Jogadores não draftados contratados: WRs

Jogadores não draftados wide receivers

Contrariando todas as expectativas, os Patriots não tiveram wide receivers draftados na última semana.

Isso não significa, entretanto, que a posição não foi reforçada. Alguns atletas chegaram como undrafted free agents.

Ainda que as chances dos não draftados chegarem ao roster final não sejam das maiores, todos os anos, pelo menos um atleta undrafted consegue entrar no elenco de New England.

Conheça os wide receivers.

Jogadores não draftados: WRs

Will Hastings, Auburn

Começamos por um atleta que tem uma característica não encontrada nos demais recebedores dos Patriots: familiaridade com o quarterback.

Isso mesmo. Will Hastings foi o slot receiver do quarterback Jarrett Stidham na Universidade de Auburn.

A carreira universitária de Hastings foi prejudicada por uma lesão que o retirou da temporada 2018. Nos anos em que jogou, Will registrou os seguintes números: em 2017, 525 jardas e 4 TDS; em 2019, 221 jardas e 1 TD.

Hastings tem tanto a cara dos Patriots que alguns os seus técnicos em Auburn tinha certeza de que ele ia parar em New England.

Jogadores com as características de Will Hastings costumam ter sucesso em New England. Wes Welker, Julian Edelman e Danny Amendola vêm à mente, inclusive pelo fato de esses atletas terem chegado aos Patriots sem badalação.

No entanto, o novato precisará vencer duras batalhas no training camp se quiser almejar uma das vagas.

Isaiah Zuber, Kansas State/Mississipi State

Assim como Hastings, Isaiah Zuber é um slot receiver.

Zuber recebeu 52 passes para 619 jardas em 2018 em Kansas State.

Em 2019, o wide receiver transferiu-se para Mississipi State, e não teve uma temporada muito produtiva: 14 recepções para 221 jardas.

Nos quatro anos de sua carreira universitária, apenas em 2016, como calouro, Zuber teve uma média inferior a 10 jardas por recepção (8). Foram 10 jardas/recepção em 2017, 11,9 em 2018 e 15,1 em 2019.

Sean Riley, Syracuse

Sean Riley tem como forte sua produção nos special teams, como retornador.

Em sua carreira universitária, foram 115 retornos para 2.433 jardas, com média de 21,1 jardas por retorno.

Quando atua no ataque, Sean é majoritariamente slot receiver. Em 2018, teve bons números, com 64 recepções para 756 jardas.

Esnobado pelo Scouting Combine, Riley manteve-se treinando forte na offseason, mesmo com o isolamento social decorrente da pandemia do coronavírus.

Nesses treinos, o jogador alega ter registrado tempos de 6,41s no 3-cone drill e 4,42s no tiro de 40 jardas. Tais números mostram um jogador bastante atlético.

Jeff Thomas, Miami

Por fim, talvez o jogador mais interessante desse grupo.

Jeff Thomas é muito talentoso e extremamente rápido, atuando tanto no ataque quanto como retornador nos special teams.

Em seu melhor ano em Miami, registrou 24,6 jardas por retorno de punt e 26 jardas por retorno de kickoff!

O fato de Thomas não estar entre os recebedores draftados não se relaciona a falta de talento. Jeff entrou na NFL como undrafted por problemas extra-campo.

Foram várias suspensões durante sua carreira universitária em Miami por descumprimento de normas da universidade.

Trata-se de um jogador indisciplinado, que cometeu faltas, por exemplo, por brigar com o técnico de wide receivers e por faltar treinos.

Ao assinar com os Patriots, Jeff Thomas postou em seu twitter que estava ganhando uma grande oportunidade, uma bênção.

Veremos se, sob as rédeas curtas de Bill Belichick, Thomas conseguirá chamar atenção apenas por seu talento.


Ainda não nos segue no Instagram? Clique aqui.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.