando a mente dele.

Outro ponto muito importante é ele mesmo tentar se reencontrar, voltar a cantar sua música e entrar para os chutes com a mente vazia e concentração total.

Os treinadores que estão convivendo com Stephen já por 10 temporadas, conhecem e possuem uma ligação mais forte com ele, isso será importante neste momento.


Costumamos a falar que tivemos a sorte de sair de um dos melhores da história (Adam Vinatieri) para outro jogador que tem tudo para seguir o mesmo caminho.

Porém, quando se joga para Bill Belichick, as coisas não são tão lindas como parecem ser. BB não tem muita compaixão nestes casos e erros após erros fazem com que os cortes aconteçam sem dó nem piedade.

Portanto Gostkowski precisa se reencontrar urgentemente, pois nós queremos que ele continue na equipe e precisamos mais ainda de seus 3 pontos automáticos.

Assista as nossas análises em vídeo no De Dentro de Campo.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.