Jogo corrido pode ser (novamente) a solução para o ataque dos Patriots

ataque dos patriots

Não, não é desde as últimas semanas que o ataque dos Patriots, principalmente o aéreo, vem jogando bem abaixo do esperado. Em 2018, embora em uma escala menor, nessa mesma época do ano, Josh McDaniels e companhia estavam sendo criticados. Assim como na temporada passada, a solução do coordenador para o ataque enfim engrenar pode ser a mesma para esse ano: explorar o jogo corrido.

Jogo corrido pode ser (novamente) a solução para o ataque dos Patriots

16 de dezembro de 2018. Patriots 10 x 17 Steelers. Pela primeira vez desde 2002, New England perdeu duas partidas seguidas no mês de dezembro. Julian Edelman teve mais passes lançados em sua direção do que todos os outros wide receivers do elenco somados. Seed 1 já tinha ido para o espaço. É, a vida dos Pats estava complicada. Muito mais que atualmente.

Entretanto, Josh McDaniels tirou um coelho da cartola e transformou, através do backfield, o ataque para os playoffs, adquirindo ritmo nas duas partidas restantes da temporada regular. Se contra Dolphins e Steelers o jogo corrido computou 173 jardas totais, só na partida diante dos Bills, na semana 16, foram 273 jardas. Adicionando mais 131 jardas terrestres contra os Jets, os running backs chegaram voando aos playoffs, principalmente Sony Michel. E o resto, vocês já sabem, é história.

Agora, um ano depois, há chance da dose ser repetida. Mas sim, a linha ofensiva de 2019 não chega aos pés da de 2018, concordo plenamente. E também não temos mais dois exímios TEs bloqueadores, como Rob Gronkowski e Dwayne Allen, além do insubstituível FB James Develin estar lesionado e fora do restante da temporada. Contudo, já pode se notar uma evolução nas últimas duas rodadas.

Ingressos New England Patriots NFL Fã Clube Patriotas

Antes da partida contra os Cowboys, o último jogo em que New England tinha corrido para mais de 100 jardas foi apenas na semana 6, diante dos Giants. Agora, já são duas partidas seguidas ultrapassando a marca de 100 jardas, com destaque para o confronto contra os Texans, no qual o ataque terrestre teve seu melhor desempenho na temporada com 145 jardas. Um dos principais fatores para essa expressiva melhora foi o retorno do LT Isaiah Wynn, que deu um belíssimo upgrade a Marshall Newhouse. E a tendência é que o bom momento do jogo corrido continue.

Dos quatro jogos restantes dos Patriots na temporada regular, Bengals, Dolphins e Chiefs amargam as três piores defesas contra o jogo corrido, com uma média de mais de 140 jardas cedidas por partida. Já os Bills, adversário da semana 16, tem apenas a 14ª melhor defesa contra o ataque terrestre, cedendo 104,3 jardas por jogo. Dessa forma, New England tem pela frente adversários “perfeitos” para implantar e consolidar seu jogo corrido.

Por fim, vale ressaltar que a lesão do center titular Ted Karras, que deverá perder um ou dois jogos, pode ser sentida, mas seu substituto, James Ferentz, está desde 2017 nos Pats e é bem avaliado pela comissão técnica. No domingo, contra os Chiefs, Ferentz fará sua estreia como titular na NFL, então, vamos torcer para que ele, pelo menos, não seja um empecilho para o jogo corrido fluir. Assim, poderemos enxergar uma luz no fim do túnel para o ataque dos Patriots.


Acompanhe o Patriotas no Instagram para notícias em tempo real dos Pats!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.