Jonathan Jones, uma possível moeda de troca dos Patriots

jonathan jones

A secundária dos Patriots foi o principal destaque defensivo do time na temporada passada, e, com a escolha de Joejuan Williams na segunda rodada do Draft 2019, New England enfrenta agora uma “dor de cabeça boa”: a superlotação do grupo de cornerbacks, que pode fazer Belichick levar até 7 jogadores da posição para o elenco final, fugindo dos padrões habituais. Dessa forma, uma movimentação a se pensar seria a utilização de algum atleta do setor como moeda de troca, e o primeiro nome que vem à cabeça é o do versátil Jonathan Jones.

Jonathan Jones, uma possível moeda de troca dos Patriots

Free agent não draftado contratado por New England em 2016, Jonathan Jones acumula três anos bastante prolíficos na carreira, nos quais sua evolução foi notória. Se em sua temporada de calouro ele tinha função basicamente resumida aos special teams, com participação em apenas 6,14% dos snaps defensivos, em 2018 Jones foi o terceiro cornerback mais utilizado do time, com 49,38% dos snaps, atrás apenas de Stephon Gilmore e Jason McCourty.

Com isso, além de ver seu playtime subir, Jones também viu seu preço ganhar novos zeros, e, ao ter sua tender offer de $3,095M por 1 ano assinada em abril, Jonathan aumentou em quase 500% seu salário em comparação ao de 2018. Contudo, enquanto isso é benéfico para sua conta bancária, o mesmo não pode se dizer para seu futuro nos Patriots, ainda mais na era do salary cap. Apesar de seu contrato atual estar longe de ser um dos mais caros do elenco, Jones sozinho ocupa quase o mesmo na folha salarial que seus companheiros Duke Dawson, Joejuan Williams, Keion Crossen e J.C. Jackson juntos.

Dessa forma, a questão financeira, entrelaçada com a posição em que atua, são os grandes argumentos que corroboram para especular-se uma troca de Jonathan. Além do mais, nos special teams, a volta de Brandon Bolden e a contratação de Terrence Brooks minimizam uma hipotética perda do camisa 31. A favor de Jones, pesa a confiança da comissão técnica em seu jogo, tanto que foi responsável por marcar Tyreek Hill na Final da AFC e entrou em mais de 100 snaps no Super Bowl LIII, majoritariamente como safety, provando sua versatilidade, algo muito valorizado em Foxborough.

Por fim, estamos carecas de saber como Bill Belichick trata o business, e caso jogadores, como Duke Dawson e Joejuan Williams, mostrem durante o training camp que podem assumir as funções de Jones, Belichick poderá negociá-lo, a fim de não perdê-lo de graça na free agency seguinte (quando será agente livre irrestrito), além de abrir espaço no salary cap para contratações pontuais no decorrer da temporada e de adquirir capital de Draft (possivelmente uma escolha de rounds finais).


E você, torcedor Patriota, acredita que Jonathan Jones possa ser trocado? Comente abaixo!

Compartilhe esta matéria:

Share on facebook
Share on twitter

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Patriotas é um fã clube oficial no Brasil e reconhecido pelo New England Patriots nos Estados Unidos.

Site desenvolvido pela equipe Patriotas.