Jogo corrido é o melhor dos últimos 3 anos

patriots jogo corrido

Quando a troca no comando de quem carregaria a bola no jogo corrido de New England aconteceu nesta offseason, muitos torcedores ficaram em dúvida se a qualidade e a produtividade do setor continuariam.

O ano de 2017 marcou a mudança de ter praticamente um running back, LeGarrette Blount, como centro das atenções, para uma forma diversificada com quatro jogadores dividindo a função. Voltando ao padrão dos últimos anos.

Jogo corrido é o melhor dos últimos 3 anos

E a temporada regular chega em sua última semana, mostrando que a troca foi benéfica para o ataque dos Patriots. Com as 177 jardas produzidas na semana 16 contra Buffalo, New England atingiu a marca de 1.642 no total até aqui e já ultrapassa os números de 2016, 2015 e 2014 em produtividade de running backs no elenco.

2017 – 1.642 jardas de RBs

2016 – 1.638 jardas de RBs

2015 – 1.301 jardas de RBs

2014 – 1.551 jardas de RBs

2013 – 2.024 jardas de RBs

Olhando para as 4 últimas temporadas, ficamos atrás somente de 2013, onde passamos das duas mil jardas produzidas pelos corredores do elenco.

Participação na produtividade

Como dissemos acima, o ano de 2016 foi atípico na forma em que trabalhamos as corridas. Confira abaixo:

2013

Ridley: 38.1% das jds e 7 TDs
Blount: 38.1% das jds e 7 TDs
Bolden: 13.3% das jds e 3 TDs
Vereen: 10.2% das jds e 1 TDs

2014

Gray: 26.5% das jds e 5 TDs
Vereen: 25.2% das jds e 2 TDs
Ridley: 21.9% das jds e 2 TDs
Blount: 18.1% das jds e 3 TDs

2015

Blount: 54% das jds e 6 TDs
Lewis: 17.9% das jds e 2 TDs
Bolden: 15.9% das jds e 0 TDs
Jackson: 3.8% das jds e 1 TDs

2016

Blount: 70.8% das jds e 18 TDs
Lewis: 17.2% das jds e 0 TDs
White: 10.1% das jds e 0 TDs
Foster: 1.4% das jds e 0 TDs

2017 (até a semana 16)

Lewis: 48.9% das jds e 5 TDs
Gillislee: 23.3% das jds e 5 TDs
Burkhead: 16% das jds e 5 TDs
White: 10.4% das jds e 0 TDs

O ano de 2014 foi o mais distribuido com 4 jogadores tendo mais de 15% de produção e 2016 o menos distribuido com uma queda drástica de 70% para 17% do principal corredor para o segundo.

Em touchdowns marcados, também podemos ver como 2016 foi completamente fora do normal para os padrões de New England. Blount assumiu todos os 18 TDs do ano, sendo que nas outras temporadas, a divisão foi sempre mais igual entre os atletas.

Caso Mike Gillislee

Interessante como apesar de ter ficado diversos jogos sem participar por decisão técnica, Mike Gillislee ainda é o segundo running back que mais produziu no jogo corrido de 2017. Burkhead, que apareceu como uma ótima opção no meio da temporada, tem menos jardas produzidas que Mike, mas acabou tomando o segundo posto, principalmente pela produção em passes e special teams.

Mike, que anotou mais um touchdown contra os Bills, entrou o mesmo número de vezes na endzone que os outros dois principais RBs do elenco.


Com Lewis e Burkhead terminando seus contratos ao fim dos playoffs, o front office de New England terá um bom trabalho para manter essa diversidade no jogo corrido e continuar nos padrões dos últimos anos.

Veja nossas análises em vídeo explicando o que dá certo e errado nas jogadas dos Patriots.

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.